conecte-se conosco

Pet

3 dicas para a saúde do seu pet sem pesar no orçamento

Publicado

source

Há alguns anos a relação dos pets dentro de casa mudou. Antigamente, era mais comum que eles ficassem no quintal, com o intuito de guardar pela segurança da casa, principalmente quando pensávamos nos cachorros. Hoje em dia, tanto os gatinhos quanto cachorrinhos fazem parte da composição familiar, trazendo companhia no dia a dia em praticamente todas as tarefas.

3 dicas para a saúde do seu pet sem pesar no orçamento
Seguradora Zurich

3 dicas para a saúde do seu pet sem pesar no orçamento

Depois da chegada deles e do processo de adaptação , começamos a mergulhar mais a fundo nesses assuntos e, quando vemos, já é necessário controlar as finanças.

Não à toa, o mercado pet é um dos que mais cresce no Brasil. O mundo está se adaptando aos novos membros e é cada vez mais comum encontrar lugares pet friendly: restaurantes, hotéis, shoppings, etc.

Além disso, a busca por produtos específicos para esses animais, como plano de saúde e seguro de vida, está sendo cada vez mais procurada, já que cuidar da saúde deles é fundamental para o bem-estar, segurança e tranquilidade.

A Seguradora Zurich , que é especialista na proteção de toda sua família, separou 3 dicas para ter a saúde do seu bichano sempre como prioridade!

1.Idas ao veterinário

Assim como os humanos, fazer um check-up anual, ou semestral se o seu pet for mais idoso, pode prevenir doenças e outros problemas indesejados. Além disso, periodicamente é necessário verificar as vacinas, vermífugos e antipulgas e carrapatos.

Leia mais:  Guia de Raças: Rottweiler, um cão dócil, leal e protetor

O recomendado é fazer, pelo menos, exames básicos como hemogramas, radiografias e exame de fezes todos os anos, para garantir que esteja tudo bem, e, caso não esteja, possa tomar as medidas corretas.

Além disso, principalmente no caso dos cachorros, dar banho e tosar é fundamental. Algumas raças com pelos mais longos precisam fazer isso com certa frequência para evitar problemas dermatológicos.

Para não pesar no bolso, procure algum local perto da sua casa que seja possível aproveitar o passeio diário com seu companheiro, e sugira pagar um pacote completo de banhos no mês, para baratear o preço.

2.Socialização e enriquecimento ambiental

Socializar seus animais pode trazer inúmeros benefícios para a saúde física e mental deles, assim como o enriquecimento ambiental, que é uma técnica de interação que visa resgatar os comportamentos primitivos da espécie como cavar, cheirar e caçar.

O nome pode parecer complexo, mas um simples passeio na rua já estimula o faro, o tato e outros comportamentos importantes dos bichinhos, por isso é tão importante que você saia todos os dias com ele, pelo menos uma vez!

Interagir com outros animais, de maneira controlada e cuidadosa, também é importante para ter um pet mais equilibrado. Algumas famílias têm optado por creches e escolas, mas, para não se tornar mais uma despesa da casa, você pode optar por cachorródromos e espaços públicos como praças e parques, combinando com famílias que você conhece que também possuem cachorros.

Leia mais:  Evento de adoção de pets acontece em shopping de SP neste sábado (30)

3.Viagens da família

Como comentamos, hoje em dia é mais comum encontrar opções de lazer pet friendly, como hotéis, pousadas e acomodações para alugar por temporada. Porém, é comum que em hotéis, haja uma taxa extra para esse membro da família.

Por essa razão, alguns tutores preferem procurar por soluções de hospedagem, que podem ficar mais em conta do que toda a logística do pet na viagem.

Assim todos aproveitam a viagem com o máximo conforto e tranquilidade!

Todas essas dicas ficam ainda mais fáceis para os clientes do seguro de vida individual da Zurich! Sim, o dos humanos mesmo, já que nas opções de assistências, muitas delas englobam soluções para os pets, como:

  • Consulta Veterinária;
  • Consulta Veterinária Ambulatorial;
  • Leva e traz;
  • Cirurgia (exceto parto e estética);
  • Internação;
  • Exames de Imagem e laboratorial;
  • Assistência funeral;
  • Hospedagem em caso de lesão ou doença do tutor que o impeça de cuidar do pet;

*Para esses serviços há carência que pode variar de 30 a 60 dias, bem como limites em quantidades e valores por ano de vigência da apólice.

Zurich Vida Para Você é o seguro de vida que além de oferecer as coberturas principais básicas, se adapta ao seu estilo com diversas opções soluções e de assistências que te ajudam sempre no seu dia a dia. Consulte um corretor !

Fonte: IG PET

publicidade

Pet

8 dicas para montar o seu primeiro aquário

Publicado

source
8 dicas para montar o seu primeiro aquário
Matilde Freitas

8 dicas para montar o seu primeiro aquário

Veja como criar um espaço adequado para os peixes viverem saudáveis e felizes

Ao contrário do que muitos imaginam, ter peixe não é uma tarefa difícil. Contudo, para manter o animal saudável e bonito, é essencial saber qual espécie está comprando, o que ela precisa e quais devem ser os cuidados. Outro ponto bastante importante para que o peixe viva bem é o aquário. Por isso, veja como montar um aquário corretamente e deixe o seu bichinho de estimação mais feliz.

1. Principais cuidados com o aquário

60 cm x 30 cm x 40 cm (comprimento x largura x altura) é um tamanho adequado e comum nas lojas de aquarismo. Não encha o aquário de uma vez. Encha-o aos poucos, para que os micro-organismos se desenvolvam na água antes dos peixes serem colocados. Lembre-se de nunca desligar o filtro, pois os peixes não podem ficar muito tempo sem oxigênio.

2. O que é o filtro?

O filtro realiza a filtragem mecânica, química e biológica do aquário. Alguns materiais filtrantes acompanham o filtro. São eles: perlon, cerâmica e carvão ativado.

Leia mais:  Gato se intriga com comida diferente e reação diverte

> Conheça os principais cuidados para ter com os pets durante o outono

3. Aquecedor com termostato para a água

Mantém a água do aquário em temperatura constante. Mudanças de temperatura serão prejudiciais para os peixes. O ideal é que a temperatura esteja entre 23° e 27°C.

4. Importância da iluminação

A iluminação do aquário não deve ser forte, porque deixa os peixes estressados e tira o brilho e a cor deles. Escolha sempre o mesmo horário para ligar a lâmpada e mantenha acesa de 10 a 12 horas somente.

> Confira 5 curiosidades sobre os répteis

5. Atenção na hora de decorar

Compre pedras neutras para não interferir no pH da água.

6. Como escolher o peixe?

Dê preferência aos peixes que tenham uma coloração normal. Não compre aqueles maiores do que seu aquário comporta. Além disso, na hora de comprá-los, observe o comportamento deles: não os leve caso estejam quietos no fundo do aquário ou nadando na superfície, pois podem estar com algum problema.

7. Como alimentar o peixe?

Coloque pouca comida para que os peixes comam em 5 segundos. Quando terminar a comida, coloque mais um pouco e espere terminar a procura pela alimentação.

Leia mais:  Evento de adoção de pets acontece em shopping de SP neste sábado (30)

8. Manutenção do aquário

Faça trocas de água semanais, repondo-a nos mesmos parâmetros de pH e temperatura do aquário.

Confira mais dicas de saúde dos pets na revista ‘Guia dos pets’

Fonte: IG PET

Continue lendo

Mais Lidas da Semana