conecte-se conosco

Cuiabá

Brizola: um símbolo eterno do político por vocação e convicção

Publicado


No próximo sábado (22), o eterno Leonel Brizola, um dos maiores nomes da democracia brasileira, chegaria aos 100 anos de idade, caso ainda estivesse vivo. Detentor do título Herói da Pátria, que foi conferido pelo Congresso Nacional por sua trajetória de luta pelo país, Brizola é a personificação exata da frase que costumo dizer: “política é para políticos e não para aventureiros”.

Com uma história inspiradora, Brizola nos mostrou ao longo de carreira que, para fazer política, discursos bonitos e decorados não bastam, não se sustentam e muito menos consolidam. Para fazer política é preciso ter esse dom enraizado na alma. Somente aqueles que possuem essa vocação e convicção conseguem construir um caminho norteado pela essência de servir ao povo, colocando os interesses coletivos acida de tudo.

Foi isso que Brizola fez durante toda sua vida política. Não por menos, já aos 25 anos, conquistou a vaga para deputado estadual e, logo na sequência, emplacou ainda duas eleições como deputado federal. Nessa trajetória vitoriosa também exerceu a função de prefeito de Porto Alegre. E, para coroar, ainda entrou para a história como o único ser eleito governador por dois estados diferentes, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Leia mais:  Mês da Mulher: Terceira edição da feira das empreendedoras reforça autonomia e apresenta talentos à população

Um entusiasta e apaixonado por aquilo que fazia, é assim que Leonel Brizola pode ser resumidamente descrito. Muito mais que um nome, foi e eternamente continuará sendo um exemplo de estadista habilidoso, talentoso e com uma capacidade natural para o caminho que escolheu trilhar. Defensor inegociável da democracia, tem uma cadeira cativa entre os grandes símbolos da luta contra a ditadura militar no Brasil.

Diante de tantos feitos, tornou-se impossível contar a história da política brasileira sem dedicar uma longa parte dela para falar de Brizola. E isso é um privilégio que pouquíssimos conseguem conquistar. Nos dias atuais, onde aventureiros, que se colocam como grandes “salvadores da pátria”, surgem e desaparecem na mesma velocidade, esse fato é ainda mais raro de acontecer.

A trajetória de Leonel Brizola nos ensina que fazer política não é algo temporal, mas sim uma responsabilidade que alguém escolhe carregar com muita dedicação por toda sua vida. É uma responsabilidade que exige olhar para o outro mais do que para si mesmo. Fazer política é, igualmente, saber respeitar a história construída por aqueles que vieram antes e prepararam o caminho para novas lideranças surjam.

Leia mais:  Prefeito destaca dedicação de João Lira ao movimento comunitário e lamenta falecimento

Obrigado, Leonel Brizola!

**No registro feito em 2002, a primeira-dama Márcia Pinheiro, Leonel Brizola, e o prefeito Emanuel Pinheiro que, na época, estava filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT).

publicidade

Cuiabá

Moradores da comunidade rural de Buritizal lembram que emenda impositiva de Juca do Guaraná Filho garante água para gerações

Publicado

Moradores da comunidade rural de Barreiro Buritizal, em Cuiabá, comemoram a abundancia de água que tem hoje na região, após a implantação de um poço artesiano. A luta pela abertura do poço foi na época do vereador Juca do Guaraná Pai e ganhou força e conclusão na gestão do vereador Juca do Guaraná Filho (MDB). 

A implantação foi concretizada após uma emenda impositiva destina pelo vereador Juca do Guaraná sob a coordenação da Secretaria Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico.

A comunidade constituída com mais de 50 famílias de agricultores enfrentavam uma das maiores dificuldades a carência de água. 

Inês Antônia dos Santos, de 45 anos, lembra da que a avó dela andava quilômetros com balde na cabeça para levar água potável pra casa. “Eram latas, bacias e baldes carregados na cabeça. Era um sonho da comunidade e o Juca realizou. O pai dele prometeu e ele cumpriu. A gente sofria de mais. O sonho se realizou, graças a Deus”, comemorou a moradora. 

Ernestina Bom Despacho Correa, de 60 anos, também comemora água que chega às torneiras. “Juca Pai e Juca Filho prometem e cumprem. Como é bom ter água em casa”, comemorou a aposentada.

Leia mais:  Prefeito destaca dedicação de João Lira ao movimento comunitário e lamenta falecimento

Juca do Guaraná Filho lembra que a instalação do poço foi um compromisso que o saudoso Juca do Guaraná Pai fez com aquela população. “Fico feliz em ver que a instalação do poço artesiano na comunidade rural de Buritizal tem beneficiado gerações. Lembro que meio pai Juca do Guaraná lutou anos para realizar o sonho desses moradores. Infelizmente ele não pode ver essa obra sendo entregue. Mas eu fiz questão de cumprir a promessa e com uma emenda impositiva conseguimos concluir esse sonho. O trabalho segue em favor do povo”, disse o vereador emedebista. 

A entrega foi feita na gestão do atual prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB). O poço artesiano fica nas instalações da Igreja Católica Imaculada Conceição.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Continue lendo

Mais Lidas da Semana