conecte-se conosco

Policial

Diretoria Geral e Prefeitura de Colíder discutem sobre projeto da nova delegacia para o município

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Diretoria da Polícia Civil se reuniu nesta semana com gestores da Prefeitura de Colíder para tratar sobre a construção da nova delegacia do município.

No encontro realizado na quarta-feira (19), o delegado-geral adjunto, Gianmarco Paccola e o diretor de Interior, Walfrido Nascimento, receberam o prefeito de Colíder, Hermerson Máximo (Maninho) e o secretário de Comunicação, Ed Motta. A proposta para a construção da nova delegacia foi discutida também com a equipe da Diretoria de Execução Estratégica (DEE).

“Uma parceria importantíssima, que fortalece a atuação do Estado e a melhoria na prestação de serviços e de um ambiente de mais qualidade para servidores e população”, destacou o delegad-geral adjunto.

De acordo com a delegada Ana Paula Faria Campos, da DEE, a Prefeitura de Colíder fará o projeto executivo da nova unidade, que passará pela análise da equipe de engenharia da Polícia Civil, assim como a área que será doada pela Prefeitura.

Após a construção, a Polícia Civil ficará responsável pela informatização da unidade e instalação de rede lógica e mobiliário.“Vamos organizar toda a parte de terrenos, infraestrutura e demais parcerias para construir em definitivo o novo prédio para a Delegacia da Polícia Civil de Colíder”, disse o prefeito.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso investiu R$ 165 milhões na segurança pública da Capital

O projeto prevê uma unidade moderna, ampla e com estrutura adequada em conformidade com as necessidades de uma delegacia da Polícia Civil.

Também participaram da reunião a delegada de Colíder, Paula Araújo e a delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles.

Fonte: PJC MT

publicidade

Policial

Dupla criminosa que agiu em roubos a transeuntes em VG é presa em flagrante com celulares e documentos das vítimas

Publicado

Dois irmãos, de 30 e 36 anos, apontados em diversos roubos cometidos com violência, foram presos em flagrante nesta terça-feira (28) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande. A equipe da Derf realizou diversas diligências para identificar e localizar a dupla criminosa e conseguiu prender os irmãos no Distrito de Bonsucesso.

Com eles foram apreendidos o veículo HB20 utilizado para cometer o roubo registrado na segunda-feira (27), no bairro Jardim Costa Verde, e os celulares e documentos levados das vítimas. Os criminosos ainda usaram cartões das vítimas para fazer compras, efetuando os pagamentos com a tecnologia por aproximação.

Roubos

Duas vítimas estavam sentadas na calçada de uma residência do bairro Costa Verde, quando a dupla se aproximou com o HB20 e desceu, anunciando o roubo, na tarde de segunda-feira.

Os dois criminosos, munidos cada um com uma arma de fogo, ordenaram que as vítimas entregassem seus pertences e ainda as ameaçaram de morte. Durante o roubo, um dos suspeitos desferiu um tapa no rosto de uma das vítimas e a dupla fugiu levando dois aparelhos celulares, uma jaqueta e carteiras com documentos pessoais e bancários.

Após cometer o roubo, os criminosos utilizaram os cartões das vítimas em estabelecimentos comerciais, um deles no bairro 24 de Dezembro, pagando as compras pelo sistema de aproximação.

Leia mais:  PRF realiza palestra a condutores de veículos de carga

Prisões

Os dois irmãos foram localizados no Distrito de Bonsucesso, em Várzea Grande. Além dos celulares levados no roubo desta segunda-feira, na residência da dupla foram localizados outros aparelhos, ambos modelos Iphone e roubados em Cuiabá. Com um dos criminosos foi apreendido um chapéu camuflado que ele usava durante um dos roubos. E o outro usava a camisa de um time, a mesma em que ele aparece nas imagens de um supermercado onde usou o cartões das vítimas.

“A dupla estava aterrorizando a cidade, com a prática de roubos contra transeuntes, executando
os crimes com o mesmo modus operandis – além da grave ameaça, eles eram extremamente violentos com as vítimas, ao ponto de agredi-las fisicamente, desferindo socos nos rostos das vítimas”, explicou a delegada Elaine Fernandes.

A suspeita da equipe da Derf de Várzea Grande é de que os dois criminosos também atuam na receptação de produtos de crime. Os dois Iphones encontrados foram roubados na Capital, um no início de junho, no bairro Pico do Amor, e outro no mês de novembro do ano passado, no Bosque da Saúde.

“Os dois não possuem apenas o parentesco, evidenciando também, um vínculo muito forte para a prática contumaz de roubos. Além dos roubos apontados, há outras ocorrências, em trâmite na Derf nas quais se constam o mesmo modus operandis”, pontuou a delegada titular da Derf.

Leia mais:  Polícia Civil prende em Sinop autores de crimes sexuais praticados contra crianças

Um dos presos em flagrante tem condenação por roubo e o outro registro criminal por furto.

Roubo a transeuntes

A Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande recebeu o registro de outra ocorrência, em que a vítima reconheceu a dupla criminosa como os autores do roubo ocorrido no dia 11 de junho, também no bairro Costa Verde.

A vítima voltava do serviço de bicicleta, quando foi interceptada pela dupla , que partiram pra cima ordenando que entregasse seu celular uma corrente de ouro. Um dos irmãos ainda colocou a mão na cintura simulando que estaria armado. Um deles desferiu socos contra o rosto da vítima antes de fugir levando o aparelho Iphone avaliado em R$ 4 mil e a corrente de ouro.

“O comprometimento e competência das equipes de investigadores que se empenharam nas diligências foram fundamentais para chegar a essa prisão em flagrante, de extrema importância, haja vista que se tratam de criminosos contumazes”, finalizou a delegada.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana