conecte-se conosco

Saúde

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos

Publicado


source
Teste de Covid-19
Mufid Majnun / Unsplash

Teste de Covid-19

O Distrito Federal (baixou para 6 e 7 anos a idade das crianças que podem procurar os postos de saúde da capital para se vacinar contra covid-19. A nova faixa etária vale a partir deste sábado (22). Até ontem (21), só estavam sendo vacinadas crianças com 8 anos ou mais ou com comorbidades e deficiências permanentes.

As crianças serão imunizadas com a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A inclusão do imunizante no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 foi anunciada nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde.

A marca foi autorizada para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que avaliou segurança e eficácia do imunizante e permitiu a aplicação no público infantil.

Leia Também

As crianças de 5 a 11 anos e de 8 a 11 anos que têm comorbidades poderão procurar os postos que aplicam doses da Pfizer. Caso estas acabem, pessoas com idade entre 6 e 17 anos podem ser imunizadas com a CoronaVac. Pessoas com mais de 18 anos podem continuar recebendo doses das marcas CoronaVac, Pfizer ou AstraZeneca.

Os locais de vacinação, que ficam abertos hoje até as 17h, estão informados no site da Secretaria de Saúde. Segundo o Governo do Distrito Federal, há 230 mil crianças a partir dos 6 anos e um estoque de 500 mil doses da CoronaVac.

Fonte: IG SAÚDE

publicidade

Saúde

Covid-19: Brasil tem 16,6 mil novos casos e 36 óbitos em 24 horas

Publicado

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (26) mostra que o Brasil registrou, em 24 horas, 16.679 novos casos de covid-19.

No total, o país contabiliza 32.078.638 registros da doença. Destes, 792.581 (2,5%) seguem em acompanhamento, ou seja, são casos ativos.

As secretarias estaduais de saúde registraram 36 mortes por covid-19 em 24 horas. No total, a pandemia resultou em 670,405 óbitos no país.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil. Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil. – Ministério da Saúde

O número de recuperados é de 95,4% do total – 30,6 milhões de brasileiros são considerados curados.

O informativo mostra ainda que houve 161 óbitos por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) nos últimos 3 dias. Há também 3.283 óbitos por SRAG em investigação, e que ainda necessitam de exames laboratoriais confirmatórios para serem relacionados à covid-19.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (170.607), Rio de Janeiro (74.053), Minas Gerais (62,015), Paraná (43.654) e Rio Grande do Sul (39.968).

Leia mais:  Covid-19 na Coreia do Norte: governo recomenda chá e água salgada

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.002), Amapá (2.140), Roraima (2.152), Tocantins (4.158) e Sergipe (6.356).

Vacinação

Até este sábado, foram aplicadas 449,9 milhões de doses, sendo 177,9 milhões referentes à 1ª dose e 160,7 milhões relativas à 2ª dose. Outras 93,1 milhões de doses dizem respeito à primeira dose de reforço, enquanto 8,9 milhões são da segunda dose de reforço. O painel registra, ainda, 4,1 milhões de doses adicionais. As vacinas de dose única – protocolo que já não é mais usado – foram 4,9 milhões.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Mais Lidas da Semana