conecte-se conosco

Economia

Dólar sobe para R$ 5,45, mas tem segunda semana seguida de queda

Publicado


Num dia de expectativa no mercado externo, o dólar voltou a subir, mas encerrou a segunda semana seguida em baixa. A bolsa de valores alternou altas e baixas e encerrou em leve queda, mas fechou a semana com ganhos, aproximando-se dos 109 mil pontos.

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (21) vendido a R$ 5,455, com alta de R$ 0,039 (+0,72%). A cotação chegou a cair entre o fim da manhã e o início da tarde, chegando a R$ 5,40 por volta das 13h30. No entanto, a moeda norte-americana acelerou nas horas finais de negociação.

Apesar da alta de hoje, a divisa encerrou a semana com recuo de 1,05%. Nos primeiros dias de 2022, o dólar acumula queda de 2,16%.

O mercado de ações teve um dia parecido. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 108.942 pontos, com queda de 0,15%. Como nos últimos dias, o indicador foi impulsionado por ações de empresas ligadas a commodities (bens primários com cotação internacional) e do setor varejista, mas o desempenho ruim das bolsas norte-americanas influenciou o mercado brasileiro.

Mesmo com a queda de hoje, a bolsa fechou a semana com alta de 1,88%. Em 2022, a valorização chega a 3,93%. Há duas semanas, o Ibovespa chegou a acumular perdas de 12% neste ano.

Leia mais:  Guedes diz que BNDES está devendo e deu 'rasteira' no governo

O mercado brasileiro teve um dia tranquilo comparado com o exterior. Sob a expectativa da reunião do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) da próxima semana, as bolsas dos Estados Unidos caíram e os rendimentos dos títulos do Tesouro do país (considerados os investimentos mais seguros do mundo) voltaram a subir. Taxas mais altas em economias avançadas estimulam a fuga de recursos de países emergentes, como o Brasil.

Apesar da pressão internacional, os mercados emergentes foram menos afetados que o habitual. Prevaleceu, entre os investidores, a ideia de que os efeitos do aperto da política monetária norte-americana estão precificados (incorporada aos preços) nos países em desenvolvimento.

Na terça (25) e quarta-feira (26), o Fed faz a primeira reunião do ano. Embora o encontro não deva resultar em alta de juros nos Estados Unidos, o mercado espera que o órgão forneça sinais para a reunião de março, quando deve ocorrer o primeiro reajuste após o início da pandemia de covid-19.

*Com informações da Reuters

Edição: Claudia Felczak

Leia mais:  Luiza Trajano, do Magalu, deixa lista de bilionários da Forbes

publicidade

Economia

Nubank, Banrisul e mais empresas abrem 400 vagas em tecnologia

Publicado

Nubank, Banrisul e mais empresas abrem 400 vagas em tecnologia
Ana Marques

Nubank, Banrisul e mais empresas abrem 400 vagas em tecnologia

O Nubank é uma das empresas com vagas abertas para desenvolvedores, DevOps e gerente de tecnologia no Brasil. Mas há outros grandes nomes no compilado desta semana, incluindo mais um do setor financeiro, o Banrisul, que também busca profissionais de TI para preencher seu time. A seguir, veja mais informações sobre essas e outras oportunidades na área.

Nubank tem vagas em São Paulo

O Nubank está em sétimo lugar na lista de empresas que são o sonho dos brasileiros quando o assunto é vaga de emprego. Se você faz parte desse grupo de fãs da fintech, vale ficar de olho nas oportunidades em aberto para o setor de tecnologia.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

Atualmente, para o escritório de São Paulo, há posições disponíveis para especialista em dados, engenheiros de software, gerente de tecnologia e DevOps, entre outras. Algumas delas são exclusivas para pessoas com deficiência (PCD).

Para conhecer mais detalhes e realizar a candidatura, basta acessar a página de vagas do Nubank.

Banrisul tem 274 vagas em concurso

Profissionais de TI encontram 274 vagas para nível técnico no concurso público da Banrisul, que aceitará inscrições de 1º a 18 de julho (mediante taxa de R$ 173). As posições estão divididas em sete áreas:

  • segurança da tecnologia de informação
  • desenvolvimento de sistemas
  • transformação digital
  • gestão de tecnologia de informação
  • QA e analistas de teste
  • suporte à infraestrutura de TI
  • suporte à plataforma mainframe.
Leia mais:  Paes de Andrade não cumpre requisitos para comandar Petrobras

Os selecionados serão contratados em regime de 30 horas semanais, e devem ter formação em qualquer curso de ensino superior. A princípio, as vagas são para Porto Alegre, mas há possibilidade de trabalho remoto.

Realize sua inscrição por meio do site do Cebraspe.

Agi busca profissionais de tecnologia

Ainda falando sobre empresas do setor financeiro, o Agi abriu cerca de 80 vagas para diversos times, incluindo o de tecnologia. Apesar de ter sede corporativa em Campinas, a companhia oferece modelos de trabalho híbrido e remoto, a depender do cargo.

Há posições para engenheiros de software backend, analista de cibersegurança, especialista em arquitetura de software e analista de operações, entre outras.

Você pode encontrar mais informações sobre os requisitos de cada vaga e o regime de contratação na página de carreiras do Agi.

Invillia tem vagas 100% remotas

A Invillia presta serviços de transformação digital para empresas, e oferece oportunidades de trabalho remoto para profissionais de tecnologia. Atualmente, há posições em aberto para desenvolvedor backend, analista de infraestrutura, desenvolvedor mobile (iOS) e analista de qualidade, entre outras.

Leia mais:  Luiza Trajano, do Magalu, deixa lista de bilionários da Forbes

A companhia é bem avaliada no Glassdoor, plataforma que reúne comentários de funcionários e ex-colaboradores; e promete um universo próprio e imersivo para trabalho, que já recebeu prêmio da Microsoft.

Você pode encontrar os requisitos de cada vaga e mais informações sobre candidatura na plataforma Gupy.

Tecnocast 247 – O trabalho remoto ainda não é unanimidade

A pandemia inseriu diversas empresas na realidade do trabalho remoto. Muita gente torceu para que essa mudança forçada tornasse esse modelo o novo padrão. Mais de dois anos e algumas doses de vacina depois, vemos que não é bem assim. Mas quais são os motivos da desconfiança em relação a esse modelo? Falamos sobre o tema no Tecnocast 247. Dá o play!

Tecnocast · 247 – O trabalho remoto ainda não é unanimidade

Nubank, Banrisul e mais empresas abrem 400 vagas em tecnologia

Fonte: IG ECONOMIA

Continue lendo

Mais Lidas da Semana