conecte-se conosco

Saúde

Dores na lombar: veja como a fisioterapia ajuda no tratamento

Publicado

source
Dores na lombar: veja como a fisioterapia ajuda no tratamento
Redação EdiCase

Dores na lombar: veja como a fisioterapia ajuda no tratamento

Especialista ressalta a importância da fisioterapia para combater as dores na coluna

Por Julia Vitorazzo

A dor na coluna é mais comum do que se pensa e pode ser associada a diferentes situações, como a má postura, esforços repetitivos ou problemas mais sérios como hérnia de disco ou fraturas e tumores. Um levantamento realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que 80% da população mundial pode ser afetada por problemas na coluna, sendo a segunda maior causa de aposentadoria por invalidez no Brasil. Esse alto percentual está relacionado principalmente ao estilo de vida sedentário e maus hábitos nas atividades do dia a dia.

> Asma: tipos, causas, sintomas e tratamentos

Tratamento fisioterapêutico adequado

“O tratamento para esse desconforto depende do tipo e da localização da dor e pode ser feito com o auxílio da fisioterapia, medicamentos e nos casos mais graves, cirurgia. A dor na coluna nunca deve ser ignorada e somente um especialista pode fazer o diagnóstico e indicar o tratamento mais adequado”, explica Bernardo Sampaio.

Leia mais:  Saúde amplia público da campanha de vacinação contra gripe

Técnicas e recursos para cada caso

A partir da avaliação e orientação de um especialista é possível fazer um tratamento fisioterapêutico para dor lombar com a utilização de aparelhos e técnicas manuais para alívio da dor, exercícios terapêuticos que visam melhorar a funcionalidade para cada caso. É importante salientar que o tempo de tratamento pode variar de pessoa para pessoa e que as técnicas e recursos a serem utilizados também variam de caso para caso, mesmo tendo o mesmo diagnóstico.

“Podemos indicar exercícios de alongamento e fortalecimento utilizando faixas e elásticos, bem como exercícios de fortalecimento utilizando bola Suíça. O plano de tratamento e exercícios é individualizado para cada paciente. Por isso, a participação do fisioterapeuta é tão fundamental”, enfatiza o fisioterapeuta Bernardo Sampaio.

> Entenda o que é nistagmo, condição que afeta cantor do Black Eyed Peas

Medidas para tratar e prevenir dores na lombar

Esse desconforto atinge uma grande parte da população, estando entre as principais causas de absentismo ao trabalho. Mesmo essa dor, na maioria dos casos, sendo benigna, pode ser incômoda e incapacitante. Pode degradar muito a qualidade de vida das pessoas. Mas, felizmente, na maioria dos casos, existe um conjunto de medidas curativas e preventivas que nos permitem tratar e prevenir eficazmente este problema.

Leia mais:  Coreia do Norte afirma ter detectado primeiro caso de Covid-19 no país

Por isso, o fisioterapeuta destaca a importância da prevenção, como prestar atenção na postura corporal no dia a dia, adotar estilo de vida saudável para evitar o sobrepeso, praticar atividade física regularmente e fazer alongamentos diários.

Confira mais informações sobre saúde na revista ‘Cuidando da saúde’

Fonte: IG SAÚDE

publicidade

Saúde

Covid-19: Brasil tem 16,6 mil novos casos e 36 óbitos em 24 horas

Publicado

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (26) mostra que o Brasil registrou, em 24 horas, 16.679 novos casos de covid-19.

No total, o país contabiliza 32.078.638 registros da doença. Destes, 792.581 (2,5%) seguem em acompanhamento, ou seja, são casos ativos.

As secretarias estaduais de saúde registraram 36 mortes por covid-19 em 24 horas. No total, a pandemia resultou em 670,405 óbitos no país.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil. Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil. – Ministério da Saúde

O número de recuperados é de 95,4% do total – 30,6 milhões de brasileiros são considerados curados.

O informativo mostra ainda que houve 161 óbitos por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) nos últimos 3 dias. Há também 3.283 óbitos por SRAG em investigação, e que ainda necessitam de exames laboratoriais confirmatórios para serem relacionados à covid-19.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (170.607), Rio de Janeiro (74.053), Minas Gerais (62,015), Paraná (43.654) e Rio Grande do Sul (39.968).

Leia mais:  Beneficiário obeso custa R$ 33 mil por ano para a saúde suplementar

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.002), Amapá (2.140), Roraima (2.152), Tocantins (4.158) e Sergipe (6.356).

Vacinação

Até este sábado, foram aplicadas 449,9 milhões de doses, sendo 177,9 milhões referentes à 1ª dose e 160,7 milhões relativas à 2ª dose. Outras 93,1 milhões de doses dizem respeito à primeira dose de reforço, enquanto 8,9 milhões são da segunda dose de reforço. O painel registra, ainda, 4,1 milhões de doses adicionais. As vacinas de dose única – protocolo que já não é mais usado – foram 4,9 milhões.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Mais Lidas da Semana