conecte-se conosco

Internacional

Governo dos Estados Unidos indica nova embaixadora no Brasil

Publicado


O governo dos Estados Unidos indicou nova embaixadora para ocupar o posto diplomático no Brasil. Elizabeth Frawley Bagley passará a chefiar a embaixada norte-americana em Brasília e comandar as relações diplomáticas entre os dois países.

Elizabeth Frawley Bagley Elizabeth Frawley Bagley

Elizabeth Frawley Bagley – U.S. State Department

Para a confirmação do posto, a indicação precisa ser apreciada e confirmada pelo Senado norte-americano. A embaixada não informou quando a votação deverá ocorrer. O partido Democrata possui, atualmente, 48 cadeiras no Senado, contra 50 do Partido Republicano. Entretanto, os dois senadores independentes da casa também apoiam Joe Biden, e a presidente da casa – que possui poder de desempate em votações acirradas – é a vice-presidente Kamala Harris, o que garante, na prática, maioria ao governo atual. Haverá eleições para o Senado norte-americano em novembro – as chamadas eleições mid-term.

Bagley é advogada e diplomata. Atualmente é diretora de uma empresa de telecomunicações no estado do Arizona. A única experiência como embaixadora foi no comando da representação diplomática dos EUA em Portugal.

A diplomata trabalhou como conselheira de secretários de Estado durante os governos democratas de Bill Clinton e Barack Obama. Durante a carreira diplomática, também ocupou postos de representante especial para a Assembleia das Nações Unidas e de parcerias globais.

Na avaliação da professora de relações internacionais da Pontifícia Universidade Católica do do Rio de Janeiro (PUC-RJ) Ana Garcia, a mudança tem que ser vista no contexto de rearrumação do governo de Joe Biden para enfrentar desafios no combate à pandemia, recuperação econômica e na política externa.

“No caso do Brasil, a mudança da embaixadora vem no ano eleitoral, e isso não é irrelevante no campo das relações exteriores. O Brasil é um país fundamental para os americanos no continente, porque é um país que ainda consegue ter força diplomática frente à China, algo que em outros países da América Latina tem sido difícil”, analisa.

A professora acrescenta que Elizabeth Bagley é bem situada dentro do Partido Democrata e tem grande histórico no setor privado. “O governo brasileiro deverá ter nessa nova embaixadora uma figura importante de referência para a aproximação com os Estados Unidos”, concluiu.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Leia mais:  Venezuelano fica com tesoura dentro do estômago após cirurgia e morre
publicidade

Internacional

Polícia resgata 77 pessoas presas por pastor em igreja na Nigéria

Publicado

mais de 20 crianças e 40 adultos foram resgatados de igreja na Nigéria
Reprodução/Redes Sociais

mais de 20 crianças e 40 adultos foram resgatados de igreja na Nigéria

A polícia da  Nigéria resgatou 77 pessoas, incluindo crianças, que foram presas em um  igreja no estado de Ondo, sudoeste do país. Conforme as autoridades locais, alguns integrantes do grupo estavam no local há meses sob a justificativa de que deviam esperar a Segunda Vinda de Jesus Cristo para a Terra.

“A investigação preliminar revelou que Josiah Peter Asumosa, pastor assistente da igreja, foi quem disse aos membros que o Arrebatamento cristão ocorreria em abril, mas depois disse que foi alterado para setembro de 2022 e obrigou os jovens membros que obedecessem ‘apenas seus pais no Senhor'”, disse a assessora de imprensa da polícia Funmilayo Odunlami neste sábado, conforme a BBC.

A Segunda Vinda é uma crença cristã no retorno de Jesus Cristo após sua ascensão bíblica ao céu. Já arrebatamento é a ideia de que os cristãos serão levados para o Céu após a chegada do Salvador.

Leia mais:  Guerra: Rússia controla 20% do território ucraniano, diz Zelensky

A polícia encontrou o grupo depois que pais e mães procuraram as autoridades dizendo que os filhos estavam desaparecidos e acreditava que eles estavam na igreja. Ao todo, os agentes resgataram 26 crianças, oito adolescentes e 43 adultos num apartamento no subsolo do templo.

“Uma família que também estava por perto durante o resgate disse que sua filha abandonou a escola devido aos ensinamentos duvidosos do pastor e saiu de casa em janeiro para começar a viver na igreja”, revelou Odunlami.

O pastor da igreja pentecostal, David Anifowoshe, e seu assistente foram presos, enquanto as vítimas foram levadas aos cuidados das autoridades. A dupla será investigada e deve responder pelo caso criminalmente.

— Com informações de agências internacionais

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Leia mais:  Papa exibe bandeira da Ucrânia e critica ‘impotência’ da ONU

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Mais Lidas da Semana