conecte-se conosco

Tecnologia

iFood recebe autorização da Anac para entregas com drones no Brasil

Publicado


source
Drone realiza entrega do iFood
Divulgação/iFood

Drone realiza entrega do iFood

O iFood deu mais um passo para implementar as entregas com drones no Brasil. Na última sexta-feira (21), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu a primeira autorização para entregas comerciais com o modal no país. A modalidade é fruto de uma parceria entre a empresa de delivery e a Speedbird Aero.

A autorização foi dada ao modelo DLV-1 NEO da fabricante Speedbird Aero. Segundo a agência, este é o primeiro multirrotor a receber o sinal verde para ser operado comercialmente em território nacional em rotas BVLOS (Beyond Visual Line of Sight, em inglês), ou seja, além da linha visual do piloto. Assim, o dispositivo pode ser usado para entregas no país.

Leia Também

A permissão é concedida para entregas de cargas de até 2,5 Kg em um raio de 3 km, inclusive em espaços urbanos. Ainda assim, há alguns requisitos para garantir a segurança da operação, como não sobrevoar pessoas, manter distâncias de possíveis fontes de interferências eletromagnéticas e observar alturas máximas e mínimas. As condições meteorológicas também devem ser consideradas.

Leia mais:  Xiaomi chega a meio bilhão de usuários de celular e lucra 70% a mais

“É esperado que o ganho de experiência prática e o desenvolvimento de novas ferramentas e soluções tecnológicas permitirão no futuro operações cada vez mais avançadas com menos restrições e em maior volume com manutenção de um elevado padrão de segurança operacional”, anunciou a Anac.

iFood: drones prometem agilizar entregas

Para o head de logística e inovação do iFood, Fernando Martins, a novidade promete agilizar as entregas. Mas isto não significa que toda a extensão será feita com um drone: a empresa explica que o equipamento faz apenas uma parte do trajeto. “[Os drones] levam os pedidos até um droneport (área específica e segura para pousos e decolagens de drones), onde são coletados por um parceiro entregador do iFood que completa a entrega fazendo o transporte até a porta dos clientes”, afirmaram.

O uso de drones para entrega no iFood vem sendo implementado desde 2020. Em agosto daquele ano, a Anac emitiu o Certificado de Autorização de Voo Experimental (CAVE) para a companhia testar a tecnologia. A empresa anunciou o início do experimento em Campinas (SP) pouco depois, utilizando o mesmo esquema de levar os pedidos até um droneport para a entregar ser concluída por um entregador.

Leia mais:  99 vai dar dinheiro de volta em corridas feitas com carteira digital

Outros testes foram realizados recentemente. Em dezembro, o  iFood levou a operação para Aracaju (SE) e testou o trajeto entre duas cidades. Na ocasião, o drone atravessou o rio Sergipe a partir do Shopping RioMar Aracaju e percorreu 2,8 km até Barra dos Coqueiros, cidade vizinha da capital sergipana. “A viagem pelo ar levou 5 minutos 20 segundos, contra a estimativa de 25 a 55 minutos do trajeto terrestre”, afirmaram.

publicidade

Tecnologia

JBL Pulse 5, com bateria grande, é aprovada pela Anatel

Publicado

source
JBL Pulse 5, com bateria grande e certificação IP67, é aprovada pela Anatel
Bruno Gall De Blasi

JBL Pulse 5, com bateria grande e certificação IP67, é aprovada pela Anatel

A Anatel deu o sinal verde para a venda de mais uma caixa de som Bluetooth da Harman no Brasil. É o caso da JBL Pulse 5, homologada pela Agência Nacional de Telecomunicações nesta sexta-feira (24). Entre os destaques do acessório, estão a bateria com promessa de longa duração e a proteção contra poeira e água.

O certificado solicitado pela Harman do Brasil é destinado ao produto de modelo “PULSE5”. Segundo o manual, que está anexado nos arquivos da Anatel acessados pelo Tecnoblog, trata-se da JBL Pulse 5. A caixa de som, vale lembrar, foi revelada durante a CES 2022, no começo de janeiro.

A documentação ainda dá outras pistas do gadget, como as unidades fabris na China e Vietnã. As fotos ainda revelam o formato de pílula, uma característica icônica da linha. Além disso, a Pulse 5 possui luzes coloridas, uma alça para segurá-la e certificação IP67, que atesta a proteção contra água e poeira.

Leia mais:  Xiaomi chega a meio bilhão de usuários de celular e lucra 70% a mais
Certificado de homologação JBL Pulse 5 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Certificado de homologação JBL Pulse 5 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

JBL Pulse 5: bateria promete 12 horas de duração

A ficha técnica oferece uma bateria grande, que garante 12 horas de reprodução de música, segundo um comunicado à imprensa da Harman divulgado em janeiro. Além disso, o dispositivo possui Bluetooth 5.3 e JBL PartyBoost. A caixa de som também conta com um novo design com um radiador passivo maior para graves mais profundos e um woofer melhor para médios.

Não há previsão de lançamento da JBL Pulse 5 no Brasil. No exterior, por outro lado, a caixa de som chegou às lojas por US$ 250 (cerca de R$ 1.315 em conversão direta).

No Brasil, a JBL Pulse 4 está à venda por R$ 1.599. 

Continue lendo

Mais Lidas da Semana