conecte-se conosco

Pet

Menina sobrevive a uma tempestade de neve graças a um vira-lata

Publicado


source
Menina de dez anos ficou abraçada a cachorro de rua e conseguiu sobreviver
Reprodução

Menina de dez anos ficou abraçada a cachorro de rua e conseguiu sobreviver

Uma menina de dez anos sobreviveu a uma tempestade de inverno na Rússia. A criança foi salva devido a cachorro de rua que lhe deu calor em meio às temperaturas extremas, informou o USA Today.

A pequena Vika Z. foi localizada cerca de 18 horas depois de ter sido dada como desaparecida, sofrendo queimaduras de frio e abraçando o animal.A menina desapareceu a um quilômetro e meio de casa quando voltava da escola em Uglegorsk, uma ilha na costa leste da Rússia, ao norte do Japão e do outro lado do oceano do Alasca.


Uma forte nevasca causou pilhas de quase 60 centímetros de altura e as temperaturas caíram para 11º abaixo de zero, disse a polícia local. As condições climáticas dificultaram a busca, levando os socorristas a acreditar que não a encontrariam viva.

Leia mais:  Cachorro reage ao próprio viral e volta a viralizar: "ciclo infinito"

“O fato de a menina ainda estar viva com esse tempo é realmente um milagre”, disse o voluntário Anatoly Ivanov a um jornal local. 

Leia Também

Uma pessoa na região ligou para as autoridades para relatar ter visto uma menina brincando com um cachorro de rua perto de um abrigo.

A menina, que estava vestida adequadamente para o frio, foi encontrada debaixo de uma varanda abraçando o animal “para se aquecer” e sentado em um colchão na rua nevada.

Ela foi levada para o hospital, onde foi relatado que ela estava sofrendo de “leve congelamento”.

De acordo com o jornal The Daily Mail, as autoridades locais garantiram que a menina adora brincar com os animais e que, justamente quando ia alimentar os cães de rua depois da escola, foi apanhada pela tempestade. O cachorro que protegia o menor não foi encontrado e é procurado pela comunidade para ser adotado.

Fonte: IG PET

publicidade

Pet

5 raças de cachorros pequenos: conheça as características de cada uma delas

Publicado

5 raças de cachorros pequenos: conheça as características de cada uma delas
Redação EdiCase

5 raças de cachorros pequenos: conheça as características de cada uma delas

Médica veterinária fala sobre os cuidados necessários com alguns cães de pequeno porte

Existem diversas raças de cachorros de pequeno porte, com características e necessidades específicas. Por isso, conhecer cada uma delas é importante para garantir que o pet seja bem cuidado e conviva em harmonia com a família.

> Como cuidar de filhotes de cachorro e gato

1. Maltês

Segundo a médica veterinária Mabel Vaz, essa raça é inteligente e afetuosa com o tutor. “São muito alegres e expressivos, qualidades que fazem deles maravilhosos cães de companhia. Eles são muito bonitos e elegantes por conta da pelagem, e são uma ótima companhia para quem mora em espaços pequenos. Seu pelo é longo e liso, e não precisa de tosa, apenas uma escovação diária. Muito alegres e agitados, eles sempre estão dispostos para brincar”, lista a médica veterinária.

Porém, esse cãozinho não gosta de ficar muito tempo sozinho. Precisa sempre estar perto de alguém, pois sua capacidade de interagir é grande. Ele convive muito bem com pessoas e outros animais. Possui muita energia e, consequentemente, exige a prática constante de exercícios para não se tornar um animal muito estressado.

Leia mais:  Presidente da Ucrânia condecora cachorro com medalha de honra

> Adoção de cachorro: veja como escolher entre macho e fêmea

2. Buldogue Francês

“Excelente companheiro, sociável, alegre, brincalhão, carinhoso e inteligente”, descreve a veterinária Mabel Vaz. Para o Buldogue Francês, um pouquinho de exercício já é suficiente. Como ele é do tipo que tem focinho chato/curto, tem mais dificuldade para respirar quando pratica exercícios físicos.

Esse pequeno cachorro ama companhia e precisa estar sempre rodeado por humanos. Adora todos a sua volta, gosta de ficar no colo e brincar com as crianças. Essas qualidades fazem do Buldogue Francês uma excelente companhia.

3. Lulu da Pomerânia

Esse cachorro parece um bichinho de pelúcia! É encantador. Também conhecido como Spitz Alemão Anão, esse pet é bem calmo, tranquilo e gentil. A pelagem é bastante espessa, mas não exige tosa. Para manter os pelos saudáveis, é importante escová-los todos os dias.

O Lulu da Pomerânia é muito inteligente e alegre. Está sempre em alerta para qualquer perigo e observa todas as ações à sua volta. Pode se dar muito bem com crianças, desde que ele seja apresentado a elas desde filhote. É um cachorro muito ativo e, às vezes, pode latir muito.

Leia mais:  Cachorro impede que amigo encrenqueiro se meta em confusão

> Ansiedade em animais de estimação: saiba como identificar e tratá-la

4. Pug

“São muito atentos e dóceis”, conta Mabel Vaz. Esse cãozinho é muito caseiro, adora ficar no colo e não late tanto à toa. O Pug não se dá muito bem com atividades físicas intensas. Por isso, é uma boa companhia para quem prefere ficar em casa, sossegado.

Assim como o Buldogue Francês, o Pug pode ter dificuldades para respirar e isso costuma gerar um ronco ofegante. É um animal inteligente e obediente. Está sempre de bom humor.

5. Pinscher 

“É muito afetuoso com o dono, mas não tolera facilmente os desconhecidos. Late furiosamente e dá o alarme ante o menor movimento suspeito”, explica Mabel Vaz. Eles são bem parecidos com a raça Chihuahua, por isso, muitas vezes são confundidos um com o outro. É um cachorro dócil e companheiro. Enérgico, ele adora latir.

É um cão que está sempre em sinal de alerta e desconfia de todos os estranhos. Por ter um temperamento eufórico, e devido ao seu tamanho, quem tem crianças em casa precisa tomar cuidado. Elas podem machucá-lo sem querer, e ele pode tentar revidar.

Confira mais dicas para cuidar dos animais de estimação na revista ‘Guia dos Pets’

Fonte: IG PET

Continue lendo

Mais Lidas da Semana