conecte-se conosco

Saúde

Parada cardíaca de menina foi causada por doença rara e não por vacina

Publicado


source
A menina foi hospitalizada na tarde da última quarta-feira (19/01), cerca de 12 horas depois de tomar a dose pediátrica
Jefferson Peixoto/Secom

A menina foi hospitalizada na tarde da última quarta-feira (19/01), cerca de 12 horas depois de tomar a dose pediátrica

A Secretaria da Saúde de São Paulo concluiu nesta quinta-feira (20) que a vacina contra a Covid-19 da Pfizer não causou uma parada cardíaca em uma menina de 10 anos, notificada em Lençóis Paulista.

O comitê científico da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, que reúne técnicos da vigilância sanitária e especialistas médicos, analisou o caso e chegou à conclusão. A menina foi hospitalizada na tarde da última quarta-feira (19/01), cerca de 12 horas depois de tomar a dose pediátrica.

De acordo com as informações do prontuário hospitalar da paciente, a parada cardíaca da criança ocorreu em decorrência de uma doença rara pré-existente.

A análise apontou que foi uma doença congênita rara, até então desconhecida pela família, que desencadeou a parada cardíaca. A criança já teve o quadro revertido e se encontra hospitalizada, apresentando quadro estável. Ela foi internada em uma UTI de um hospital de Botucatu, onde permanece em observação. 

Leia mais:  Governo anuncia fim da emergência sanitária por covid-19 no país
Fonte: IG SAÚDE

publicidade

Saúde

Covid-19: Brasil registra 316 óbitos e 76,6 mil casos em 24 horas

Publicado

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 76.638 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas em todo o país. Foram confirmadas no mesmo período  316 mortes por complicações associadas à doença. Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta terça-feira (28).

Com as novas informações, o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia já soma 32.206.954.

O número de casos de covid-19 em acompanhamento está em 771.183. O termo é usado para designar casos notificados nos últimos 14 dias em que o paciente não teve alta e não houve morte.

Com os números de hoje, o total de óbitos alcançou 670.848, desde o início da pandemia. Ainda há 3.266 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente faleceu, mas a investigação da causa da morte ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Até agora, 30.764.923 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 95,5% dos infectados desde o início da pandemia.

Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico

Boletim Epidemiológico – 28/06/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Leia mais:  Ministro Queiroga estuda liberar máscaras e testes para turistas

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (170.736), Rio de Janeiro (74.092), Minas Gerais (62.064), Paraná (43.707) e Rio Grande do Sul (39.974).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.002), Amapá (2.140), Roraima (2.153), Tocantins (4.162) e Sergipe (6.357).

Vacinação

Até o momento, já foram aplicadas 450.433.361 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 178 milhões como primeira dose; 160,7 milhões, como segunda; e 4,9 milhões como dose única.

Já receberam a dose de reforço vacinal 93,3 milhões de pessoas. A segunda dose extra, ou quarta dose da vacina, foi aplicada em 9,1 milhões de pessoas.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Mais Lidas da Semana