conecte-se conosco

Carros

Peugeot 208 1.6 Like: versão mais em conta até a chegada do novo 1.0

Publicado

source
Peugeot 208 1.6 Like: visual deverá ser o mesmo da versão que terá o mesmo motor 1.0 Fire Fly do Fiat Argo
Divulgação

Peugeot 208 1.6 Like: visual deverá ser o mesmo da versão que terá o mesmo motor 1.0 Fire Fly do Fiat Argo

A Peugeot vai apostar em versões com maior apelo no mercado do hatch compacto 208, feito na Argentina, na tentativa de brigar por um lugar de destaque do segmento do qual fazem parte Hyundai HB20, Chevrolet Onix, Fiat Argo e companhia. A principal investida será o modelo com motor 1.0 Fire Fly, que será lançado no fim do mês.

Enquanto a novidade não estreia nas lojas, avaliamos com mais detalhes a versão básica Like 1.6 ( a partir de R$ 85.990), que apesar de ter calotas plásticas , câmbio manual de 5 marchas, bancos de tecido e lâmpadas convencionais no lugar das de LED, mostra que os então chamados “carros populares” não existem mais. Não apenas por causa do preço, que passa dos R$ 85 mil. Mas pelo nível de equipamentos , desempenho, estilo, entre outros quesitos.

Ainda não será dessa vez que o Peugeot 208 vai assustar a concorrência. A versão básica Like 1.6 tem suas qualidades, mas ainda fica devendo na relação entre custo e benefício na comparação com alguns rivais, principamente os que vêm com motores 1.0 turbinados mais eficientes, maior autonomia e espaço no porta-malas, entre outras vantagens. Porém, o carro deixou claro que tem potencial para brilhar com motor 1.0 e preço competitivo.

Assim como a versão Like 1.6 avaliada, a nova que virá com o 1.0 do Fiat Argo terá uma série de detalhes que agradam no 208, como cluster em posição elevada, volante com o topo e a base achatados, além do conforto ao rodar, baixo nível de ruído e estilo que sai do lugar comum.

Leia mais:  Audi revela conceito urbansphere  focado em metrópoles chinesas

Dirigir o Peugeot no dia a dia também deixou claro o quanto os hatches compactos evoluíram e passaram a ter um rodar tão (ou até mais) confortável que dos médios de pouco tempo atrás.

Com relações de marchas bem escalonadas, o 208 Like 1.6 com câmbio manual é um alívio para quem gosta de se sentir no comando total do carro. Pode acelerar que não há vibrações e sempre silêncio a bordo . Os engates são fáceis, mas poderiam ser mais precisos nas reduções rápidas e curso menor da alavanca para atingir a perfeição.

Conforme o motor vai ganhando rotação, o ponteiro do contagiros no quadro de instrumentos se move ao contrário do sentido do velocímetro, outro detalhe do Peugeot para quem gosta de ideias que fogem do convencional. A visibilidade proporcionada pelos retrovisores é boa e as assistências tanto de direção, quanto de freios e embreagem funcionam bem, contribuindo com o prazer ao dirigir.

A tocada do Peugeot 208 Like 1.6 é animadora até certo ponto, ajudada pelos pneus 195/60R 15, um pouco mais largos que o dos principais rivais. O motor Flex Start é o primeiro que dispensou o famoso tanquinho da partida a frio, há uma década, e conta com variador de fase na admissão, o que ajuda a ganhar fôlego em baixa rotação, facilitando as retomadas e ultrapassagens. De acordo com dados da fabricante, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 10,8 s, o mesmo que um Argo 1.3 manual consegue fazer.

O 208 Like avaliado estava com central multimídia compatível com Android Auto e Apple Car Play, mas com espelhamento com fio. E toda vez que for preciso controlar o ar-condicionado deve-se acessar a tela sensível ao toque e ter a paciência de voltar para o menu principal. Pelo menos os ajustes são detalhados fica fácil de conseguir o nível ideal da climatização.

Peugeot 208 1.6 Like tem interior que foge do convencional, com cluster em posição elevada, entre outros itens
Divulgação

Peugeot 208 1.6 Like tem interior que foge do convencional, com cluster em posição elevada, entre outros itens

Leia mais:  BYD prepara elétrico popular na China

Por dentro, ainda se destacam os bancos confortáveis do 208 , o acabamento do painel que imita fibra de carbono e o desenho que segue o arrojo das linhas externas. Entretanto, embora o espaço interno seja razoável para cinco ocupantes, o porta-malas é o menor entre os hatches compactos, com 265 litros (300 litros de Argo e Polo e 275 do Onix).

E quando o assunto é economia de combustível, ainda mais em tempos de preços nas alturas, o Peugeot 208 Like 1. 6 também fica na lanterna. Segundo o Inmetro, com gasolina, faz 11,5 km/l na cidade e 13,1 km/l na estrada, ante 13,5 km/l e 16 km/, respectivamente, do Chevrolet Onix LT 1.0 Turbo, o campeão de economia. Com tanque de 47 litros, também acaba tendo a menor autonomia (432 km em trechos rodoviários, como gasolina) na comparação com os principais concorrentes.

Conclusão

O Peugeot 208 Like 1.6 tem detalhes peculiares e um rodar confortável e silencioso entre os principais atrativos. Estiloso e com itens que fogem do convencional, o carro mostra que a nova versão 1.0 que está prestes a chegar tem potencial para se dar bem no mercado, com melhor relação entre custo e benefício. No caso da 1.6 avaliada, mesmo com suas qualidades, fica atrás dos principais rivais em vários quesitos.

Ficha Técnica

Peugeot 208 1.6 Like

Preço: a partir de R$ 84.990

Motor: 1.6, quatro cilindros, flex

Potência: 115 cv (G) / 118 (E) a 5.750 rpm

Torque: 15,4 kgfm a 2.000 rpm (E) / 15,5 kgfm a 4.000 rpm (G)

Transmissão: Manual,  cinco matchas, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / Eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / tambor (traseiros)

Pneus: 195/60 R15

Dimensões: 4,06 m (comprimento) / 1,74 m (largura) / 1,45 m (altura), 2,54 m (entre-eixos)

Tanque: 47 litros

Porta-malas: 265 litros

Consumo etanol: 7,9 km/l (cidade) / 9,2 km/l (estrada)

Consumo gasolina: 11,5 km/l (cidade) / 13,1 km/l (estrada)

0 a 100 km/h:  12 s

Máxima: 190 km/h

Fonte: IG CARROS

publicidade

Carros

Volvo inaugura mais um carregador rápido para eletrificados em SP

Publicado

source
Ao todo, dois veículos podem ser recarregados simultaneamente, de acordo com a Volvo
Guilherme Menezes/ iG Carros

Ao todo, dois veículos podem ser recarregados simultaneamente, de acordo com a Volvo

A Volvo acaba de estrear seu segundo carregador rápido para carros elétricos, na cidade litorânea de São Sebastião (SP). Essa é a primeira fase, que contará com um total de 13 carregadores, com estimativa para serem completamente instalados até meados de setembro de 2022.

Os novos carregadores vão ligar os corredores do Litoral Norte de SP, o corredor que vai até o Vale do Paraíba e Rio de Janeiro, depois ao que vai até Belo Horizonte (MG), assim como o que irá até Curitiba (PR) e para as cidades do interior de SP.

Entretanto, depois da conclusão desta etapa, terão mais quatro etapas (completando cinco, ao todo). Segundo apuramos com João Oliveira, Diretor de Operações da Volvo do Brasil , a fabricante vai analisar o resultado da conclusão da primeira etapa para determinar prazos e locais para as etapas dois e três.

Aprendemos rapidamente como se utiliza o equipamento, que faz recarga de 80% do total em 35 minutos
Guilherme Menezes/ iG Carros

Aprendemos rapidamente como se utiliza o equipamento, que faz recarga de 80% do total em 35 minutos

Leia mais:  BMW lança versões Triple Black dos modelos G 310GS e F 850 GS

Todos os carregadores da Volvo são (e serão) gratuitos para o motorista. A fabricante está, constantemente, à procura de comodatários para os equipamentos , que custam próximo de R$ 1 milhão, entre peças e instalação. Os estabelecimentos serão os que custearão as recargas (com custos de até R$ 80), enquanto a Volvo cuidará da manutenção dos equipamentos.

Ainda pelo o que apurou a reportagem de iG Carros , isso tem despertado interesse das empresas que cedem os espaços, uma vez que, apesar de arcarem com os gastos de energia, serão beneficiados de forma indireta.

De todo modo, a Volvo acredita que, a partir do momento que o mercado já estiver mais desenvolvido, não será mais possível oferecer esse benefício da gratuidade — do mesmo modo que não se abastece carro a combustão sem custo.

A fabricante acredita que é de extrema importância que, o quanto antes, as fabricantes e outras empresas se mobilizem para, ao máximo, preencher o Brasil com os carregadores rápidos . Todos eles têm 150 kWh, o que permite recarga de até 80% em até 35 minutos.

Leia mais:  Dicas para auxiliar na economia de combustível

O motivo é fomentar o mercado dos carros elétricos e híbridos plug-in que, para a Volvo, são o futuro da mobilidade. Além do mais, a ideia é que a ação seja colaborativa.

Ou seja, independentemente de quem instalou o carregador , ele poderá ser utilizado por qualquer carro, de qualquer marca, de modo a beneficiar tanto os consumidores, quanto os fabricantes.

O endereço do ponto de recarga recém lançado é Av. Dr. Manoel Hipólito do Rego, 2500 Praia do Arrastão – São Sebastião/SP.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Mais Lidas da Semana