conecte-se conosco

Policia Federal

PF apreende quase um milhão de reais com passageiro no Aeroporto de SP

Publicado

Guarulhos/SP – A Polícia Federal apreendeu na sexta-feira (29/6), no Aeroporto Internacional de São Paulo, uma grande soma em dinheiro dentro de bagagem despachada para voo nacional.

Funcionários que operam os aparelhos de raio-x no porão de bagagens identificaram vários blocos suspeitos dentro de uma mala que iria para Porto Alegre/RS. Os policiais federais foram acionados e localizaram o passageiro, proprietário da bagagem suspeita. O homem, um brasileiro de 23 anos, foi conduzido à delegacia para acompanhar a revista em seus pertences. Dentro da mala, os policiais encontraram R$ 860 mil sem a documentação que comprovasse sua origem lícita. O dinheiro foi apreendido e instaurado inquérito policial para apurar a prática do crime de lavagem de dinheiro ou ocultação de valores.

Em outra ocorrência, policiais federais abordaram uma passageira, de 34 anos, na fila do check-in de voo para a França. Após uma breve entrevista, eles revistaram as bagagens da suspeita e encontraram cocaína, oculta dentro de oito cabides para roupas. Ao todo, foi apreendido mais de um quilo da droga. A mulher, nacional da Venezuela, foi presa em flagrante por tráfico internacional de drogas e será encaminhada ao presídio feminino da capital.

Leia mais:  PF apreende quase 8 kg de cocaína dentro de embalagens de vinho

Fotos e vídeos da apreensão estão disponíveis para download por meio do link: https://drive.google.com/drive/folders/1F_7vij5iZQgBcx9e18qukArlYxflDgaz?usp=sharing

 

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

publicidade

Policia Federal

Polícia Federal investiga lavagem de dinheiro por parte de organização com atuação na extração e comércio ilegais de ouro

Publicado

São Paulo/SP – A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram nesta terça-feira, 28/6, a Operação Lavagem de Ouro, para coibir a lavagem de dinheiro por parte de organização com atuação na extração e comércio ilegais de ouro.

A partir de representação da Polícia Federal, foram expedidos 52 mandados de busca e apreensão pela Justiça Federal em São Paulo, para endereços relacionados aos líderes do grupo investigado e aos principais intermediários atuantes na lavagem de ativos.

Os mandados foram cumpridos em nove estados da federação (São Paulo, Mato Grosso, Goiás, Pará, Paraná, Paraíba, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rondônia) e no Distrito Federal, com a participação de 208 policiais federais e 14 auditores da Receita Federal. Além disso, a Justiça Federal determinou o bloqueio de contas de 40 investigados, no valor de até R$ 614 milhões.

Foram aprendidos, até o momento, aparelhos de telefonia móvel e computadores dos investigados, documentos relacionados ao comércio ilegal de ouro, além de ouro em diversos endereços.

Os crimes apurados são de lavagem de ativos, receptação qualificada, falsidade Ideológica, redução do pagamento de tributos federais, dificultar a ação fiscalizadora ambiental do poder público, por meio da omissão no pagamento de compensação financeira pela exploração de recursos minerais – CFEM, promoção de organização criminosa e usurpação de bem mineral da União.

Leia mais:  Polícia Federal deflagra operação contra fraude ao Auxílio Emergencial na Bahia

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: (11) 3538 5013

[email protected]

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Mais Lidas da Semana