conecte-se conosco

Policia Federal

PF combate de disseminação de pornografia infantil

Publicado

Piracicaba/SP – A Polícia Federal cumpriu nesta quinta-feira, 23/6, mandado de busca e apreensão para repressão ao compartilhamento, produção e posse de imagens e vídeos com conteúdo de abuso sexual infantojuvenil. O mandado foi expedido pela Justiça Federal em Piracicaba/SP.

Durante o cumprimento da ordem judicial, foram apreendidos dois HDs e um aparelho de telefone celular. A varredura realizada pela equipe técnica no local, sobre esses equipamentos, logrou localizar arquivos categorizados como de natureza pedopornográfica.

O indiciado, preso em flagrante por conta da comprovação da posse do material, responderá no inquérito pelos crimes previstos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente.

Se condenado, poderá cumprir penas que variam de 1 a 4 anos de reclusão por armazenamento, somada a penas que variam de 3 a 6 anos, se comprovado o compartilhamento dos arquivos.

Comunicação Social da Polícia Federal em Piracicaba/SP

Leia mais:  Operação Bumerangue reprime estelionato contra os Correios em GO, PA e DF
publicidade

Policia Federal

PF combate crimes ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau em Rondônia

Publicado

Ji-Paraná/RO – A Polícia Federal, com apoio da Funai, Ibama e Polícia Militar, deflagrou nesta terça-feira (28/06) a segunda fase da operação S.O.S URU com o objetivo de dar continuidade no combate de ilícitos ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau.

A Polícia Federal recebeu informações de que criminosos estariam retomando com atividades criminosas de extração ilegal de madeira e invasão de terras públicas após a deflagração da operação SOS URU em Novembro de 2021. Diante deste cenário e visando inibir ilícitos no interior e mediações da terra indígena nova ação foi realizada neste ano, desta vez, com três frentes de atuação, terrestre, sobrevoo e incursões em rios navegáveis na região Norte e Sul.

Diligências foram realizadas para instruir investigações em andamento que tramitam na Delegacia de Polícia Federal em Ji-Paraná/RO.

Durante as incursões e sobrevoos foram encontrados diversos pontos de desmate com árvores derrubadas no interior da terra indígena, um acampamento improvisado, motos utilizadas no deslocamento interno dos infratores. Todos estes meios para a prática de infrações ambientais foram inutilizados, em conjunto com o Ibama, visando cessar a continuidade de atividades criminosas. Vale destacar também que foram inutilizadas redes de pescas ao longo do principal rio da terra indígena que estavam atentando contra a fauna local.

Leia mais:  PF investiga esquema de cobrança de propinas em arrendamento de terras em reserva indígena

Além de medidas administrativas que foram tomadas pelos órgãos envolvidos na segunda fase da operação S.O.S URU, as ações desenvolvidas contribuíram para inibir a continuidade da degradação na natureza e, especialmente, desarticular o financiamento de práticas criminosas na Uru-Eu-Wau-Wau que possui índios isolados.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia
Telefone: (69) 3216-6242 / 6270
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Mais Lidas da Semana