conecte-se conosco

Policia Federal

PF combate tráfico de drogas e roubo de cargas em Itaboraí

Publicado

Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagra hoje (13) a Operação Caminho Curto, com o objetivo de reprimir o tráfico de drogas e o roubo de cargas na comunidade conhecida como Complexo das Retas (Reta Velha e Reta Nova), no município fluminense de Itaboraí.

Cerca de 80 policiais federais, como o apoio das forças especiais da Polícia Militar, cumprem 27 mandados de prisão temporária e 17 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1° Vara Criminal de Itaboraí da Justiça Estadual.

A operação é resultado de seis meses de investigação sobre ações de criminalidade local e suas ramificações. O principal líder da facção criminosa que atua na região foi recentemente transferido de um presídio federal de volta ao sistema penitenciário do estado do Rio de Janeiro e está entre os alvos da operação. A região do Complexo das Retas, além da forte presença do tráfico de drogas tem elevado índice de roubo de cargas, em razão da proximidade com importantes rodovias de escoamento de produtos e suprimentos no Estado.

Leia mais:  PF combate fraude em Auxílio Emergencial

Haverá atendimento à imprensa, hoje a partir das 10h, no auditório da delegacia da Polícia Federal em Niterói, situada na Praça Fonseca Ramos s/n.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro/RJ
Contato: (21) 2203-4405 / 4406 / 4407
[email protected]

publicidade

Policia Federal

Polícia Federal investiga lavagem de dinheiro por parte de organização com atuação na extração e comércio ilegais de ouro

Publicado

São Paulo/SP – A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram nesta terça-feira, 28/6, a Operação Lavagem de Ouro, para coibir a lavagem de dinheiro por parte de organização com atuação na extração e comércio ilegais de ouro.

A partir de representação da Polícia Federal, foram expedidos 52 mandados de busca e apreensão pela Justiça Federal em São Paulo, para endereços relacionados aos líderes do grupo investigado e aos principais intermediários atuantes na lavagem de ativos.

Os mandados foram cumpridos em nove estados da federação (São Paulo, Mato Grosso, Goiás, Pará, Paraná, Paraíba, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rondônia) e no Distrito Federal, com a participação de 208 policiais federais e 14 auditores da Receita Federal. Além disso, a Justiça Federal determinou o bloqueio de contas de 40 investigados, no valor de até R$ 614 milhões.

Foram aprendidos, até o momento, aparelhos de telefonia móvel e computadores dos investigados, documentos relacionados ao comércio ilegal de ouro, além de ouro em diversos endereços.

Os crimes apurados são de lavagem de ativos, receptação qualificada, falsidade Ideológica, redução do pagamento de tributos federais, dificultar a ação fiscalizadora ambiental do poder público, por meio da omissão no pagamento de compensação financeira pela exploração de recursos minerais – CFEM, promoção de organização criminosa e usurpação de bem mineral da União.

Leia mais:  Polícia Federal prende dois homens com notas falsas

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: (11) 3538 5013

[email protected]

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Mais Lidas da Semana