conecte-se conosco

Policia Federal

PF investiga crimes contra dignidade da criança e adolescente praticados através da internet

Publicado

MANAUS/AM. A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (13/05), a Operação Cyber Moon II, destinada à repressão a crimes contrários à dignidade da criança e adolescente praticados através da internet, com o compartilhamento de imagens pornográficas de abuso de menores.

Na ação, a PF cumpriu um mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Federal Criminal da SJAM na cidade de Manaus. Segundo apurado, o investigado participava de grupos no aplicativo WhatsApp destinados ao compartilhamento e posse de imagens de pornografia de abuso de crianças e/ou adolescentes, conforme informação oriunda do Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil (SERCOPI/DRCC/CGPFAZ/DICOR/PF) em cooperação com a Interpol Roma.

O cumprimento do mandado de busca e apreensão visa a identificar o real usuário da linha telefônica utilizada na prática delituosa bem como angariar outros elementos indicativos de autoria e materialidade.

O investigado foi preso em flagrante pelo cometimento do crime de adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Se condenado, ele poderá cumprir pena de até 4 anos de reclusão.

Leia mais:  PF investiga esquema de desvios de verbas públicas destinadas a Universidade Federal Fluminense

O nome da operação é uma alusão à operação deflagrada pela polícia italiana denominada “LUNA PARK”.

Comunicação Social

Superintendência Regional da Polícia Federal no Amazonas

Instagram: @pfmazonas | Facebook: /pfamazonas

Youtube: /pfamazonas | Twitter: /pfamazonas

[email protected] | www.pf.gov.br

publicidade

Policia Federal

PF investiga grupo que utilizava documentos de pessoas fictícias para dissimular a movimentação de recursos, tomar empréstimos e celebrar negócio

Publicado

Juiz de Fora/MG – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 17/5, a Operação Variante de combate à organização criminosa que utiliza documentos de pessoas fictícias para dissimular a movimentação de recursos, tomar empréstimos e celebrar negócios. 

Foram expedidos seis mandados de busca e apreensão pelo juízo da 4ª Vara Federal de Juiz de Fora, que estão sendo cumpridos nesta mesma cidade.

As investigações revelaram que os criminosos utilizavam cartões e recursos de contas de pessoas que não existiam para pagar despesas rotineiras (compras em restaurantes, mercados, pet shops) e até mesmo para financiar um imóvel perante a Caixa Econômica Federal.

Também foram encontrados registros de aquisição de veículos em nome de algumas dessas pessoas fictícias.

As investigações contaram com a colaboração da Caixa Econômica Federal.

Os investigados poderão responder pelo crime de estelionato qualificado, previsto no art.171 §3ª do Código Penal e, se condenados, cumprir mais de 6 anos de reclusão e multa.

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

Leia mais:  PF e ANM deflagram operação conjunta de combate a crimes contra o meio ambiente na região metropolitana de Curitiba no Paraná

Fone: (31) 3330-5270.
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Mais Lidas da Semana