conecte-se conosco

Policia Federal

PF prende passageiro com mais de 2 kg de cocaína em cinta elástica

Publicado


Guarulhos/SP – A Polícia Federal apreendeu hoje (20/1), no Aeroporto Internacional de São Paulo, mais de 2 kg de cocaína com passageiro de voo internacional.

Policiais federais foram acionados por servidores da Receita Federal. Eles fiscalizavam os passageiros no controle migratório, em razão da suspeita de conteúdo ilegal oculto em uma espécie de cinta elástica usada, na região do abdômen, por um homem.

O passageiro, brasileiro, de 25 anos de idade, foi preso após os policiais encontrarem um volume, envolto em fita adesiva, contendo mais de 2 Kg de cocaína. O suspeito tinha como destino Lisboa, Portugal.

O preso será apresentado à Justiça Federal, onde poderá responder pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

Leia mais:  PF combate crimes ambientais em Ubatuba/SP
publicidade

Policia Federal

PF combate crimes ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau em Rondônia

Publicado

Ji-Paraná/RO – A Polícia Federal, com apoio da Funai, Ibama e Polícia Militar, deflagrou nesta terça-feira (28/06) a segunda fase da operação S.O.S URU com o objetivo de dar continuidade no combate de ilícitos ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau.

A Polícia Federal recebeu informações de que criminosos estariam retomando com atividades criminosas de extração ilegal de madeira e invasão de terras públicas após a deflagração da operação SOS URU em Novembro de 2021. Diante deste cenário e visando inibir ilícitos no interior e mediações da terra indígena nova ação foi realizada neste ano, desta vez, com três frentes de atuação, terrestre, sobrevoo e incursões em rios navegáveis na região Norte e Sul.

Diligências foram realizadas para instruir investigações em andamento que tramitam na Delegacia de Polícia Federal em Ji-Paraná/RO.

Durante as incursões e sobrevoos foram encontrados diversos pontos de desmate com árvores derrubadas no interior da terra indígena, um acampamento improvisado, motos utilizadas no deslocamento interno dos infratores. Todos estes meios para a prática de infrações ambientais foram inutilizados, em conjunto com o Ibama, visando cessar a continuidade de atividades criminosas. Vale destacar também que foram inutilizadas redes de pescas ao longo do principal rio da terra indígena que estavam atentando contra a fauna local.

Leia mais:  PF desarticula organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas

Além de medidas administrativas que foram tomadas pelos órgãos envolvidos na segunda fase da operação S.O.S URU, as ações desenvolvidas contribuíram para inibir a continuidade da degradação na natureza e, especialmente, desarticular o financiamento de práticas criminosas na Uru-Eu-Wau-Wau que possui índios isolados.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia
Telefone: (69) 3216-6242 / 6270
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Mais Lidas da Semana