conecte-se conosco

Policia Federal

PF prende passageiros transportando metanfetamina e cocaína

Publicado


Guarulhos/SP – A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em ação conjunta com a Receita Federal, prendeu entre os dias 22 e 24/1 dois passageiros de voos internacionais transportando drogas em suas bagagens.

 Servidores da Receita Federal, que atuam junto aos canais de inspeção, selecionaram um passageiro que desembarcou de voo proveniente de Guadalajara, no México, para fiscalização de seus pertences por meio do aparelho de raio-x. As imagens revelaram uma grande quantidade de substância suspeita no interior de uma mala. Aberta a bagagem, foram encontrados, envoltos em fronhas e edredons, 6 Kg de substância na forma de cristais. Conduzido à PF, o homem, nacional do México, de 33 anos de idade, foi preso após os exames confirmarem que a substância suspeita era metanfetamina.

Na madrugada de hoje, uma equipe de servidores da Receita Federal que atua na fiscalização de bagagens despachadas, com o auxílio do aparelho de raio-x, identificou substância orgânica oculta na bolsa de uma passageira que embarcaria com destino a cidade de Malé, nas Ilhas Maldivas. A mulher, uma brasileira de 30 anos de idade, foi conduzida à PF e presa após os policiais identificarem a substância como cocaína, cujo volume somou 3 Kg.

Leia mais:  Polícia Federal e Tático Ostensivo Rodoviário-TOR realizam a apreensão de mais de 1 tonelada de maconha em Tanabi/SP

Os presos serão apresentados à Justiça Federal onde responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: (11) 2445-2212

publicidade

Policia Federal

Polícia Federal deflagra operação de combate a fraudes a Sistema Oficial de controle de produto florestais – SISDOF

Publicado

Porto Velho/RO – A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (28/6), a Operação Paper Wood, que visa desarticular organização criminosa dedicada a fraudar o Sistema Oficial de Controle de Produtos Florestais (SISDOF), com o propósito de permitir a comercialização de madeira ilegal com aparência de lícita.

Durante a operação foram cumpridos mandados de busca e apreensão em madeireira situada em Porto Velho/RO e também em desfavor de pessoas físicas responsáveis por operacionalizar esquema de geração fictícia de créditos de produto florestal no SISDOF.

A operação contou com 20 policiais federais e também com agentes do IBAMA, que realizaram fiscalizações administrativas no pátio da empresa alvo para verificar a compatibilidade do saldo de madeira constante do pátio com o respectivo registro no SISDOF. Ao todo foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal de Porto Velho/RO.

Foi determinado também o sequestro e bloqueio de bens dos investigados em mais de R$ 2.5 milhões, valor estimado por peritos federais como representativo do dano causado.

Leia mais:  Operação Circumluvio combate crimes contra a Administração Pública e lavagem de dinheiro

A investigação se iniciou a partir de Informação Técnica do Ibama dando conta de que empresas madeireiras de fachadas estavam operacionalizando o SISDOF e gerando créditos de produto florestal para calçar madeira ilegal.

As diligências investigativas levaram à conclusão de que as diversas madeireiras que transacionavam no SISDOF não existiam fisicamente. Além disso, descobriu-se que essas empresas eram constituídas em nome de laranjas para evitar a identificação dos criminosos.

Com métodos especiais de investigação, a Polícia Federal conseguiu identificar o líder da organização criminosa e principal idealizador do audacioso esquema de fraude ao SISDOF. Esse esquema criminoso permitiu a comercialização no mercado nacional e internacional de diversas essências de madeiras extraídas ilegalmente de áreas protegidas.

Os investigados poderão responder pelos crimes de organização criminosa, lavagem de capitais, falsidade ideológica, receptação e transporte ilegal de produto florestal, cujas penas máximas somadas chegam a 28 anos.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia

 | www.pf.gov.br

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Mais Lidas da Semana