conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil incinera aproximadamente 200 quilos de drogas apreendidas em Barra do Garças

Publicado

Aproximadamente 200 quilos de entorpecentes apreendidos em ações das Forças de Segurança em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) foram incinerados pela Polícia Civil, na sexta-feira (13.05). A queima da droga ocorreu em local adequado, em fornos que operam com altas temperaturas.

No montante de drogas estão maconha e pasta base de cocaína apreendidas em vários procedimentos policiais instaurados pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Garças, relacionados aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de entorpecentes.

O resultado da ação representa a atuação das forças de segurança local na repressão ao tráfico drogas, desestruturando esse tipo de crime na região. Os trabalhos para a realização da destruição de drogas demandam um grande aparato de segurança e de procedimentos, eis que seguem rigoroso rito previsto em Lei, tratando-se de ato próprio de Polícia Judiciária.

A queima da droga contou com apoio e atuação da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec), que realizou a conferência das drogas periciadas e autorizadas para incineração e também da Vigilância Sanitária Municipal que atuou na fiscalização do processo de incineração.

Leia mais:  Polícia Civil incinera uma tonelada de drogas em Cáceres
Fonte: PJC MT

publicidade

Policial

Polícia Civil participam de ação de reintegração de área verde em Várzea Grande

Publicado

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e parceria com a Secretaria Municipal de Ordem Pública e Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Várzea Grande, atuou na manhã desta terça-feira (17.05), na execução da reintegração de área verde municipal.

Durante os trabalhos, os policiais da Dema garantiram a segurança na execução da reintegração de área verde, localizada no bairro residencial Solares do Tarumã, no município de Várzea Grande.

Segundo a delegada titular da Dema, Liliane Murata, a especializada é constantemente acionada para ações de reintegração, uma vez que o município de Várzea Grande tem sido alvo de invasões de áreas verdes.

“Além de adentrarem sem permissão nas áreas verdes, os invasores degradam o ambiente com intuito de construir sem qualquer licença ou autorização do município, o que constitui crime ambiental”, explicou a delegada.

As investigações da Dema seguem em andamento para identificação dos responsáveis pelo crime ambiental.

Fonte: PJC MT

Leia mais:  Polícia Civil prende dois envolvidos em tentativa de latrocínio contra casal no distrito da Guia
Continue lendo

Mais Lidas da Semana