conecte-se conosco

Policial

Proerd completa 22 anos com formatura de novos alunos e comemora 4 milhões de atendimentos

Publicado

O Programa Educacional de Enfretamento e Repressão às Drogas e Violência (Proerd), vinculado à Polícia Militar de Mato Grosso (PM-MT), comemorou 22 anos de criação na noite desta quarta-feira (22.06), em cerimônia realizada com a formatura dos alunos do sétimo ano da Escola Militar do Corpo de Bombeiros, Dom Pedro II, no Teatro Cerrado Zulmira Canavarros, em Cuiabá.

O comandante do 1º Comando Regional de Cuiabá, coronel Wankley Correa Rodrigues, destacou a importância do Proerd na formação de crianças e jovens para o combate e enfrentamento às drogas. Nestas duas décadas, o programa já realizou mais de 4,6 milhões de atendimentos em Mato Grosso e somente neste ano foram mais 100 mil em Cuiabá. 

“É um número bastante expressivo e significativo. Nós ensinamos sobre educação, disciplina, hierarquia e respeito ao próximo. O Proerd vem para formar e capacitar cidadãos de bem para o futuro. O conselho dado a todos é que não experimentem nenhum tipo de drogas, que escutem nossos instrutores e respeitem seus pais”, discursou. 

Durante a cerimônia, que também entregou medalhas Mérito Proerd a autoridades civis e instrutores, duas alunas leram redações produzidas sobre os ensinamentos do Proerd, como é o caso de Anny Ellen Pereira da Silva, que afirmou que levará os ensinamentos para toda vida. “A primeira coisa que aprendi foi recusar, a segunda foi explicar os malefícios das drogas e os riscos à saúde e a terceira foi evitar companhia de pessoas de má índole”, comentou em sua redação. 

Leia mais:  Investigado por assalto contra taxista é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Eglá Júlia Santos de Oliveira também discorreu sobre os ensinamentos do Proerd. “Eu aprendi que a nossa vida é feita de escolhas e para isso precisamos saber o que é bom e ruim, o certo e o errado. O Proerd me ensinou como evitar armadilhas pelo caminho”, relatou. 

Dez alunos do programa também foram selecionados para visitar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) no próximo dia 27, às 8 horas. 

O coordenador do Proerd, tenente-coronel Darwin Salgado Germano, explicou que o objetivo do programa é garantir aproximação da polícia com a comunidade, resgatar a noção de “polícia comunitária”, cujo papel é fundamental na redução da criminalidade e na melhoria da qualidade de vida. Ele ressaltou que os policiais ministram ações educativas dentro da sala de aula com alunos abordando temáticas de valorização à vida, a importância de manter-se longe das drogas e da violência, informações sobre bullyng , direitos e deveres dentre outros assuntos.

“O programa busca contribuir para o fortalecimento da cultura da paz e a construção de uma sociedade mais saudável e principalmente mais segura. O conteúdo desenvolvido pelo Proerd também proporciona um trabalho cooperativo entre a escola e a família”, ponderou.

Leia mais:  Policiais militares arrecadam alimentos para ajudar famílias afetadas pela chuva

O coordenador da Escola Dom Pedro II – Presidente Médici, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, João Paulo Nunes de Queiroz, relembrou que a unidade de ensino militar funciona desde dezembro do ano passado no antigo prédio da Escola Presidente Médici, e que havia um grande déficit em relação às ações educativas. 

“Desde que transformamos a unidade e solicitamos apoio à Polícia Militar para implantação do Proerd, muitas coisas mudaram e agregaram na vida dos nossos alunos. O programa é muito mais do que o combate às drogas, é um programa que ajuda os jovens a fazerem boas escolhas para sua vida, e consequentemente contribui à formação e currículo escolar”. 

Fonte: PM MT

publicidade

Policial

Dupla criminosa que agiu em roubos a transeuntes em VG é presa em flagrante com celulares e documentos das vítimas

Publicado

Dois irmãos, de 30 e 36 anos, apontados em diversos roubos cometidos com violência, foram presos em flagrante nesta terça-feira (28) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande. A equipe da Derf realizou diversas diligências para identificar e localizar a dupla criminosa e conseguiu prender os irmãos no Distrito de Bonsucesso.

Com eles foram apreendidos o veículo HB20 utilizado para cometer o roubo registrado na segunda-feira (27), no bairro Jardim Costa Verde, e os celulares e documentos levados das vítimas. Os criminosos ainda usaram cartões das vítimas para fazer compras, efetuando os pagamentos com a tecnologia por aproximação.

Roubos

Duas vítimas estavam sentadas na calçada de uma residência do bairro Costa Verde, quando a dupla se aproximou com o HB20 e desceu, anunciando o roubo, na tarde de segunda-feira.

Os dois criminosos, munidos cada um com uma arma de fogo, ordenaram que as vítimas entregassem seus pertences e ainda as ameaçaram de morte. Durante o roubo, um dos suspeitos desferiu um tapa no rosto de uma das vítimas e a dupla fugiu levando dois aparelhos celulares, uma jaqueta e carteiras com documentos pessoais e bancários.

Após cometer o roubo, os criminosos utilizaram os cartões das vítimas em estabelecimentos comerciais, um deles no bairro 24 de Dezembro, pagando as compras pelo sistema de aproximação.

Leia mais:  PM prende quadrilha e frustra entrega de entorpecente em Penitenciária

Prisões

Os dois irmãos foram localizados no Distrito de Bonsucesso, em Várzea Grande. Além dos celulares levados no roubo desta segunda-feira, na residência da dupla foram localizados outros aparelhos, ambos modelos Iphone e roubados em Cuiabá. Com um dos criminosos foi apreendido um chapéu camuflado que ele usava durante um dos roubos. E o outro usava a camisa de um time, a mesma em que ele aparece nas imagens de um supermercado onde usou o cartões das vítimas.

“A dupla estava aterrorizando a cidade, com a prática de roubos contra transeuntes, executando
os crimes com o mesmo modus operandis – além da grave ameaça, eles eram extremamente violentos com as vítimas, ao ponto de agredi-las fisicamente, desferindo socos nos rostos das vítimas”, explicou a delegada Elaine Fernandes.

A suspeita da equipe da Derf de Várzea Grande é de que os dois criminosos também atuam na receptação de produtos de crime. Os dois Iphones encontrados foram roubados na Capital, um no início de junho, no bairro Pico do Amor, e outro no mês de novembro do ano passado, no Bosque da Saúde.

“Os dois não possuem apenas o parentesco, evidenciando também, um vínculo muito forte para a prática contumaz de roubos. Além dos roubos apontados, há outras ocorrências, em trâmite na Derf nas quais se constam o mesmo modus operandis”, pontuou a delegada titular da Derf.

Leia mais:  Investigado por assalto contra taxista é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Um dos presos em flagrante tem condenação por roubo e o outro registro criminal por furto.

Roubo a transeuntes

A Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande recebeu o registro de outra ocorrência, em que a vítima reconheceu a dupla criminosa como os autores do roubo ocorrido no dia 11 de junho, também no bairro Costa Verde.

A vítima voltava do serviço de bicicleta, quando foi interceptada pela dupla , que partiram pra cima ordenando que entregasse seu celular uma corrente de ouro. Um dos irmãos ainda colocou a mão na cintura simulando que estaria armado. Um deles desferiu socos contra o rosto da vítima antes de fugir levando o aparelho Iphone avaliado em R$ 4 mil e a corrente de ouro.

“O comprometimento e competência das equipes de investigadores que se empenharam nas diligências foram fundamentais para chegar a essa prisão em flagrante, de extrema importância, haja vista que se tratam de criminosos contumazes”, finalizou a delegada.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana