conecte-se conosco

Saúde

São Paulo retoma vacinação para quem recusou dose por causa da marca

Publicado


Os moradores da capital paulista que se recusaram a tomar a vacina contra a covid-19 devido à marca do imunizante, e que foram colocados no final da fila para se vacinarem, podem voltar aos postos de vacinação a partir de hoje (19). A vacinação foi autorizada pela prefeitura em função da conclusão do cronograma de vacinação da população adulta. Ainda assim, a escolha da marca do imunizante continua proibida.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 2.167 pessoas estavam com o direito à vacinação suspenso temporariamente, de acordo com a lei municipal 17.583, de 26 de julho de 2021, que determina que “aquele que for retirado do cronograma de vacinação por recusa do imunizante será incluído novamente na programação após o término da vacinação dos demais grupos previamente estabelecidos (…) no cronograma do Plano Municipal de Imunizações (PMI) na rede municipal de saúde.”

Para receber a dose, o cidadão deve apresentar um comprovante de residência na capital e documento pessoal, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). O comprovante de endereço no município de São Paulo pode ser apresentado de forma física ou digital. Se não houver no próprio nome do munícipe, serão aceitos comprovantes em nome do cônjuge, companheiro, pais e filhos, desde que apresentado também um documento que comprove o parentesco ou estado civil, como Registro Geral (RG), certidão de nascimento, certidão de casamento ou escritura de união estável.

Leia mais:  Conheça os benefícios do caldo de cana para a saúde

A secretaria reforça que deve ser feito o preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já para agilizar o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.

A lista completa de postos pode ser encontrada no site Vacina Sampa.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Saúde

publicidade

Saúde

Brasil registra 51,6 mil casos de covid-19 e 127 óbitos em 24 horas

Publicado

Teste rápido para Covid-19 aponta resultado positivo
Nathaniel Hafer e Apurv Soni – The Conversation*

Teste rápido para Covid-19 aponta resultado positivo

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira, 27, os novos números sobre a pandemia de covid-19 no Brasil. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil registrou 51,6 mil casos e 127 óbitos por covid-19 nas últimas 24 horas.

O país acumula 32,1 milhões de casos confirmados da doença e 670,5 mil mortes registradas. O número de recuperados da doença é de 30,6 milhões, equivalente a 95,5% dos casos.

O Estado de São Paulo tem o maior número de casos acumulados desde o início da pandemia. Foram registrados 5,6 milhões e 170,6 mil. Em seguida estão Minas Gerais (3,5 milhões de casos e 62 mil óbitos), Paraná (2,6 milhões de casos e 43,6 mil óbitos) e Rio Grande do Sul (2,5 milhões de casos e 39,9 mil óbitos).

Vacinação De acordo com o vacinômetro do Ministério da Saúde, já foram aplicadas 450 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 178 milhões de primeira dose e 160 milhões de segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas. Outras 93,2 milhões de pessoas receberam a dose de reforço.

Leia mais:  8 dicas para estimular o bebê a engatinhar

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Mais Lidas da Semana