conecte-se conosco

Mulher

Xô, azar! 3 simpatias para ter sucesso

Publicado


source
Xô, azar! 3 simpatias para ter sucesso
Redação João Bidu

Xô, azar! 3 simpatias para ter sucesso

Se você está com aquela impressão de que o ano mal começou e você já está cheio de pepinos para resolver, aqui vai uma mãozinha! Afinal, ninguém merece ter de lidar com energia negativa empacando a vida, certo? Veja três formas de você se livrar dessa vibe e as simpatias que podem ajudar a atrair sorte e sucesso, nesse novo ciclo que está apenas começando. Se joga!

JÁ CONFERIU O SEU  HORÓSCOPO  HOJE? NÃO?! DESCUBRA TUDO O QUE PODE ROLAR NO SEU DIA E AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO, AGORA!

1. Banho de limpeza 

Antes de fazer qualquer ritual para trazer sorte e prosperidade, é necessário fazer uma limpeza astral  para afastar as baixas vibrações que estão te rondando. Para isso, faça o banho de limpeza:

Simpatia para purificar o corpo

Em uma vasilha, pique um ramo de arruda, um maço de hortelã, uma espada-de-são-jorge e metade de uma maçã. Coloque tudo em um litro de água fervida. Espere amornar. Depois de tomar seu banho de higiene, despeje a mistura pelo seu corpo, do pescoço para baixo, enquanto visualiza que toda energia ruim está se dissipando. 

Leia mais:  Horóscopo do dia: previsões para 24 de janeiro de 2022

2. Preencha as energias

Agora que você fez a limpeza energética, é necessário preencher esse “espaço vazio” com a energia que você quer atrair para a sua vida. Nesse caso, o melhor mesmo é escolher prosperidade, para garantir sucesso em tudo o que você desejar! 

Simpatia para chamar a prosperidade

Encha um vaso amarelo ou verde com água mineral e adicione uma colher de noz-moscada e outra de mel. Em seguida, misture todos os ingredientes. Pegue três ramos de rosas amarelas e três ramos de girassol e os coloque dentro do vaso. Escolha um local da casa ou do seu trabalho e decore com o vaso de flores. Toda semana, pelo menos uma vez, repita a simpatia substituindo as flores e os ingredientes. Ou, se preferir, descarte os elementos em um jardim.

Leia Também

3. Abra caminhos

Depois de entrar na vibração para atrair prosperidade, é necessário abrir caminhos para que novas oportunidades surjam na sua vida. Bora entrar na fase sucesso e fartura!

Abrir caminhos

Leia mais:  Empreendedora transforma R$ 5 mil em rede de SPA a domicílio

Ferva três pitadas de açúcar, três sementes de girassol e três flores secas de camomila com meio litro de água e espere amornar.

Depois, espalhe esse líquido pelo seu corpo enquanto reza três Salve-Rainhas. Feito isso, se enxágue, jogue as sobras do banho no lixo e lave a vasilha da fervura, que deve ser usada normalmente.

Quer saber mais sobre as energias que nos esperam em 2022? Confira as Previsões 2022 e dicas de simpatias para começar o ano novo com o pé direito para uma nova fase em um novo ciclo.

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

publicidade

Mulher

Entrega voluntária para adoção é direito da mulher

Publicado

source
Adoção: mulher tem direito a realizar o procedimento de maneira sigilosa
Getty Images

Adoção: mulher tem direito a realizar o procedimento de maneira sigilosa

A atriz Klara Castanho, de 21 anos, relatou em suas redes sociais que buscou o processo de entrega voluntária de um bebê à adoção após descobrir uma gravidez em estágio avançado, fruto de um estupro. A prática de entregar a criança aos cuidados de outra família, diante de um processo comandado por uma Vara da Infância e Juventude, é uma prática prevista e assegurada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A mãe que opta por esse procedimento tem direito, inclusive, ao sigilo do caso garantido.

O juiz da Vara da Infância e Juventude, Iberê Dias, explicou que não há qualquer penalização direcionada a essa mãe.

— É um direito da mulher. Pode acontecer de maneira sigilosa se a mulher desejar e a entrega deve ocorrer sem constrangimentos para ela, tudo isso está no ECA. — diz Iberê Dias. — Pode acontecer de diversas formas, a mulher pode ir à maternidade e, ao relatar o desejo de entregar a criança, ela deve ser respaldada pelo sistema de saúde. Neste processo, ela deve ser ouvida por uma psicóloga para compreender se essa vontade ocorre em estado consciente, ou se ela não está passando, por exemplo, por uma depressão após o parto.

O juiz explica que após essa escuta junto ao psicólogo, o caso é encaminhado à Vara da Infância e juventude onde a mãe biológica passará por uma audiência, para que sua vontade de encaminhar a criança à adoção seja reiterada e seus direitos ouvidos.

— Não raro, em casos que a mulher inicia o processo ainda na gestação, a criança já é encaminhada para outra família assim que nasce. O recém-nascido sai da maternidade direto para a casa da família adotante — afirma Iberê.

Apesar de ser possível pedir uma recomendação de algum advogado para o procedimento, a presença desse especialista não é um pré-requisito. A mulher, inclusive, pode manifestar sua vontade de entregar a criança à adoção em diversos equipamentos públicos de atendimento, caso das Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

Leia mais:  Empreendedora transforma R$ 5 mil em rede de SPA a domicílio

Não é preciso, é importante dizer, que a gravidez seja fruto de um episódio de violência, como no caso de Klara. Qualquer mulher sob as mais diversas circunstâncias poderá entregar o filho à adoção.

O sigilo é imposto desde que haja a vontade da mãe. Uma vez sigiloso, o processo, porém, poderá ser acessado por essa criança adotada no futuro. Isso porque o direito à busca das heranças biológicas é permitido a qualquer tempo de vida, mesmo antes da maioridade. Caso não exista esse desejo de sigilo manifestado, é possível que alguém da família do menino ou menina seja contactada para que se saiba se há interesse e condições de assumir os cuidados da criança.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mais Lidas da Semana