conecte-se conosco

Mulher

5 séries para ver e se apaixonar no Dia dos Namorados

Publicado


source

Alto Astral

5 séries para ver e se apaixonar no Dia dos Namorados
Reprodução: Alto Astral

5 séries para ver e se apaixonar no Dia dos Namorados

Sair para jantar está um pouco fora de questão, mas não por isso que os casais vão deixar de comemorar o Dia dos Namorados. E, melhor, a data cai em um sábado, o que dá possibilidade de fazer o que mais as pessoas gostam, maratonar.

Maratonar é arte e namorar faz parte!

Portanto, peça um bom vinho no aplicativo de entregas, corte uns aperitivos e não esqueça da meia luz e decoração , porque, vou separar cinco séries para ver junto ao seu amor e conseguir curtir o dia mais esperado pelos casais apaixonados.

This Is Us

Para aqueles namorados que estão já na fase de noivado e pensam em constituir uma família, a série é incrível. O drama familiar mostra que em toda casa tem alegria e dor, além de que todos têm um passado que afeta o presente e o futuro. A série é in medias res , alterna entre o presente e a época de infância dos trigêmeos do casal. Temos quatro temporadas, que, inclusive, dá para assistir em 1 dia se vocês focarem.

Disponível no Amazon Prime Video.

Once Upon a Time

Uma mistura bastante interessante dos contos de fadas mais conhecidos, com direito a Peter Pan do mal. Mas o enredo, que perdura por sete temporadas, gira em torno do amor da Branca de Neve e o Príncipe Encantado, que tiveram uma filha, Emma Swan, que, por sua vez, se apaixona pelo Capitão Gancho. Apesar de muitas magias e maldições, a temática é o amor, seja dos personagens principais, ou da Bela e o Rumplestiltskin, ou até mesmo da Rainha Má e o Robin Wood – pois é, eles realmente fizeram uma miscelânea de personagens.

Leia mais:  Rafa Kalimann defende namorado acusado de machismo: "Mimimi por nada"

Disponível na Netflix.

Tudo Bem Não Ser Normal

A série coreana, em 16 episódios, aborda a temática da saúde mental, mas o romance está presente de forma genuína. Se você realmente acha que seu parceiro fez de você uma pessoa melhor, precisa ver essa série. A famosa autora Ko Mun-yeong é uma pessoa extremamente tóxica e Moon Gang-tae é o altruísta que trabalha no hospital psiquiátrico onde o pai da autora está internado. O romance começa com uma tentativa de facada, mas a trama cresce causando emoção e prendendo a nossa atenção.

Você viu?

Disponível na Netflix.

Eu, Tu e Ela

Já faz um tempo que a mídia aborda o poliamor e esta série traz algumas informações importantes para quem não o conhece, ou para aqueles que querem tornar-se adeptos. O casal já não ia tão bem quanto antes e o marido resolve contratar uma acompanhante, e o enredo começa a partir disso. O ponto da série é que desfaz a imagem libertina, sexualizada até mesmo cômica das relações abertas ou não monogâmicas, para entrar em um contexto de amor, carinho e respeito, que alcança já sua quinta temporada.

Leia mais:  Casa conceitual de Bruna Marquezine possui 890 m2; conheça os cômodos

Disponível na Netflix.

Modern Family

Se você quer romance, o terá. Tem todos os casais possíveis nela. A relação entre pessoas com distância de idade, o amor entre homem e mulher, as tramas adolescentes e seus namorados, o menino romântico que só quer ser amado e a desmistificação do casal homoafetivo, com muita ternura e com direito à família.

Disponível na Netflix.

Sim meus caros, o amor está no ar, e as séries vem para mostrar todos os tipos deles. Vamos maratonar e curtir o(a) companheiro(a) neste Dia dos Namorados!

Sobre o autor :

O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski é membro do Directors Guild of America e artista de realidade virtual. Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o futuro do cinema. Daniel também tenta conscientizar as pessoas com questões sociais ligadas à saúde, educação e bullying nas escolas. É mestre pela University of Southern California (USC), considerada a melhor faculdade de cinema dos Estados Unidos. Atualmente, cursa doutorado na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. Recentemente, seu filme Bullies foi premiado em NewPort Beach como melhor curta infantil, no Comic-Con recebeu 2 prêmios: melhor filme fantasia e prêmio especial do júri. O Ticket for Success, também do cineasta, foi selecionado no Animamundi e ganhou de melhor curta internacional pelo Moondance International Film Festival.

Fonte: IG Mulher

publicidade

Mulher

6 mitos e verdades sobre a asma que você precisa saber!

Publicado


source

Alto Astral

6 mitos e verdades sobre a asma que você precisa saber!
Reprodução: Alto Astral

6 mitos e verdades sobre a asma que você precisa saber!

A asma ganhou evidência no último ano por ser incorporada às comorbidades (doenças de risco) da Covid-19. Desde então, muito tem se ouvido falar sobre a doença, bem como de seus sintomas, riscos e tratamentos.

Para dar mais visibilidade ao assunto, é comemorado em 21 de junho o Dia Nacional de Controle da Asma . A intenção é suscitar debates sobre a patologia, visando ajudar quem sofre com ela e alertar sobre seus perigos.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 262 milhões de pessoas no mundo convivem com a asma, sendo que de 3% a 10% dos pacientes apresentam a doença em sua forma mais grave. Os dados mostram ainda que ocorreram mais de 46 mil mortes decorrentes do problema respiratório globalmente. Já em nível nacional, o Brasil conta com 20 milhões de asmáticos.

“Neste mês de junho, início do inverno, enquanto ainda enfrentamos tantos casos de Covid-19, precisamos mais do que nunca refletir sobre a importância de se respirar bem”, destaca o médico pneumologista Rafael Faraco, que aponta mitos e verdades sobre a enfermidade.

Leia mais:  Após ser alvo de piada na internet, Maiara fala de beleza natural

Mitos e verdades sobre a asma que você precisa saber!

1 – Obesidade pode acarretar o surgimento da asma: VERDADE!

“Estudos sugerem que a ação inflamatória do tecido adiposo, proveniente do excesso de peso, pode levar ao desenvolvimento de inflamação nas vias aéreas e, como consequência, deste processo, a asma”, explica o especialista.

2 – A asma é uma doença contagiosa: MITO!

Rafael assegura que uma pessoa não pegará a doença ao conviver com um asmático, dado que sua causa é resultado de diversos fatores, desde alérgicos até genéticos.

3 – O inverno pode agravar as crises de asma e de outras doenças respiratórias: VERDADE!

Você viu?

O médico esclarece que esse agravamento é causado pelo hábito de ficar mais tempo em lugares fechados, com pouco sol e mais umidade. Assim, a proliferação de mofo e bolor aumenta, alimentando os ácaros.

4 – A asma pode desaparecer sozinha ou ser curada: MITO!

“A severidade da doença varia de pessoa para pessoa. As crises até podem desaparecer com o tempo, principalmente, se houver tratamento adequado. No entanto, a doença não some totalmente, pois é uma doença crônica, que pode ser tratada, mas não tem cura”, pondera Rafael.

Leia mais:  Mulheres perdem participação no mercado de trabalho por conta da pandemia

5 – Asmáticos não podem ter animais de estimação: MITO!

A resposta do pneumologista deixará contente aqueles que amam ter um bichinho: pessoas com asma podem, sim, ter pets ! Entretanto, ele alerta para algumas necessidades, como questões de higiene e observar se o animal não desencadeará crises alérgicas no paciente.

6 – Pacientes com asma grave são prioritários na vacinação contra a Covid-19: VERDADE!

“Essa iniciativa serve também como alerta para quem subestima ou desconhece essa doença que, se não tratada adequadamente, não compromete apenas a saúde e a qualidade de vida do paciente, como também pode levar a óbito”, explica o profissional.

Ele relembra ainda a importância da imunização anual contra a influenza nos pacientes com asma moderada a grave de qualquer faixa etária, é medida importante para redução de crises da doença, especialmente em um cenário de saturação dos serviços de saúde em razão do aumento no número de casos de Covid-19.

Fonte: Rafael Faraco, pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mais Lidas da Semana