conecte-se conosco

Saúde

Agora não necessitamos de medidas adicionais, diz Saúde sobre Carnaval em SP

Publicado


source
Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde do estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde do estado de São Paulo

O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, comentou nesta segunda-feira (8) a possibilidade de medidas adicionais ao plano São Paulo para evitar aglomerações durante a data em que, normalmnte, haveria o feriado de carnaval. De acordo com o secretário, a condução das normas depende do índice de casos, mortes e internações no momento imediatamente anterior ao período carnavalesco.

“A gente pretende avaliar os índices e se, em algum momento precisar fazer algum incremento, será feito”, afirmou. Questionado pelo iG sobre a possibilidade de ações semelhantes às que foram adotadas no Natal e Réveillon – quando o estado foi inserido na fase vermelha nos dias de festas – Gorinchteyn disse que “Nesse momento os números não necessitam dessas medidas adicionais, mas a gente ainda está no início da semana. Vamos avaliar atentamente”.

Atualmente as regiões do estado de São Paulo se dividem entre as fases vermelha, laranja e amarela do plano São Paulo. A região metropolitana da capital, na fase amarela, permite o funcionamento de estabelecimentos como bares, restaurantes e shopping em horário reduzido e com restrição de público.

Fonte: IG SAÚDE

publicidade

Saúde

Mortes por covid-19 somam 487,4 mil e casos chegam a 17,4 milhões

Publicado


O total de pessoas que contraíram a covid-19 desde o início da pandemia no Brasil subiu para 17.412.766. Em 24 horas, houve 37.948 novas ocorrências da doença notificadas. O país tem 1.130.817 casos de pessoas com a infecção ativa, em acompanhamento. Os dados são do balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado neste domingo (13).

O balanço sistematiza as informações coletadas por secretarias estaduais de Saúde sobre casos e mortes.

O número de óbitos da pandemia do novo coronavírus agora é de 487.401. De ontem para hoje, foram confirmadas 1.129 novas mortes.

Ainda há 3.824 falecimentos em investigação. O termo é empregado pelas autoridades de saúde para designar casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.

O número de pessoas que foram infectadas, mas se recuperaram desde o início da pandemia, chegou a 15.794.548, o que representa 90,7% dos casos.

Boletim Covid 19- 13.06.2021 Boletim Covid 19- 13.06.2021

Fonte: Ministério da Saúde

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (118.121). Em seguida, vêm Rio de Janeiro (52.998), Minas Gerais (43.124), Rio Grande do Sul (29.672) e Paraná (28.135). Já na parte de baixo da lista, com menos vidas perdidas para a pandemia, estão Roraima (1.679), Acre (1.712), Amapá (1.762), Tocantins (3.019) e Alagoas (5.002).

Vacinação

Na última atualização, o governo federal informou que foram enviados a estados e municípios 109,4 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Deste total, 72,1 milhões de doses foram aplicadas, sendo 50,5 milhões da primeira dose (23,7%) e 21,5 milhões da segunda (10,1%).

Edição: Juliana Andrade

Fonte: EBC Saúde

Leia mais:  Casos de dengue caem 80% no DF em 2021
Continue lendo

Mais Lidas da Semana