conecte-se conosco

Política MT

Allan Kardec lidera produtividade no primeiro semestre

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Depois de dividir o ano de 2020 entre o poderes Executivo e Legislativo, a presença integral do deputado Allan Kardec (PDT) no Parlamento estadual em 2021 lhe rendeu algumas conquistas políticas e a liderança em produtividade na Assembleia Legislativa no primeiro semestre do ano.

Desde que assumiu a cadeira de deputado estadual, em 2017, esta é a primeira vez que Kardec integra a Mesa Diretora, eleito como 4º secretário na 19ª legislatura. O deputado ainda compõe oito comissões como membro, sendo presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo e vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente.

O balanço de atividades do deputado para o primeiro semestre de 2021 apresentou 560% de crescimento em comparação ao semestre anterior. Foram 200 proposições legislativas apresentadas entre janeiro e julho, sendo 159 indicações, 14 projetos de lei, três projetos de resolução, 18 moções e seis requerimentos.

Kardec também se concentrou na itinerância do gabinete focada no municipalismo. Acompanhado pela equipe legislativa, o deputado circulou por 40 municípios desde janeiro, atendendo demandas e levando proposições para melhorar a qualidade de vida dos munícipes. Somente neste mês de julho, o deputado circulou por oito municípios da região do Araguaia.

Quanto aos projetos, destaca-se o envolvimento do deputado com as pautas ambientais, sobretudo ligadas ao Pantanal mato-grossense. Em janeiro, Kardec liderou uma diligência da Assembleia Legislativa nas Baías de Chacororé e Siá Mariana, para constatar as causas da forte seca que atingiu a região.

Leia mais:  Delegado Claudinei articula base do Ciopaer junto à bancada federal

Desde então, o parlamentar acompanha a situação das baías, que mesmo após o período das chuvas segue dramática. Diante das demandas, Kardec apresentou uma série de projetos destinados à preservação do Pantanal mato-grossense. O principal deles foi o Projeto de Lei nº 244/2021 que cria a Política Estadual de Proteção das Baías do Pantanal, aprovado em duas votações e encaminhado para promulgação.

Já para a preservação dos rios e da ictiofauna de Mato Grosso, o deputado emplacou a Lei nº 11447/2021, votada pela Assembleia Legislativa em julho. A lei cria o Programa de Repovoamento de Peixes nas Barragens de Usinas Hidrelétricas e Pequenas Centrais Hidrelétricas, por meio da conversão de multas ambientais decorrentes da mortandade de peixes. 

Dessa forma, o projeto estabelece critérios para o repovoamento, que inclui diversidade de espécies nativas da bacia hidrográfica atingida, sendo proibida a inserção de espécies não pertencentes à ictiofauna da região. Com isso, o programa visa aumentar a quantidade de peixes nos rios, garantindo a reprodução das mais variadas espécies a partir de matrizes retiradas no meio ambiente.  As despesas decorrentes desta lei serão assumidas pelas usinas hidrelétricas e PCHs como formas de compensação pela exploração comercial de seus produtos.

Para o deputado, “é importante ressaltar que a referida medida pretende se tornar um programa contínuo, com o objetivo de recuperar o equilíbrio ambiental impactado pelas atividades das usinas e PCHs, devolvendo espécies nativas aos rios, além de contribuir na geração de empregos, renda, alimentação e lazer às populações ribeirinhas”.  

Leia mais:  Chapada dos Guimarães recebe ambulância

Indicações: Entre as 159 indicações apresentadas pelo deputado Allan Kardec neste primeiro semestre, quase 80% delas são destinadas às reformas de escolas e construção de equipamentos de esporte e lazer.

Esporte e Lazer: Além da construção e reforma de praças esportivas, demandadas por meio de indicações, o deputado Allan Kardec conseguiu a aprovação, em primeira votação, do Projeto de Lei nº 91/2021 que dispõe sobre a criação do Programa Estadual de Apoio ao Desenvolvimento do Futebol Profissional do Estado de Mato Grosso Ranulpho Paes de Barros.

Na prática, o projeto garante o investimento de R$ 1 milhão no futebol profissional em Mato Grosso, destinado aos clubes de futebol profissional habilitados a participarem do campeonato estadual da 1ª divisão. O projeto utilizará recursos do Funded e clubes mato-grossenses deverão investir 30% no futebol feminino e categorias de base.

Projeto de Resolução: Na condição de vice-presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, o deputado trouxe uma demanda ao Parlamento em virtude do centenário de Lenine de Campos Póvoas. Para homenagear o ex-deputado e historiador em seu centenário, Kardec apresentou o Projeto de Resolução nº 14/2021 que denomina Instituto Memória Deputado Lenine de Campos Póvoas o memorial do Poder Legislativo. A Resolução n° 7.030/2021 foi publicada no início do mês e em breve será instalada a placa de identificação na fachada da edificação.

Fonte: ALMT

publicidade

Política MT

Ulysses Moraes já economizou mais de R$ 4,2 milhões aos cofres públicos e continua intensificando seus trabalhos de fiscalização

Publicado


Foto: Marcos Lopes

Neste primeiro semestre de 2021, o deputado Ulysses Moraes lançou novos projetos, continuou intensificando o trabalho de fiscalização na saúde, bem como apresentou 255 indicações, 41 requerimentos de informações e nove projetos de lei. Vale destacar ainda que em pouco mais de dois anos e meio de mandato, o deputado já economizou mais de R$ 4,2 milhões aos cofres públicos e a meta é economizar ainda mais.

“Tenho uma das equipes mais produtivas em indicações e requerimento de informações e somos a prova de que é possível ter uma boa produção utilizando poucos recursos. Só de janeiro até agora deste ano são R$ 747.900,03 em economia . Esse é o objetivo de todo o meu mandato e fico feliz em saber que mais de R$ 4,2 milhões já foram economizados só recusando privilégios.”, afirmou o parlamentar.

E um dos mais importantes projetos foi o disque-denúncia animal, em que o parlamentar ajuda no combate aos maus-tratos de animais em Mato Grosso.

“Maltratar animais é crime e durante todo o mandato venho recebendo vídeos de animais em situação de abandono, pessoas querendo apoio em adoções, e como gosto muito dos animais resolvi criar o disque-denúncia animal. Assim, posso agir no combate aos maus-tratos de maneira mais efetiva. No mês passado, inclusive, fizemos nosso primeiro resgate que foi da Lessi, uma cadela em uma situação lamentável. Com a ajuda da Polícia Militar fizemos o resgate e já encaminhamos ao veterinário para os devidos cuidados”, disse Moraes.

Leia mais:  Deputado João Batista articula EPIs para segurança pública de MT

Agora, a cadela já está melhor, medicada, recebeu o devido tratamento e ganhou um novo lar.  

Outro projeto do parlamentar é percorrer algumas cidades polos e fixar residência por alguns meses para vivenciar de perto a situação de cada local. A primeira cidade foi a de Primavera do Leste em que Moraes residiu por três meses e a atual cidade é a de Tangará da Serra.

“Morar nessas cidades está sendo essencial, porque consigo conversar de maneira mais direta com o cidadão e entender quais são as necessidades do lugar. Assim, posso ajudar no que for possível de maneira mais efetiva. Tenho visto os resultados das fiscalizações e cobranças ao governo de Mato Grosso que estamos fazendo”, destacou o parlamentar.

Além disso, a liberdade econômica passou a ser realidade no estado, esse foi um dos projetos de lei mais importantes de autoria do deputado aprovado. A Lei Complementar Nº 688, de 27 de abril de 2021, do deputado Ulysses Moraes institui a Declaração Estadual de Direitos de Liberdade Econômica. A lei passa agora a ser uma realidade no estado e irá beneficiar 297 atividades econômicas, que não precisarão mais de alvarás ou licenças para funcionar.

Leia mais:  Presidente da comissão de educação da AL diz que não há condições sanitárias para o retorno às aulas em MT

“Essa é uma vitória para os cidadãos, é a nossa principal pauta e ficamos felizes em conseguir derrubar um insensível veto do governador. O maior objetivo é a desburocratização da economia no estado e sem dúvida nenhuma será um grande avanço na geração de emprego e renda ”, pontuou Moraes.

Vale ainda ressaltar que o parlamentar realizou fiscalizações na área da saúde e o relatório de tudo isso foi entregue na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado Federal. O parlamentar afirma que o Estado de MT precisa responder e ser responsabilizado pelas falhas em documentos de vacinas, demora na entrega de respiradores, falta de leitos, falta de transparência na aplicação dos recursos e por ter os piores índices no combate à pandemia.

“O trabalho não para, posso certamente avaliar que o primeiro semestre de 2021 teve um bom balanço de ações. Novos projetos foram iniciados, a fiscalização não parou e estamos rodando cada dia mais esse estado de norte a sul. Estamos percorrendo cada vez mais cidade e o objetivo para o próximo semestre é intensificar ainda mais nossos trabalhos e economizar mais também”, finalizou o deputado. 

Fonte: ALMT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana