conecte-se conosco

Nacional

Após discussão, médica agride mulher em hospital de São Paulo; assista

Publicado


source
Imagens gravadas por acompanhante de idosa mostram momento em que médica deixa consultório e tenta agredir uma mulher
Reprodução

Imagens gravadas por acompanhante de idosa mostram momento em que médica deixa consultório e tenta agredir uma mulher

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que uma médica do Hospital Heliópolis, localizado na zona sul da cidade de São Paulo, deixa o consultório após discutir com a acompanhante de uma paciente e tenta agredi-la. O caso teria ocorrido no dia 17, mas o boletim de ocorrência só foi registrado na última quarta-feira (24).

Segundo informações do portal Uol, que ouviu o responsável pela gravação, Anderson Basílio Ferraz, a confusão começou após a médica plantonista Silvia Haber Duellberg se recusar a atender sua avó, que tem 96 anos, e afirmar que “ali não existia o Estatuto do Idoso” e que ela “seria a última das últimas” a ser atendida.

Entretanto, a agressão registrada ocorreu com outra acompanhante que estava no local e resolveu questionar a médica pelo fato de ela não estar utilizando máscara. Ainda de acordo com a publicação, a mulher agredida é Isabela Saturnino dos Santos, de 33 anos, que teve os óculos arrancados do rosto e os cabelos puxados após ficar na porta do consultório em forma de protesto.

Em contato com o portal, a Secretaria de Estado da Saúde informou que pediu o afastamento imediato da médica enquanto o caso é investigado e que repudia condutas desrespeitosas por parte de profissionais do SUS. Já o Conselho Regional de Medicina do Estado e São Paulo disse que está apurando o caso, uma vez que Duellberg possui registro profissional licenciado pela instituição.

publicidade

Nacional

Homem vai mostrar arma para mulheres e atira na própria mão por acidente

Publicado


source
Homem vai mostrar arma para mulheres e atira na própria mão por acidente
Reprodução

Homem vai mostrar arma para mulheres e atira na própria mão por acidente

Um homem foi mostrar uma arma para garotas de programa em uma boate e acabou, por acidente, atirando na própria mão. O caso ocorreu na última sexta-feira (9), em uma casa noturna na cidade de Curitiba, no Paraná. Ele acabou preso em flagrante, por ter um mandado de prisão em aberto por um roubo em 2011.

O homem de 33 anos pegou a arma da esposa, que tem o porte e registro, e foi até a boate. De acordo com a polícia, após o rapaz atirar em sua própria mão, ele abordou e rendeu um motorista que passava pela região, exigindo que o levasse à casa da esposa.

Ainda segundo a polícia, a arma é registrada para tiro esportivo no nome da esposa e ele pegou sem autorização da mesma.

O suspeito foi encaminhado à delegacia perto da região para ser autuado. Ele vai responder pelo crime cometido em 2011 e ficara sob custódia.

Continue lendo

Mais Lidas da Semana