conecte-se conosco

Cuiabá

ARTIGO – Vacinas extras, doses de esperança

Publicado


Por Paulo Henrique

Recebi com esperança o anúncio de que o Governo Federal doará doses extras da vacina contra a covid-19 para a população da nossa querida Cuiabá, em contrapartida a realização de cinco jogos da Copa América. A capital será uma das quatro sedes da competição continental, que terá início neste domingo (13/06), na Arena Pantanal, com o jogo entre Colômbia e Equador.

Estou extremamente grato pela sensibilidade do prefeito municipal Emanuel Pinheiro. As doses extras das vacinas, em “troca” da realização da competição traz esperança e segurança para a população. O pedido de 670 mil doses extras feito diretamente ao presidente da República, Jair Bolsonaro, em Brasília, no dia 8 de junho, foi uma iniciativa louvável que merece o nosso reconhecimento, pois estamos a um passo de imunizar toda a população.

Cuiabá merece, a população merece, e visto isso o ministro da saúde, Marcelo Queiroga confirmou as doações. O ministro já está avaliando no Programa Nacional de Imunização a quantidade que será remetida para a nossa amada capital, que tanto nos orgulha.

O povo cuiabano pode comemorar mais essa “vitória cuiabana”, fruto da união do nosso prefeito Emanuel Pinheiro e o deputado federal Emanuelzinho.

Leia mais:  Secretaria Municipal de Saúde divulga o 15º Informe Epidemiológico de 2021 sobre a Covid-19

Os filhos desta terra, os cuiabanos e aqueles que aqui vivem, merecem ser beneficiados com a imunização contra a Covid-19.

A vacina contra a Covid-19 trouxe para nós cuiabanos e a humanidade a esperança de vencer a pandemia. Com isso, receber as doses extras da vacina e ver o nosso povo imunizado têm gerado muitas expectativas e renova em nós a esperança de dias melhores. Foi uma benção essa iniciativa visionária do prefeito.

A vacina será um alívio e parte da solução. Uma solução que, por enquanto, passa por manter distanciamento social, lavagem frequente das mãos com água e sabão, uso de álcool em gel e uso de máscaras.

Essa pandemia trouxe uma repercussão terrível na vida das pessoas. As consequências podem ser observadas em todas as esferas, sanitárias, econômicas, sociais e financeiras, de forma avassaladora. Os interesses econômicos e políticos não deixaram de existir, há uma pressão, entretanto, devemos estar vigilantes e manter a esperança viva em nossos corações, e andar lado a lado daqueles que se lançam na linha de frente por amor a vida.

Já dizia o filósofo grego Aristóteles: “A esperança é o sonho do homem acordado”. Vamos confiar que estamos próximos de ver toda a população imunizada. Ter esperança nos mantém vivos.

Leia mais:  Prefeitura inicia imunização de 950 trabalhadores da limpeza urbana, garis e catadores de recicláveis

Vamos manter a esperança e confiar no trabalho, seguramente imparcial e competente, das entidades reguladoras e da administração pública da nossa capital.

Solidariedade e empatia às famílias enlutadas pela perda de seus familiares vítimas da Covid-19, e gostaria também de homenagear e reconhecer a importância do trabalho de todos os profissionais da saúde e também servidores públicos de saúde da linha de frente.

A sociedade está estarrecida diante de inúmeras mortes. Essas vidas não podem ser vistas apenas como números em uma estatística que não para de crescer. A falta de solidariedade, de empatia, de se importar com a dor e a vida do outro também é uma doença que enfrentamos. Precisamos amar mais e se importar mais com a dor do próximo.

Por trás dos números estão pessoas, são vidas, são histórias que foram interrompidas.
&nbsp

Paulo Henrique Figueiredo é cuiabano, servidor público, presidente do Sindicato dos Agentes de Regulação e Fiscalização (Sindarf- MT) e está no cargo de vereador por Cuiabá

publicidade

Cuiabá

NOTA OFICIAL – Ações da Assistência Social

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

A  Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência esclarece:

– Ações voltadas à população em situação de vulnerabilidade social recebem atenção diferenciada da Prefeitura de Cuiabá, que tem como premissa uma gestão humanizada;

– Em 2020, sensível à pandemia causada pela pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Cuiabá  – foi pioneira  – e instituiu o  programa Renda Solidária Cuiabá, para atendimento exclusivamente com benefício no valor de R$ 500 (pelo período de três meses) a feirantes em geral;  carroceiros; catadores de recicláveis;  ambulantes e profissionais do transporte escolar; 

– Mantém serviços, programas, projetos e benefícios da política de Assistência Social em todas as unidades, sendo mais de 47 mil famílias referenciadas aos CRAS;

-Realiza ainda projetos executados rotineiramente de busca ativa às famílias, trata-se do “Quero te Conhecer” Pop Rua que consiste na abordagem social da população em situação de rua para sensibilização e reconhecimento da importância do acolhimento em uma das quatro unidades do município ou até mesmo, contribuir para que essas pessoas retornem às cidades de origem; e Imigrantes para sensibilização desta população que utiliza das ruas na capital;

Leia mais:  Secretaria Municipal de Saúde divulga o 15º Informe Epidemiológico de 2021 sobre a Covid-19

-O município conta com 14 (quatorze) unidades do Centro de Referência de Assistência Social- CRAS, que oferecem o serviço de fortalecimento de vínculos, bem como realizam o cadastramento de famílias junto ao Cadastro Único possibilitando o  acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e ao Programa Bolsa Família, dentre outros;

– Só no ano de 2020, o Município realizou a concessão de  8.184 benefícios eventuais (cestas básicas, caixas de leite e kits de natalidade) para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade. Já no ano de 2021, somam mais de 13.387 benefícios concedidos (cestas básicas, caixas de leite e kits de natalidade);

– Cuiabá possui 17.115 beneficiários do BPC, que atende a idosos e pessoas com deficiência. Outras 24.167 famílias são atendidas pelo Bolsa Família (CadÚnico);

-Reitera que os serviços da política de Assistência Social são escopo de atuação e realizados de forma rotineira pela busca da garantia de direitos das famílias atendidas.

-A secretária da pasta, Hellen Ferreira, servidora efetiva do Executivo Municipal, recebe com indignação as críticas do governador do Estado. Pondera que não refletem os anos de dedicação e de esforço na construção e execução de  políticas públicas eficazes. Considera ainda que os apontamentos são descabidos, frágeis e refletem o desconhecimento por parte do gestor do Estado

Leia mais:  Emanuel Pinheiro destaca que o Enem Digital é um instrumento para realizar sonhos

– Lamenta que mais uma vez que os profissionais que desempenham a honrosa função no desenvolvimento da política de assistência social para administração pública em Cuiabá e, não o assistencialismo, tenham o desempenho de suas atividades preteridas por parte do  governador do Estado; 

-Solicita ainda que o município de Cuiabá, como ocorre habitualmente, deixe de ser preterido por parte do Governo do Estado no que tange ao atendimento às famílias em vulnerabilidade;  visto que em nenhum momento a Secretaria fez parte do planejamento ou execução das ações de cidadania realizadas pelo Estado, diferente do divulgado; 

– Por fim,  lamenta  a fala infeliz citando que só demonstram a languidez , a falta de sensibilidade, diálogo e respeito aos usuários e servidores

Continue lendo

Mais Lidas da Semana