conecte-se conosco

Cuiabá

Assistência Social segue com ação de mobilização contra o trabalho infantil nesta sexta-feira (24)

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá,  por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, mantém durante o mês de junho programação especial voltada para mobilização da sociedade contra o trabalho infantil. A programação que teve início em 12 de junho,  Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, e segue com atividade de mobilização popular, nesta sexta-feira (29), a partir das 17 horas, na Feira Livre do CPA III- Setor III, em Cuiabá, com a distribuição de panfletos informativos sobre o assunto.

A equipe de trabalho do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil- PETI tem percorrido diferentes pontos da capital, com grande aglomeração popular a fim de conscientizar e sensibilizar o maior número de pessoas de que o trabalho infantil é crime e precisa ser denunciado. 

Para encerramento das ações, na próxima quarta-feira (29), o local escolhido foi as instalações do Mercado do Porto, com início previsto para as 17 horas. Os munícipes podem ser um potente agente inibidor de ocorrências desta natureza. Para colaborar é bem simples, ao presenciar casos como este, basta entrar em contato pelo Disque 100 ou pelo telefone: (65) 99206-6741 (Conselho Tutelar Plantão). 

Leia mais:  Isenção de IPTU e de Alvará para setor hoteleiro é aprovado na Câmara

“A sensibilização de toda a sociedade em prol da eliminação do trabalho infantil é muito importante para o combate efetivo. É louvável que todos saibam das consequências graves geradas à saúde das crianças e adolescentes, quanto ao trabalho precoce, ou seja, campanhas como essa que sensibilizam o público local são de grande valia”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira. 

O trabalho infantil é toda forma de trabalho exercida por crianças e adolescentes de ambos os sexos, abaixo da idade mínima legal permitida, que no Brasil é de 16 anos. A única exceção condiz com a admissão em caráter de aprendiz, sendo permitido a partir dos 14 anos completos. 

“A erradicação do trabalho infantil é uma preocupação da gestão Emanuel Pinheiro e da primeira-dama, Márcia Pinheiro. Temos que trabalhar e promover ações que ofereçam condições que proporcionem uma vida digna e de qualidade a toda população cuiabana, principalmente àquelas em situação de vulnerabilidade social”, finalizou a secretária.

Leia mais:  Prefeitura irá investir mais de R$ 3 milhões na construção de centro multiuso na região Oeste

publicidade

Cuiabá

Programa Melhor em Casa promove festas juninas aos pacientes

Publicado

Músicas tradicionais, danças, grande animação, decoração especial e vestimentas juninas. Assim é possível descrever a ação realizada pela Equipe Multidisciplinar de Atendimento Domiciliar (EMAD), vinculada ao Programa Melhor em Casa, da Secretaria Municipal de  Saúde de Cuiabá, que transformou a sexta-feira (1), de diversos pacientes assistidos pela rede, em um dia muito divertido e especial, em comemoração ao mês junino. 

Implantado pela gestão Emanuel Pinheiro em 2020, a iniciativa oferece assistência médica especial a pessoas acamadas, domiciliadas ou que possuem algum tipo de elegibilidade – dificuldades de locomoção até as unidades de saúde, possibilitando a garantia de seus respectivos tratamentos clínicos. 

Com a finalidade de incrementar e trazer leveza à rotina de acompanhamentos, os profissionais tiveram a ideia de promover 18 festas durante as visitas de rotina, levando um pouco de descontração e mimos aos pacientes. A coordenadora da EMAD, Joelma Toledo, explicou que a iniciativa, além de estreitar os vínculos com os pacientes, traz para perto também seus cuidadores.

Leia mais:  Prefeitura inicia construção da rede de drenagem na 1ª etapa do Residencial Coxipó

“Levamos hoje algo diferente para eles, mas principalmente aos seus zeladores também. Precisamos ter uma visão além das enfermidades, o que inclui o contexto social, psicológico, financeiro e demográfico, envolvendo as famílias e dando condições seguras de continuidade dos cuidados recomendados quando não estamos presentes, promovendo assim, uma educação permanente, para que possam entender e desenvolver as atividades necessárias que garantam o bem-estar dos pacientes”, disse. 

O coordenador da Atenção Primária de Saúde, Wilson Cutas, afirmou que o projeto Melhor em Casa visa a desospitalização, ofertando os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) de forma segura e humanizada, premissa da gestão Emanuel Pinheiro. “Disponibilizamos condições que em um hospital, por exemplo, eles não teriam. Com o Melhor em Casa, eles continuam todo auxílio e o mais importante, ao lado de seus familiares”, acrescentou. 

Reconhecido nacionalmente, o município foi um dos escolhidos recentemente para do Projeto Piloto – Instrumento de Elegibilidade, que será implantado pelo Ministério da Saúde, com o intuito de reorganizar os critérios para a elegibilidade dos pacientes, visando a padronização em todo o território brasileiro. 

Leia mais:  Pra Frente Cuiabá: Secretário se reúne com representantes do Porto Seco para debater sobre o IMEX

Jozi Soares, filha de dona Guilhermina, de 80 anos, uma das pacientes visitadas, afirmou que o apoio da Prefeitura de Cuiabá tem sido fundamental para a evolução do quadro de saúde de sua mãe, diagnosticada com Alzheimer. “Eles nos ajudam tanto. Toda semana estão aqui com ela, sempre muito atenciosos e, graças a Deus, está melhorando dia após dia”, frisou. 

Na capital, atualmente 170 pessoas são assistidas pelo Programa Melhor em Casa, que é realizado pela EMAD, formada por médico, enfermeiro, fisioterapeuta, técnico de enfermagem e motorista e a Equipe Multidisciplinar de Apoio (EMAP), que consiste em farmacêutico, nutricionista, psicólogo e assistente social. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana