conecte-se conosco

Política Nacional

BH: Kalil envia recurso para STF para fechar igrejas

Publicado


source
Prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil
Amira Hissa

Prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil

Neste domingo (04), Alexandre Kalil (PSD-MG), prefeito de Belo Horizonte , declarou por meio de uma publicação em suas redes sociais que irá recorrer de decisão do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que libera atividades religiosas, como cultos e missas no Brasil . As informações foram apuradas pelo Metrópoles. 

O prefeito ainda afirma que irá seguir com a ordem imposta pela intimação feita pelo ministro. Nunes Marques, na madrugada deste domingo (04), i ntimou Kalil a cumprir com medidas impostas na decisão liberada por ele  “com máxima urgência” . Isso aconteceu depois de Kalil dizer que Belo Horizonte não seguira as ordens do STF

“Reconheço que o momento é de cautela, ante o contexto pandêmico que vivenciamos. Ainda assim, e justamente por vivermos em momentos tão difíceis, mais se faz necessário reconhecer a essencialidade da atividade religiosa, responsável, entre outras funções, por conferir acolhimento e conforto espiritual”, escreveu o ministro Nunes Marques no despacho deste sábado (3/4).

Através de uma publicação no Twitter, o prefeito mineira responde Nunes Marques : “Em Belo Horizonte, acompanhamos o Plenário do Supremo Tribunal Federal. O que vale é o decreto do Prefeito. Estão proibidos os cultos e missas presenciais”.

publicidade

Política Nacional

Bolsonaro volta a atacar Barroso em transmissão: “onde quer chegar esse homem?”

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Reprodução / YouTube

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Na live semanal desta quinta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso devido à sua resistência à adoção do voto impresso. 

“Onde quer chegar esse homem que atualmente preside o TSE? Quer a inquietação do povo, quer que movimentos surjam no futuro, que não condizem com a democracia?”, disse ele, afirmando que Barroso não é “o dono da verdade”.

Além disso, Bolsonaro afirmou que o presidente do TSE teria articulado a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) instituindo o voto impresso.

“Por que o presidente do TSE, na iminência de ver a PEC da deputada Bia Kicis ser aprovada na comissão especial, ele vai para dentro do parlamento, se reúne com lideranças partidárias, e, no dia seguinte, muitos desses líderes trocam membros da comissão por parlamentares contrários à PEC. Que poder esse homem tem? Por que ele não quer uma eleição democrática?”, questionou.

Leia mais:  Morre em Pernambuco o ex-presidente da Câmara, Severino Cavalcanti

Você viu?

O chefe do Executivo também teceu diversas críticas ao ministro, relacionando Barroso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e até mesmo a governantes de países liderados pela esquerda, como Argentina e Venezuela.

Nas últimas semanas, o presidente do TSE vem sendo alvo de ataques de Bolsonaro e apoiadores por defender o voto eletrônico. Barroso destaca que não há qualquer indício de falhas no sistema atual. De acordo com ele, a adoção do voto impresso, defendido pelo chefe do Executivo, trará de volta fraudes e falhas humanas, problemas já superados com a implementação do sistema eletrônico .


*Em atualização

Continue lendo

Mais Lidas da Semana