conecte-se conosco

Pet

Cachorro provoca acidente em prova de ciclismo na Itália

Publicado


source
Cachorro causa acidente durante prova de ciclismo na Itália
Reprodução/Youtube

Cachorro causa acidente durante prova de ciclismo na Itália

Na Itália, durante a 38ª edição do “Trofeo Sportivi Sestesi”, neste domingo (16), os ciclistas foram surpreendidos por um cachorro que estava solto pela estrada.

A câmera acompanhava os primeiros colocados na prova, quando, de repente, passa “como um foguete” o cãozinho. O primeiro colocado, Paul Lapeir, consegue se desvencilhar do pequeno animal, mas o segundo, Lorenzo Balestra acaba derrubando o ciclista que estava logo atrás, na terceira colocação.

Para não sofrer nada mais grave, o atleta Valentin Retailleau, rapidamente se agarrou na bike a sua frente. Apesar de ser arrastado por alguns metros no asfalto, não sofreu nada grave, apenas um susto. O cachorro também passa bem!


Fonte: IG PET

Leia mais:  6 motivos para você não ter um gato como animal de estimação

publicidade

Pet

Vídeo: cachorro é abandonado em avenida e segue donos de volta para casa

Publicado


source
Cachorra abandonada segue veículo e consegue voltar para casa
Reprodução/Twitter

Cachorra abandonada segue veículo e consegue voltar para casa

Uma cachorra foi abandonada no meio da avenida Centenário, em Belém. Os donos colocam a cachorra para fora do carro e vão embora. Ao notar que seus donos a estavam indo embora, a cadela corre atrás do veículo.

O momento foi registrado em vídeo, a movimentação do local não parece ter inibido a ação. Segundo informações da Polícia Civil, a Divisão Especializada em Meio Ambiente e proteção Animal (Demapa) já expediu ordem de serviço para identificar o autor do abandono.

Para a surpresa dos “tutores”, a cadela conseguiu voltar para casa e foi filmada por moradores ao tentar entrar para sua antiga casa. O caso gerou revolta nas redes sociais.

Leia mais:  Vídeo de golden se refrescando com picolé conquista web


Maus-tratos e abandono

A Lei 9.605, art. 32 diz que “todo aquele que praticar o ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos poderá sofrer detenção de três meses a um ano, e multa”.

Se tratando de animais domésticos, como cães e gatos, a pena para as condutas pode chegar a reclusão, de dois a cinco anos, além de multa e proibição da guarda. A pena se agrava em caso de morte do animal.

Fonte: IG PET

Continue lendo

Mais Lidas da Semana