conecte-se conosco

Economia

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto

Publicado


Trabalhadores informais nascidos em agosto recebem hoje (25) a quarta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

No último dia 15, a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da quarta parcela. O calendário de depósitos, que começaria na última sexta-feira (23) e terminaria em 22 de agosto, teve o início antecipado para o último dia 17 e será concluído em 30 de julho.

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Leia mais:  INSS inicia pagamento de segunda parcela do 13º salário a aposentados

Quarta parcela: crédito em poupança social digital

Mês de nascimento dia do depósito
Janeiro 17 de julho
Fevereiro 18 de julho
Março 20 de julho
Abril 21 de julho
Maio 22 de julho
Junho 23 de julho
Julho 24 de julho
Agosto 25 de julho
Setembro 27 de julho
Outubro 28 de julho
Novembro 29 de julho
Dezembro 30 de julho

Quarta parcela: saque em dinheiro

Mês de nascimento dia da liberação
Janeiro 02 de agosto
Fevereiro 03 de agosto
Março 04 de agosto
Abril 05 de agosto
Maio 09 de agosto
Junho 10 de agosto
Julho 11 de agosto
Agosto 12 de agosto
Setembro 13 de agosto
Outubro 16 de agosto
Novembro 17 de agosto
Dezembro 18 de agosto

Bolsa Família

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

Leia mais:  Governo publica MP que centraliza gestão da crise hídrica; entenda

O pagamento da terceira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 19 e segue até o dia 30. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Número final do NIS dia da liberação
1 19 de julho
2 20 de julho
3 21 de julho
4 22 de julho
5 23 de julho
6 26 de julho
7 27 de julho
8 28 de julho
9 29 de julho
30 de julho

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

O programa se encerraria neste mês, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma

Edição: Denise Griesinger

publicidade

Economia

5 dicas de educação e planejamento financeira para estudantes

Publicado


source
5 dicas de educação e planejamento financeira para estudantes
Sophia Bernardes

5 dicas de educação e planejamento financeira para estudantes

Aos jovens, alcançar o ensino superior, normalmente, é um objetivo comum entre eles. Uma vez que, o mercado de trabalho está contratando cada vez mais jovens com ensino superior completo.

De acordo com o Censo da Educação Superior 2019, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) , no Brasil existem ao todo, 2.608 instituições de educação superior, sendo 2.306 privadas e 302 públicas. Ou seja, 76% das universidades no país são pagas.

Desse modo, a organização financeira deve ser considerada uma prioridade. Tendo em vista que, que a chance do jovem precisar pagar seus estudos, é muito grande.

Pensando nisso, Felipe Chanes, gerente de controladoria do Pravaler , maior plataforma de soluções financeiras para educação do Brasil, separou 5 dicas de como gerenciar suas finanças de uma maneira descomplicada.

1 – Planeje as finanças

Em primeiro lugar, é fundamental um planejamento de como utilizar o dinheiro. Portanto, vale a pena, traçar um limite de gastos mensais, comprar apenas o necessário e organizar para os investimentos futuros.

“Se você toma consciência de onde quer chegar, fica mais fácil, e motivador, fazer escolhas que podem resultar em economia de dinheiro. Como controlar os gastos no cartão de crédito, ou diminuir o uso de aplicativos de mobilidade, refeições, etc.”, explica Felipe Chanes.

2 – Tenha comprometimento

Em suma, para o estudante alcançar seu objetivo de organização financeira, é fundamental ser responsável com as suas finanças, para não se endividar. Logo, é importante adaptar a rotina e os gastos de forma consciente.

Além disso, é de extrema importância o jovem saber seu orçamento e o limite dele, levando em conta que o comprometimento em atingir as metas

Leia Também

“A vida de um estudante traz gastos peculiares como compra de livros, cópias de documentos, transporte, etc. No dia a dia, estes gastos, seja pelo valor ou pela rotina, podem ser subestimados, e as pessoas acabam direcionando os recursos para outros fins, muitas vezes não essenciais”, comenta o gerente da Pravaler.

Confira todas as dicas e saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

Leia mais:  ANP anuncia recomendações sobre gasolina de aviação

Continue lendo

Mais Lidas da Semana