conecte-se conosco

Nacional

Caso Kathlen: MP do Rio vai investigar eventual crime militar por parte dos PMs

Publicado


source
 Kathlen de Oliveira Romeu estava grávida e foi vítima de bala perdida
Reprodução/redes sociais

Kathlen de Oliveira Romeu estava grávida e foi vítima de bala perdida

O Ministério Público do Rio (MPRJ) instaurou um procedimento investigatório criminal (PIC) para apurar as circunstâncias do homicídio da designer de interiores Kathlen de Oliveira Romeu, de 24 anos . A jovem, grávida de quatro meses, morreu na última terça-feira, no Complexo do Lins, quando foi à favela visitar a avó.

A investigação ficará a cargo da 3ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada do Núcleo Rio. No entanto, como policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Lins trocaram tiros com traficantes no momento em que a vítima foi baleada, a promotoria criminal que atua junto à Auditoria Militar também irá apurar o caso.

Você viu?

A promotoria criminal que atua na Justiça Militar vai investigar se houve um “eventual crime militar relacionado ao caso”. Para isso, o promotor já pediu à Corregedoria da Polícia Militar do Rio que instaure um inquérito policial militar (IPM) para apurar a conduta dos policiais militares na ação que resultou na morte de Kathlen.

Quatro policiais militares da UPP do Lins prestam depoimento nesta quinta-feira, na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), na condição de testemunhas. A PM informou que não havia operação no morro quando a jovem foi morta.

publicidade

Nacional

Doria e Queiroga trocam farpas no Twitter: “Quanto recalque, ministro”

Publicado


source
 João Doria considera quehá
Reprodução

João Doria considera quehá “recalque” de Queiroga em resposta a antecipação da vacinação de São Paulo

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, anunciou neste domingo que antecipará o calendário de vacinação no estado em 30 dias . Após a coletiva de imprensa realizada pelo tucano, Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, reivindicou os créditos da antecipação pelo Twitter e foi chamado de ‘recalcado’. Veja a publicação:



De acordo com o ministro Queiroga, a antecipação da imunização dos adultos acima de 18 anos em São Paulo acontecerá devido “as doses enviadas pelo governo federal, por intermédio do ministério da Saúde .” Em seguida, Doria respondeu.

Você viu?

Leia mais:  Força Nacional vai reforçar combate aos incêndios no Pantanal


Segundo o governador, há “recalque” no posicionamento do ministro. Por fim, o tucano ressaltou que continua a vacinar a população paulista e desejou um “bom domingo e ótima semana” a Queiroga .


O anúncio realizado por João Doria neste domingo também contou com críticas ao presidente Jair Bolsonaro . O governador de São Paulo classificou a “motociata” realizada pelo capitão como uma atitude “negacionista e criminosa” .

Continue lendo

Mais Lidas da Semana