conecte-se conosco

Política MT

Claudinei reivindica a criação da Delegacia Especializada para Crimes Raciais e Delitos de Intolerância

Publicado


Conselho do Movimento Racial com o deputado, vereador e delegado de Rondonópolis

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Após encontro com representantes do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir) e o delegado regional, Thiago Damasceno, em Rondonópolis (MT), na última semana, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apresentou, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT),  a indicação n.º 1.034/2021 para viabilizar a criação de uma unidade policial especializada no combate a crimes de racismo e intolerância no município. A demanda foi encaminhada para a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) e Diretoria-Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC).

O estado de Mato Grosso, em outubro do ano passado, esteve em primeiro lugar no ranking de casos de racismo em todo o Brasil, conforme levantamento realizado pela 14° edição do Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Sem contar que foi apontado o aumento de 15% de registros nas ocorrências de injúria racial em 2020, em relação aos anos anteriores.

Leia mais:  Com 17 votos favoráveis, deputados aprovam auxílio para servidores da saúde

“Precisamos ter uma atenção a este público que sofre com a injustiça racial e reparar de alguma forma as vítimas discriminadas devido a sua cor, etnia e tendências comportamentais. Uma unidade especializada para atender este público será um importante respaldo e segurança. Assim, atenderá as expectativas e anseios das vítimas do município de Rondonópolis e região”, esclarece Claudinei.

 Conselho – No dia 12 de fevereiro, o deputado esteve com o presidente do Compir, Wagner Santos, e os conselheiros Odair José Mendes Araújo, Ivania Barbosa e Luzia Nascimento para discutir sobre a importância da delegacia no município. Também, a secretária de Assistência Social de Rondonópolis (MT), Neiva de Cól, debateu sobre o assunto.

De acordo com Wagner Santos, o município sofre muito com o preconceito racial. Ele entregou ao parlamentar ofício sobre a necessidade de uma delegacia especializada e informou sobre um projeto em andamento com a prefeitura municipal para instituir uma ouvidoria. “Então, muitas coisas estão escondidas debaixo do pano de nosso município. Vamos instituir uma ouvidoria juntamente com a prefeitura municipal. Quando isso acontecer, para onde vamos direcionar? Temos que entregar para polícia investigar. Nós também sabemos a dificuldade do estado de ter uma delegacia para tratar destes assuntos”, explica.

Neiva comenta que é preciso dar condições para que toda a população, seja ela de qual segmento e de onde estiver organizada, consiga sair da situação de desigualdade para alcançar os seus objetivos enquanto cidadão. Ela acrescenta a importância da força política a nível municipal e estadual, pois fortalece as ações do município e minimiza os problemas.

“Sempre apoiando essas lutas dos conselhos que buscam essa igualdade, soluções para realizar o trabalho voltado para o seu público. Estamos criando e constituindo uma rede de atendimento para a promoção da igualdade racial. Isso não é uma questão do afrodescendente, mas tem a questão dos ribeirinhos, os indígenas, LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), que é um público marginalizado”, ressalta a secretária.

Reunião – Também estiveram neste encontro, os vereadores de Rondonópolis: Marisvaldo Gonçalves (PSL), e Ronaldo Cícero Cardoso – conhecido por Roni Cardoso (PSD), que representou o presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis, Roni Magnani (SD).

Fonte: ALMT

Leia mais:  Botelho recebe reivindicação da Fundação Abrigo Bom Jesus

publicidade

Política MT

Indicação de Faissal cobra limpeza de corixos da região do Pantanal

Publicado


Faissal indicação sobre necessidade de limpeza de corixos na região do Pantanal

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Após receber inúmeros pedidos de cidadãos pantaneiros em seu gabinete, o deputado estadual Faissal Calil (PV) apresentou, na sessão plenária de terça-feira (23), no Poder Legislativo, uma indicação que trata da necessidade de limpeza de corixos na região do Pantanal.  

Uma cópia do documento legislativo foi encaminhada à secretária de Meio Ambiente, Mauren  Lazarretti, e ao secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho Júnior. 

“A presente proposição se dá em decorrência dos problemas enfrentados na região do Pantanal, motivo pelo qual temos recebido inúmeras solicitações para providências, dentre elas, uma do senhor Fernando Francisco de Lima, pescador profissional (Colônia Z-01)”, justificou o parlamentar. 

Segundo Faissal, a indicação deve atender aos corixos pantaneiros situados no Rio São Lourenço (Porto Jôfre até o desaguamento no Rio Paraguai), como o Mané Isaque, Lemos (região de Barão de Melgaço), Limoeiro (região do Porto Jofre), que dá acesso a 42 baías, o Rita Velha, o Maria Joana, que dá acesso 16 baías, na região do Porto Jôfre, o Felipão de Cima e  o Patricia, na região do Rio Paraguai – Serra do Amolar, além do corixo Pedro II, que fica na região das baías Gaíva e Uberaba.

Leia mais:  Comissão de Saúde analisa avanço do novo coronavírus em Mato Grosso

Os corixos são canais que ligam as águas de baías, lagoas, alagados e outros com os rios próximos, ou seja, são pequenos rios que se formam (rios perenes) em épocas de chuva que vem desaguar em outros rios maiores.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana