conecte-se conosco

Nacional

Cobradora é agredida e denuncia motorista por violência

Publicado


source
DIP Manaus
Reprodução/Google Earth

Agressão foi registrada no 6º Distrito Integrado de Polícia.

Uma cobradora de ônibus de 36 anos de idade foi agredida física e verbalmente na última terça-feira (4) e denunciou o motorista que dirigia o coletivo. O caso aconteceu na cidade de Manaus, capital do Amazonas, e foi registrado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela vítima, a agressão aconteceu por volta das 19h. Ela preferiu não ter a identidade revelada. De acordo com a mulher, ela teria questionado o motorista por não ter aberto a porta para um passageiro descer do veículo.

Durante  a discussão, ela foi agredida no rosto e no braço e passou mal. Colegas de trabalho acionaram a polícia. A vítima diz ainda que acionou a empresa, que orientou que ela tomasse as providências cabíveis.

Leia mais:  Pfizer procurou embaixada do Brasil nos EUA para tratar das vacinas contra Covid

Ela disse ainda que o motorista, que também não teve a identidade revelada pelas autoridades, já foi alvo de reclamações de outros cobradores por comportamento semelhante ao registrado no caso.

publicidade

Nacional

Homem morto há 45 anos em acidente aéreo reaparece na Índia

Publicado


source
Sajid Thungal esteve 'morto' por 45 anos
Reprodução: Extra

Sajid Thungal esteve ‘morto’ por 45 anos

Sajid Thungal, aos 22 anos, deixou sua cidade natal, Kottayam, na Índia, para trabalhar no Golfo Pérsico em 1974. A família acreditava que o parente tinha morrido num acidente de avião há 45 anos.

Hoje, aos 70 anos, Sajid deixou os pais, quatro irmãos e quatro irmãs e começou a organizar eventos em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) para cantores e dançarinos da Índia.

Em outubro de 1976, um grupo de artistas com quem Sajid trabalhava morreu em um acidente de avião. De acordo com a companhia aérea Indian Airlines, atual Chennai, a morte de todos os 95 passageiros e tripulantes a bordo do voo foi oficializada.

Sajid Thungal, no entanto, não estava naquele voo. Ele não entrou em contato com a família por vegonha de não ter conseguido “vencer na vida”. Em entrevista ao “Sun”, ele disse: “Não entrei em contato com a família porque me sentia um fracasso”.

Leia mais:  Aplicativo Maria da Penha Virtual agiliza pedidos de medida protetiva no Rio

Em 1982 o homem se mudou para Mumbai e vive lá desde então. “Eu deveria fazer minha fortuna no Golfo, mas não o fiz. Então fiquei pensando que faria algo de mim mesmo em Bombaim e depois contataria todo mundo. Mas isso também não aconteceu. Dessa forma, 45 anos se passaram”, acrescentou.

Você viu?

Há dois anos, um amigo de Sajid o encontrou em péssimas condições e muito doente. O indiano foi levado para um abrigo e trabalhadores do local o ajudaram a reencontrar sua família.

“Eu quero ir para casa. Se as pessoas aqui não tivessem cuidado de mim, eu teria morrido sem estar reunido com minha família”, declarou Sajid.

“Eles ficaram chocados ao saber que ele estava vivo. Seu pai morreu há muito tempo, mas sua mãe tem 91 anos”, disse o pastor Philip, que cuidou e encontrou a família do indiano.

Após uma emocionante vídeo-chamada com sua família, Sajid Thungal recebeu a notícia que seu irmão, Mohammed Kunju, chegará a Mumbai na próxima quarta-feira e o levará de volta para casa.

Continue lendo

Mais Lidas da Semana