conecte-se conosco

Política Nacional

CPI da Covid: depoimento de Nelson Teich é transferido para quarta-feira (5)

Publicado


source
Nelson Teich, ex-ministro da Saúde
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Nelson Teich, ex-ministro da Saúde

Nesta terça-feira (04), a CPI da Covid tinha em sua programação colher os depoimentos de dois es-ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Taich. Mas, um acordo extra-oficial foi feito entre os senadores da comissão e o  testemunho de Teich passou para quarta-feira (05), as 10h. As informações foram divulgadas GZH.

Adiamento deve recolhido após depoimento de Mendetta, que desde da manha desta terça, presta esclarecimentos na CPI. Seu depoimento deve terminar às 16h, devido a uma sessão ordinária marcado no Senado , ocasionando o encerramento de todas as atividades em comissões.

O general Eduardo Pazuello, que ocupou o cargo depois de Teich, estava marcado para depor também na quarta-feira (05). Entretanto, ele informou que não poderá comparecer , pois, no final de semana, esteve em contato com dois coronéis que testaram positivo para o novo coronavírus . Disse que ficaria de quarentena e por isso, não poderia comparecer presencialmente como testemunha para prestar seu depoimento.

Leia mais:  Alexandre de Moraes nega pedido que atrasaria processo de impeachment de Witzel

publicidade

Política Nacional

Pazuello recusa auxílio de assessores e irá a CPI com farda do exército

Publicado


source
Eduardo Pazuello, general e ex-ministro da saúde, irá depor na CPI
Reprodução: iG Minas Gerais

Eduardo Pazuello, general e ex-ministro da saúde, irá depor na CPI

 O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello , que irá depor na CPI da Covid nesta quarta-feira (19) pretende ir vestido com a farda do exército. As informações são da Revista Veja.

O general da ativa rechaçou opiniões de assessores do planalto, que pretendiam fazer um treinamento com Pazuello, para prepará-lo em caso de perguntas de temas espinhosos, como a crise da falta de oxigênio em hospitais no Amazonas .

Aliados aconselharam o ex-ministro a não usar o fardamento militar, pois poderia ser visto como uma provocação aos membros da comissão, contudo, Pazuello respondeu dizendo que por se tratar de um evento oficial, as regras do quartel pedem para ele se vestir dessa forma, e mostrar que ele é um General do Exército .

Nesta terceira semana de depoimentos da Comissão do Senado , Ernesto Araújo , ex-ministro das relações exteriores foi ouvido nesta terça (18).

Continue lendo

Mais Lidas da Semana