conecte-se conosco

Educação

Creches de SP passam a atender 100% das crianças presencialmente

Publicado


As creches municipais da cidade de São Paulo começaram hoje (8) o atendimento presencial de 100% das crianças matriculadas. Essa mudança vale para creches e unidades escolares com bebês e crianças de até 3 anos. 

Antes, as unidades estavam autorizadas a funcionar com 60% da capacidade, sem esquema de revezamento. Cada creche deverá respeitar o distanciamento mínimo de um metro entre um aluno e outro.

Devem ser seguidos protocolos sanitários, como medidas de segurança contra covid-19. As escolas devem garantir uso de máscaras, álcool gel e higienização dos ambientes. 

O retorno presencial é facultativo, ficando a critério dos pais ou responsáveis, mas, segundo a prefeitura, eles devem se comprometer com o desenvolvimento das atividades remotas. Para os estudantes do grupo de risco, o atendimento seguirá remoto. 

A opção pelo ensino em casa será facultada enquanto durar o período de emergência pela pandemia de covid-19, conforme a Lei 17.437, de 12 de agosto de 2020.

De acordo com a secretaria de Educação, há 2,8 mil unidades de ensino municipais que atendem 345 mil crianças de até 3 anos de idade.

Leia mais:  Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

Edição: Lílian Beraldo

publicidade

Educação

MEC anuncia apoio a itinerário formativo do novo ensino médio

Publicado


O Ministério da Educação lançou hoje (17) um programa de apoio financeiro para implementação do itinerário formativo, uma das etapas do novo ensino médio, que será concretizada em 2022 e vai permitir que os alunos aprofundem conhecimentos em uma ou mais áreas de seu interesse.

Segundo o ministro da pasta, Milton Ribeiro, foram repassados R$ 360 milhões para mais de 4 mil escolas selecionadas pelo projeto. 

De acordo com o ministro, a nova opção curricular do ensino médio vai priorizar áreas estratégicas para o país e direcionar a jornada estudantil com destino à universidade. 

“O novo ensino médio não pode ser para poucos, e seguiremos atentos, trabalhando efetivamente para diminuição das desigualdades em nosso país”, afirmou. 

Com os chamados itinerários formativos, após concluir a formação curricular básica, cada estudante vai escolher a área em que deve seguir, de acordo com os interesses e necessidades pessoais.

Os itinerários se dividem em cinco: matemáticas e suas tecnologias, linguagens e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais aplicadas.

Leia mais:  Enem: estudantes têm até hoje para inserir foto no cadastro

O quinto itinerário prevê a formação técnica e profissional.

Edição: Maria Claudia

Continue lendo

Mais Lidas da Semana