conecte-se conosco

Política MT

Deputado Thiago Silva defende prioridade para caminhoneiros na vacinação

Publicado


Thiago na plenária da AL

Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) fez a indicação 2475/2021 na Assembleia Legislativa de Mato Grosso para que os caminhoneiros possam ser incluídos na prioridade do Plano Estadual de Vacinação. De acordo com o deputado, os caminhoneiros são os responsáveis por auxiliar diretamente na logística e no fortalecimento da economia estadual.

“O transporte de carga é considerado atividade essencial durante a pandemia. O caminhoneiro é o responsável pelo transporte, encontrando-se em risco de contato com o vírus da Covid-19, sendo necessária a inclusão dessa importante categoria como prioritária para o recebimento da vacina”, argumenta o deputado Thiago Silva.

Segundo o caminhoneiro Emílio Loss, essa pauta precisa estar em debate, pois o caminhoneiro carrega a nação e precisa estar amparado pelo sistema de saúde nacional. “É grande o número de contaminações e mortes de caminhoneiros e precisamos desse amparo da Secretaria de Saúde”, disse.

Thiago Silva concorda que os caminhoneiros devem ser incluídos entre as categorias que devem ser vacinadas com prioridade. “Acredito que seja uma iniciativa estratégica a inclusão dos caminhoneiros sob o ponto de vista da manutenção do abastecimento de alimentos, combustíveis e insumos hospitalares. Ou seja, o caminhoneiro é essencial, não parou em nenhum momento na pandemia e precisa da imunização para transportar a produção de Mato Grosso”, finaliza Thiago.

Leia mais:  Projeto de lei prevê sistema biométrico de identificação de recém-nascidos
Fonte: ALMT

publicidade

Política MT

Paulo Araújo apresenta balanço relativo aos dois anos e meio de mandato

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) apresentou o balanço dos 31 meses do mandato. O parlamentar destacou como principais ações desenvolvidas ao longo desses dois anos e meio. O progressista é autor de 713 proposições, sendo 138 projetos de lei, seis projetos de lei complementar, cinco propostas de emenda à constituição, 13 requerimentos, 20 projetos de resolução, 125 moções, 406 indicações e teve cinco leis sancionadas.

“Completei dois anos e meio de mandato na Assembleia Legislativa de Mato Grosso com a sensação de que estamos caminhando para contribuir com o desenvolvimento do estado. Nesse período, participei de importantes comissões e fui relator de projetos cruciais para o estado, especialmente nesse período de pandemia”, afirmou o deputado, que é membro titular da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

Projetos e Leis –

Entre os projetos apresentados está o Projeto de Emenda à Constituição (PEC) n° 7/20, que estabelece o piso salarial dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias. O objetivo da proposição é de que o piso salarial desses profissionais não seja inferior ao fixado pela legislação federal, independente de ser efetivo ou contratado, garantindo ainda o adicional de insalubridade.

Já o Projeto de Lei n° 966/20, que dispõe sobre a obrigatoriedade de passe livre para as ambulâncias dos municípios, dos hospitais, clínicas e empresas médicas, viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros Militar, conforme determina o inciso VII do art. 29 do Código de Trânsito Brasileiro, Lei Federal nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 também é outro projeto apresentado.

Leia mais:  Queimadas será um dos temas debatidos entre comissão da AL e comandante-geral do CBM-MT

Ainda, o Projeto de Lei n° 417/21 visa criar o Passaporte Digital de Imunização, quanto à vacinação da covid-19. O objetivo é aumentar o controle sanitário sobre locais com aglomeração de pessoas.

Nesse período, o governador Mauro Mendes (DEM), sancionou a Lei n° 11.405/2021, proposta pelo deputado Paulo Araújo, que estabelece normas para o atendimento emergencial pelas equipes de socorro do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). A nova lei permite a remoção para hospitais particulares, caso seja o desejo do paciente.

Emendas – Paulo Araújo ressalta também a destinação de mais de R$ 9 milhões de reais em emendas parlamentares para mais de 27 municípios mato-grossenses. Os recursos serão investidos em saúde, educação, esporte, cultura e infraestrutura. Entre os beneficiados estão Cuiabá, com R$ 1,085 milhão e Denise, com R$ 620 mil. Além deles, Arenápolis com R$ 557 mil, Várzea Grande R$ 450 mil, Aripuanã com R$ 510 mil, Chapada dos Guimarães R$ 400 mil, Alto Paraguai com R$ 335 mil, Tangará da Serra R$ 287 mil, Reserva do Cabaçal com R$ 240 mil, também estão entre os contemplados com indicações de emendas impositivas.

Leia mais:  Claudinei averigua a habilitação dos leitos UTI Covid-19 no Hospital Regional de Rondonópolis

Combate à covid-19

Outra ação do deputado Paulo Araújo como membro titular da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso foi realizar vistorias em hospitais da região metropolitana de Cuiabá para a verificação de números de leitos disponíveis de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) destinados a pacientes com à covid-19. Além de verificar se as unidades estão equipadas e com equipes preparadas para atender aos pacientes com o coronavírus em diferentes graus de complexidade, dentro das orientações previstas pelas autoridades médicas e de vigilância sanitária. Foram visitados o Hospital Metropolitano de Várzea Grande; Hospital Estadual Santa Casa; Hospital Municipal São Benedito e o antigo Pronto Socorro de Cuiabá.

Para o segundo semestre de 2021, o deputado garante que o trabalho será intensificado. “Eu sempre desejei trabalhar coletivamente em diversas regiões do Estado. O desafio é grande, precisamos de muitos parceiros, mas vamos intensificar essas articulações nesse final de ano”, concluiu Araújo.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana