conecte-se conosco

Economia

Donos da Havan e Wizard defendem compra privada de vacinas em petição

Publicado


source
Luciano Hang, dono da Havan, é criador da petição que defende a compra privada de vacinas
Divulgação

Luciano Hang, dono da Havan, é criador da petição que defende a compra privada de vacinas

No pior momento da pandemia no Brasil, com  mortes diárias superando a média de 3 mil e o pico se aproximando dos 4 mil , a vacinação pública pelo Sistema Único de Saúde (SUS) começa a acelerar, e empresários querem alterar a legislação para também poderem comprar doses, como uma espécie de auxiliares do SUS, garantindo que mais brasileiros sejam imunizados. Petição criada pelo dono da Havan, Luciano Hang , e também assinada por Carlos Wizard , dono da Wizard, defende a liberdade da compra de imunizantes.

A petição de Hang e Wizard cita o desejo dos empresários de ajudarem o Brasil neste momento tão delicado e ainda diminuir o peso sobre o SUS , com parte da vacinação ficando a cargo da iniciativa privada. Eles pontuam, no entanto, que a burocracia e outras questões impedem essa ajuda ao sistema público e, consequentemente, atrasam a imunização no País.

Neste momento, a compra de vacinas está restrita ao Poder Público. A ideia da petição é alterar a legislação e permitir a compra privada de imunizantes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ) ou, até mesmo, outras vacinas que tenham registros internacionais. Um possível entrave a essa ideia é que a maior parte das vacinas já aprovadas contra a Covid-19 são negociadas pelas farmacêuticas apenas com governos federais . Internacionalmente, também não é comum que a vacinação seja conduzida, mesmo que em parte, pela iniciativa privada.

Leia mais:  Bolsonaro desiste do Renda Cidadã e retomará Bolsa Família, diz jornal

Diferentemente do que já foi veiculado meses atrás, a ideia não é comprar doses e doá-las ao SUS, mas sim privatizar parte da imunização no Brasil, com as empresas controlando quem terá direito a ser vacinado. Os empresários garantem que a vacinação será feita por meio de doações, ou seja, o objetivo não é lucrar de maneira nenhuma.

Até este sábado (3), mais de 303 mil brasileiros assinaram e petição liderada pelos donos da Havan e da Wizard. A meta é chegar a 500 mil, segundo a ferramenta Change.org .

Vacinação privada vai furar a fila prioritária? Confira trecho da petição

Vale deixar claro que, de forma alguma, esse abaixo-assinado tem a intenção de interferir ou “furar” a fila de vacinação do grupo prioritário, que compreende quase 78 milhões de brasileiros. O que se pretende é fazer um trabalho paralelo e solidário ao SUS, trazendo a agilidade da iniciativa privada para o processo de vacinação no Brasil.

Há mais de um ano o país e a população sofrem com as medidas restritivas que tentam conter a pandemia. As consequências vão além da crise na saúde. Atingem a economia, a educação, o esporte, as empresas, os empregos, a confiança e a credibilidade do Brasil. A vacinação em massa da população é o caminho para que se tenha o retorno da vida normal “, diz o abaixo-assinado dos donos de Havan e Wizard.

Leia mais:  Imposto sobre herança: operação em SP vasculha transações acima de R$ 2,5 mi

publicidade

Economia

Veja os números da Mega-Sena desta quarta (23), com prêmio de R$ 2,5 milhões

Publicado


source
Dinheiro
Fernanda Capelli

Dinheiro


A Caixa Econômica Federal realizou o sorteio do concurso 2383 da Mega-Sena nesta quarta-feira (26). O prêmio de R$ 2,5 milhões poderá ser distribuído entre um ou mais jogadores que acertarem as seis dezenas. Confira o resultado :   

13 – 15 – 16 – 20 – 40 – 41  


Como participar do próximo sorteio?

O próximo concurso da Mega acontece neste sábado (23), às 20h. É possível apostar até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa do país. 

Também é possível apostar pela internet. O bilhete simples da Mega-Sena, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Como apostar online na Mega-Sena?

Para aqueles que apostarem pela internet, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa , o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.

Leia mais:  Operação Horse prende empresário que vendia carne de cavalo como bovina

Você viu?

Para fazer uma aposta maior, com 7 números, dando uma maior chance de ganhar, o preço sobe para R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões, disponíveis online, são outra opção viável.

Como funciona a Mega-Sena?

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e o vencedor pode receber milhões de reais se acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem pelo menos duas vezes por semana – geralmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, conhecidas como Quadra e Quina , respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha . Esse modelo consiste na escolha automática, realizada pelo sistema, das dezenas jogadas. 

Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, conhecida como Teimosinha.

Premiação

Os prêmios costumam iniciar em, aproximadamente, R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas. Dessa forma, o valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor. 

Leia mais:  Imposto sobre herança: operação em SP vasculha transações acima de R$ 2,5 mi

Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio total da Mega corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

  • 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
  • 19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
  • 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
  • 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos terminados em zero ou cinco; e
  • 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Continue lendo

Mais Lidas da Semana