conecte-se conosco

Mato Grosso

“Estamos ajudando a garantir alimentos para quem mais precisa”, afirma governador

Publicado


O governador Mauro Mendes afirmou que o programa SER Família Emergencial, idealizado e coordenado pela primeira-dama Virginia Mendes, é uma forma de o Governo de Mato Grosso “ajudar a garantir alimentos para quem mais precisa”.

As primeiras entregas dos cartões que serão usados para a compra de alimentos foram feitas na manhã desta quinta-feira (29.04), em diversos bairros de Cuiabá. Mauro Mendes participou das entregas no bairro Dr. Fábio 2.

“Fico feliz porque o Estado de Mato Grosso hoje tem condição de ajudar, pois conseguimos consertar o estado. Com o início da entrega dos cartões do Ser Família Emergencial, estamos ajudando a garantir alimentos para a parcela da população que tem mais vulnerabilidade”, destacou, durante seu discurso.

O chefe do Executivo explicou que o programa vai atender mais de 100 mil famílias de baixa renda de Mato Grosso, de forma a diminuir o impacto econômico da pandemia. A escolha das famílias foi técnica, com base no Cadastro Único, sendo que cada família vai receber R$ 150 durante três meses.

Leia mais:  Distribuição das 32,8 mil doses de vacina é aprovada por colegiado da saúde

Serão investidos R$ 45 milhões no programa, sendo R$ 35 milhões de recursos próprios do Governo do Estado e R$ 10 milhões da Assembleia Legislativa.

“Faremos chegar esses cartões nos 141 municípios. Nenhuma localidade ficará de fora. Esse valor fará muita diferença na vida de milhares de famílias que hoje, lamentavelmente, enfrentam muitas dificuldades”, ressaltou, ao agradecer à Assembleia, Secretaria de Estado de Assistência Social, PM, Bombeiros, Defesa Civil e outras instituições parceiras.

O presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi, destacou que o programa fará a maior distribuição simultânea de renda assistencial já ocorrido em Mato Grosso.

“É a maior entrega de um programa social em Mato Grosso. Mais de 100 mil mato-grossenses receberão esse recurso no dia 8 e poderão ir no mercado comprar alimentos. É fruto de uma ação da primeira-dama, que não deixa o governador dormir com tantas cobranças de demandas para o social. Temos um governo que se preocupa com as pessoas”, disse.

Fonte: GOV MT

Leia mais:  Quatro municípios no sudoeste comemoram 35 anos nesta quarta-feira

publicidade

Mato Grosso

Domingo (20): Mato Grosso registra 439.103 casos e 11.664 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (20.06), 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.664 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 384 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.380 estão em isolamento domiciliar e 413.340 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 435 internações em UTIs públicas e 373 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 78,24% para UTIs adulto e em 42% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (91.083), Rondonópolis (31.873), Várzea Grande (29.649), Sinop (21.289), Sorriso (15.236), Tangará da Serra (15.105), Lucas do Rio Verde (13.512), Primavera do Leste (11.188), Cáceres (9.490) e Alta Floresta (8.391).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia mais:  Corpo de Bombeiros Militar de MT alerta motoristas sobre cuidados nas estradas durante o feriado

O documento ainda aponta que um total de 354.401 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 83 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (19.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.883.750 casos da Covid-19 no Brasil e 500.800 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.801.462 casos da Covid-19 no Brasil e 498.499 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (20.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia mais:  Centro de Triagem da Covid-19 inicia atendimentos aos domingos

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana