conecte-se conosco

Política Nacional

“Eu espero 14 dias, mas o Pazuello vem aqui”, diz presidente da CPI da Covid

Publicado


source
Senador Omar Aziz (PSD-AM), durante audiência na CPI da Covid
Reprodução TV Senado

Senador Omar Aziz (PSD-AM), durante audiência na CPI da Covid

O presidente da CPI da Covid , Omar Aziz (PSD-AM) declarou nesta terça (4) durante audiência da comissão que até o momento, a presença do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello para depor no Senado está mantida para quarta-feira (5).

Pela manhã, o general alegou que teve contato com pessoas que testaram positivo para Covid-19 recentemente, e por conta disso, não poderia prestar depoimento presencialmente no Senado.

Aziz, em primeiro momento, pediu ao ex-responsável pela pasta da Saúde fazer um teste, em uma demonstração de “boa vontade com a Comissão Parlamentar de Inquérito”. Além disso, reiterou que todos os depoimentos dessa natureza deverão ser feitos presencialmente.

“Se o ministro Pazuello está de quarentena, não tem problema ele esperar 14 dias para vir aqui, mas será presencial. Não terá subterfúgio na minha presidência”, afirma o presidente da CPI .

Você viu?

Os senadores, Ciro Nogueira (PP-PI)  e Marcos Rogério (DEM-RO) tentaram interferir a favor do general, mas Omar Aziz manteve a posição e até ironizou a tentativa dos parlamentares governistas:

Leia mais:  Capitais fazem carreata contra presidente Bolsonaro neste domingo

 “Até semana passada não tinha pressa, agora tem pressa para ouvir“, declarou.

Apesar de ter pedido para Eduardo Pazuello fazer um teste para saber ele está infectado, o presidente da CPI voltou atrás na fala, e alegou que caso o comandante do exército, o General Paulo Sérgio , confirmar a situação, “a palavra dele basta”, declarou.

publicidade

Política Nacional

Bolsonaro faz passeio de moto em homenagem ao Dia das Mães

Publicado


O presidente Jair Bolsonaro realizou um passeio de moto de aproximadamente 1 hora em homenagem ao Dia das Mães na manhã deste domingo (9) passando pelas ruas de Brasília. 

Ele foi acompanhado por centenas de motociclistas, inclusive o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), que postou em suas redes sociais o trajeto percorrido pelo presidente e pelos demais motociclistas.

O passeio foi anunciado por Bolsonato durante sua live de quinta-feira (6). Na ocasião, o presidente falou que esperava cerca que 1 mil motociclistas o acompanhassem no passeio em homenagem ao Dia das Mães.

Edição: Fábio Massalli

Leia mais:  Governo federal investe em nova fábrica de vacinas da Fiocruz
Continue lendo

Mais Lidas da Semana