conecte-se conosco

Internacional

EUA ultrapassam marca de 500 mil mortes por covid-19

Publicado


Os Estados Unidos ultrapassaram nesta segunda-feira (22) a marca de 500 mil mortes por covid-19. Os primeiros óbitos pela doença foram registrados no condado de Santa Clara, na Califórnia, há pouco mais de um.

Os EUA registraram mais de 28 milhões de casos de covid-19 e 500.054 mortes até segunda-feira, de acordo com uma contagem da Reuters baseada em dados de saúde pública, embora as mortes e hospitalizações diárias tenham recuado para seu menor nível desde antes dos feriados de Ação de Graças e do Natal.

Cerca de 19% do total global de mortes de coronavírus aconteceram nos EUA. As mortes registradas entre dezembro e fevereiro foram responsáveis por 46% de todos os óbitos por covid-19 nos EUA, mesmo quando as vacinas se tornaram disponíveis e com o início de um esforço para imunizar a população norte-americana.

* Com informações da Reuters

Edição: Fábio Massalli

Leia mais:  Rússia planeja campanha de vacinação em massa em outubro
publicidade

Internacional

Galo de rinha ilegal mata dono com facada na virilha

Publicado


source
Galo atinge dono na Índia (imagem ilustrativa)
Wikimedia Commons

Galo atinge dono na Índia (imagem ilustrativa)

Um galo que tinha uma faca presa ao corpo para participar de uma rinha ilegal acabou matando seu próprio dono no sul da Índia . As informações do caso foram divulgadas pela BBC neste sábado (27).

De acordo com as autoridades, o galo estava pronto para entrar na briga quando tentou escapar. Seu dono tentou agarrá-lo e acabou atingido pela faca de cerca de sete centímetros. O objeto estava preso à perna do galo e atingiu a virilha do homem.

O dono do galo foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital, após perder muito sangue. Agora, a polícia busca pelo menos outras 15 pessoas que estariam envolvidas na rinha , que aconteceu nesta semana no vilarejo de Lothunur, no Estado de Telangana. Apesar de serem ilegais na Índia desde 1960, as brigas de galo ainda são comuns, sobretudo nas zonas rurais.

O galo foi mantida na delegacia e, depois, foi transferido para uma fazenda. Ele ainda será levado ao tribunal como evidência quando o caso prosseguir na Justiça. De acordo com a agência de notícias AFP, os envolvidos no evento serão acusados de homicídio culposo , bem como de organizar rinhas ilegais e apostas irregulares.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Mais Lidas da Semana