conecte-se conosco

Mato Grosso

Governo lança edital para fomentar pesquisa em micro e pequenas empresas de MT

Publicado


O governador Mauro Mendes assinou nesta segunda-feira (22.02) o edital de lançamento do programa Tecnova II-MT, em parceria com o Governo Federal, com investimentos de R$ 4,2 milhões para fomento à pesquisa por micro e pequenas empresas.

O programa será coordenado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat) e tem o objetivo de possibilitar que as micro e pequenas empresas desenvolvam produtos ou processos inovadores com temas voltados ao agronegócio, tecnologia da informação e comunicação (TIC), metalomecânica, reaproveitamento, química, construção civil, bioeconomia, energia.

“Queremos que as micro e pequenas empresas possam se qualificar e entrar nesse ambiente de inovação, buscando novas alternativas para velhos problemas. Pois é a partir da inovação que é possível fazer uma transformação na realidade dessas empresas no Estado de Mato Grosso”, afirmou o governador.

As propostas serão objeto de seleção pública e cada empresa selecionada poderá receber valores com limite de R$ 100 mil a R$ 200 mil, com contrapartida de 5% do valor da proposta.

Leia mais:  Projeto Renasça retrata o cenário pós-queimadas no Pantanal

O presidente da Fapemat, Marcos de Sá, acredita que esta é uma estratégia para micro e pequenas empresas se reinventarem.

“O fomento à inovação é uma das principais ações da Fapemat e, por isso, apostamos neste programa que irá introduzir novos produtos e processos no mercado ou agregará melhorias nos já existentes em tempos de pandemia. Assim, haverá geração de emprego, distribuição de renda, inclusão social, redução da informalidade e fortalecimento da economia”, finalizou ele.

Fonte: GOV MT

publicidade

Mato Grosso

Sábado (27): Mato Grosso registra 250.526 casos e 5.786 óbitos

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (27.02), 250.526 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.786 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 557 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 250.526 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.771 estão em isolamento domiciliar e 234.677 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 392 internações em UTIs públicas e 361 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 87,11% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.656), Rondonópolis (19.387), Várzea Grande (15.878), Sinop (12.883), Sorriso (10.302), Tangará da Serra (9.981), Lucas do Rio Verde (9.332), Primavera do Leste (7.419), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.064).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia mais:  CBMMT auxilia no fornecimento de água potável para os moradores de Poconé

O documento ainda aponta que um total de 215.765 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 890 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (26), o Governo Federal confirmou o total de 10.455.630 casos da Covid-19 no Brasil e 252.835 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.390.461 casos da Covid-19 no Brasil e 251.498 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (27).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia mais:  Projeto Renasça retrata o cenário pós-queimadas no Pantanal

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana