conecte-se conosco

Policial

Homem que mantinha relacionamento com adolescente de 12 anos é preso por estupro de vulnerável

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá) prendeu no fim de semana um homem de 32 anos suspeito pelo crime de estupro de vulnerável.

As investigações começaram após a Delegacia de Vila Bela receber informações no telefone de denúncias da unidade sobre um homem que estava mantendo relacionamento amoroso com uma adolescente de 12 anos.

Em diligências, os policiais civis identificaram o suspeito e a menor de idade. O Conselho Tutelar do município foi acionado para acompanhar o caso e a responsável legal da adolescente foi ouvida na delegacia.

Os investigadores coletaram diversas informações para confirmar os fotos, entre elas fotos e postagens em redes sociais que confirmaram o relacionamento entre o suspeito e a garota.

Outro estupro

As equipes de investigação também localizaram outra ocorrência relacionada ao suspeito, também envolvendo estupro de vulnerável. A vítima é a filha do investigado, que pode estar grávida em razão dos abusos sexuais praticados pelo pai. Será realizada perícia para confronto de DNA. 

Leia mais:  PRF apreende cloridrato e pasta base de cocaína em Diamantino/MT

Com base nos elementos de informação coletados e diante da necessidade de angariar outras evidências sobre os crimes cometidos, o delegado João Paulo Berté representou pela prisão temporária do suspeito, que foi deferida pelo Poder Judiciário.

Na sexta-feira (19), os policiais civis realizaram diligências para localização e prisão do suspeito, que foi encaminhado à delegacia. Em interrogatório, ele confessou o relacionamento amoroso com a menor e também o abuso sexual contra a própria filha. 

Após os procedimentos policiais, o suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Vila Bela da Santíssima Trindade e as investigações seguem para a conclusão.

Fonte: PJC MT

publicidade

Policial

PM liberta vítimas, prende dois suspeitos e frustra roubo com cárcere privado

Publicado


Policiais Militares da 3ª Companhia de São José dos Quatro Marcos, de Araputanga e do Grupo de Apoio do 17º Batalhão de Mirassol D’Oeste frustraram um roubo com cárcere privado e prenderam dois suspeitos, de 21 e 22 anos, na noite da última sexta-feira (26.02).

A operação, que também contou com o apoio da Força Tática, apreendeu ainda um adolescente de 17 anos. A ação recuperou grande parte dos produtos roubados.

O crime ocorreu na cidade de São José dos Quatro Marcos (315 km de Cuiabá). Criminosos invadiram uma casa e fizeram uma família refém. Com a chegada da PM, ao invés da rendição, os ladrões saltaram para outras moradias vizinhas, onde também renderam outras pessoas.

Os policiais cercaram a quadra e passaram a fazer o adentramento tático nas casas. Na primeira, vizinha a que eles entraram para roubar, prenderam o primeiro suspeito, que tentava se esconder entre arbustos. Com ele, a PM apreendeu parte do dinheiro roubado.

Os policiais encontraram os outros suspeitos, um adulto e o adolescente, em uma terceira residência. Conforme a narrativa dos oficiais, os suspeitos resistiram à prisão e tiveram que ser algemados para ser contidos.

Leia mais:  Polícia Civil incinera 290 quilos de entorpecentes apreendidos em Sinop

Aos policiais, os suspeitos revelaram que o plano, frustrado pela PM, era permanecer na casa até o amanhecer deste sábado (27.02), roubar duas caminhonetes e leva-las para Porto Esperidião.

Um revólver calibre 38 que teria sido empregado no roubo, com seis munições intactas, foi encontrado em uma das casas para as quais os ladrões fugiram na tentativa de se esconder da PM.

Com os presos a PM recuperou três relógios de pulso, duas correntes, três brincos, duas alianças, um pingente, um anel, todos de ouro, além de R$ 652 em dinheiro.

Os presos e todo o material apreendido foram entregues na Delegacia de São José de Quatro Marcos. Eles podem responder por roubo, cárcere privado, tortura, porte ilegal de arma de fogo, entre outros crimes.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 08000.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeito de três homicídios e ocultação de cadáver ocorridos em Cáceres
Fonte: PM MT

Continue lendo

Mais Lidas da Semana