conecte-se conosco

Mulher

Horóscopo do dia: previsões para 22 de setembro de 2020

Publicado


source
mandala
Marcelo Dalla

O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente


ÁRIES 

Bom gosto, imparcialidade, educação e beleza se tornam ainda mais importantes. O Sol ingressa em Libra, o mundo das parcerias e sua forma de se relacionar ganha destaque. O desafio é exercitar suas habilidades sociais e aprender a ceder, mas sem perder sua identidade. Equilibrar sua individualidade e a força dos outros para que possa somar. Marte continua com aspectos tensos, não é bom forçar decisões, prefira cultivar flexibilidade. Já à noite, Lua e Vênus prometem um clima mais prazeroso.

TOURO 

O Sol ingressa em Libra, você fica mais ciente do que deve ser equilibrado, para que haja mais harmonia em sua vida. É importante agora exercitar suas habilidades sociais, para que possa alinhar metas com parceiros e colaboradores. Importante também cultivar uma atitude mais prática e ponderada, buscar aprimoramento e eficiência. Continue a investir em seus talentos, a aprofundar estudos a aprimorar o serviço para que possa avançar profissionalmente. Já à noite, Lua e Vênus favorecem o amor.

GÊMEOS 

No início da semana tudo pode parecer mais lento, mas ao longo da semana, com paciência, você pode solucionar assuntos, encaminhar pendências e destravar o que estava empacado. O Sol ingressa em Libra: aproveite para cultivar uma visão mais realista, equilibrada, clara e objetiva dos fatos. É importante ganhar tempo, refletir, ponderar, evitar a pressa, ir mais fundo em qualquer questão para cultivar o entendimento. Tudo o que for corrigido, esclarecido e aprimorado pode trazer mais lucros e vantagens no futuro.

CÂNCER 

O Sol ingressa em Libra: a prosperidade vem na medida em que cultivar suas habilidades sociais. Procure cultivar a gentileza, a prudência, formar alianças, desenvolver projetos com amigos, sócios e parceiros. Enquanto isso, a Lua segue em Sagitário  e no período da noite se combina com Vênus: Você pode aproveitar para expandir conhecimentos, cultivar liberdade e amar-se muito. A preferência vai para amplos espaços e horizontes abertos. Atividades criativas também ficam favorecidas.


LEÃO

As parcerias e os acordos ganham evidência com o ingresso do Sol em Libra. É importante fazer valer suas habilidades sociais. Aproveite para estabelecer metas em comum, para aprofundar laços e amizades. O crescimento vem na medida em que cultivar ética, diplomacia, responsabilidade, maturidade e compromisso. Evite críticas e reclamações, procure ganhar tempo para esclarecer questões confusas. O período é de aprimoramento, investigação, transformação. Esteja aberto para aprimorar a forma como se relaciona.

VIRGEM  

É tempo de harmonizar suas relações. Sol ingressa em Libra, as emoções ficam equilibradas, o raciocínio fica mais lógico e objetivo. Se houver desavenças nos relacionamentos, esteja disposto a fazer algumas concessões. É bom cultivar uma atitude mais realista, prudente, determinada e sensata. Mas vale combinar o realismo com pitadas de inspiração e sensibilidade também. Júpiter se combina com Netuno, favorecendo atividades artísticas, iniciativas ligadas ao crescimento espiritual e práticas transcendentais, como a ioga, por exemplo. 

LIBRA 

Vitalidade, confiança e clareza crescem a cada dia, agora que Sol ingressa em seu signo. Um período de renovação energética tem início. Utilize o momento para analisar e reorganizar as coisas, para encaminhar acordos, dialogar e expressar seus pensamentos para as pessoas que ama. É fundamental agora manter-se aberto para negociar, dialogar, alinhar estratégias e equiparar os intercâmbios. Aproveite também para implementar novas técnicas e recursos em seu trabalho. No período da noite, Lua e Vênus favorecem um clima mais prazeroso.

ESCORPIÃO 

As relações sociais passam por desafios de crescimento. O Sol ingressa em Libra, pedindo mais diplomacia. É preciso mais cuidado para evitar conflitos e discussões. Em compensação, inspiração, intuição e inteligência em alta. Júpiter segue em harmonia com Netuno, a vontade é de se expressar e com mais beleza. Poesia, fotografia, cinema, design, música… as artes em geral trazem mais significado para a vida e preenchem sua alma. Atividades criativas podem se tornar ainda mais produtivas. 

Leia mais:  7 orações para mudar de vida e melhorar seu astral em uma semana

SAGITÁRIO 

Com o ingresso do Sol em Libra, é importante cultivar equilíbrio, nas relações, nas emoções, em casa e na vida em geral. Com mais capacidade de ponderação, aproveite para rever e mudar velhos conceitos, trocar ideias, inteirar-se das notícias, informar-se melhor sobre qualquer assunto. Procure também cultivar seu lado empreendedor, com mais empenho, perseverança e determinação. No período da noite vale cultivar inspiração, seguir a intuição, cultivar romantismo, fazer algo que traga prazer e alimente com o coração.

CAPRICÓRNIO 

O Sol ingressa em Libra: a capacidade de formar parcerias ganha evidência. É tempo de exercitar o diálogo e a capacidade de compreensão. Procure deixar de lado as exigências excessivas, tanto em relação a si mesmo, quanto aos outros. Se conseguir dialogar com mais abertura, disposto a repensar velhas posturas e rever assuntos confusos, você só tem a ganhar. Assim pode entregar-se com mais confiança em suas relações, somar forças para concretizar suas inspirações e avançar profissionalmente.

AQUÁRIO

É importante agora alinhar interesses com as pessoas, fortalecer os laços de afeto e o compromisso em suas relações. O Sol ingressa em Libra: você pode compreender as questões alheias, fazer bons contatos e dar mais atenção a quem ama. Prudência, gentileza e cordialidade são as qualidades em destaque. O período de transformações, limpezas e desintoxicações continua. Invista em estudos, pesquisas e siga seu coração, ele pode indicar o que deve ser deixado para trás. 

PEIXES 

É importante ganhar tempo para clarear questões confusas. O Sol ingressa no ponderado Libra favorecendo a abertura para se relacionar. Marte segue com aspectos desafiadores, evidenciando posturas, individualistas, radicais ou dogmáticas. Invista na fé e no pensamento positivo, nas ideias criativas e imaginativas, nos ideais de progresso e expansão. Acredite em seus talentos e capacidades, que com empenho e dedicação são o caminho certo para o sucesso. Vale cultivar determinação, ao mesmo tempo em que se conecta com sua intuição e imaginação. 

Fonte: IG Mulher

publicidade

Mulher

Atendimentos a mulheres vítimas de violência em São Paulo tem aumento de 58,2%

Publicado


source
Governo de São Paulo investirá R$ 67 milhões em sistema que monitora agressores
Pexels/Karolina Grabowska

Governo de São Paulo investirá R$ 67 milhões em sistema que monitora agressores

“Violência contra as mulheres e meninas é pandemia invisível”, afirmou Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora executiva da ONU Mulheres, em 2020, quando o contágio global do novo coronavírus aumentava e medidas de isolamento social eram implementadas. Esta preocupação entrou no radar das políticas públicas municipais. A cidade abriu 3 postos de apoio à mulher, sendo dois no metrô e um na SP Trans, além de ampliar os canais de denúncia oferecendo o 156 como alternativa, e de lançar a campanha “seguimos perto”, nas redes sociais.

O aumento registrado na procura pelo atendimento começa a demonstrar que as mulheres estão dando o difícil primeiro passo para quebrar o ciclo de violência doméstica. Nos cinco primeiros meses de 2021, apenas na cidade de São Paulo, um total de 15.628 atendimentos foram realizados nos 12 equipamentos que compõem a rede de proteção a mulheres vítimas de violência da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), correspondendo a um aumento de 58,2% em relação ao mesmo período em 2020.

O aumento na procura por este tipo de atendimento foi registrado em todos os cinco primeiros meses de 2021 com relação ao ano anterior. O dado fica ainda mais relevante quando voltamos nosso olhar para janeiro e fevereiro, uma vez que estes meses, em 2020, não sofreram o impacto da pandemia. Isso é um indício de que o isolamento social, apesar de ser uma medida protetiva e recomendada do ponto de vista sanitário, pode ter influído no número de registros na rede municipal. Por outro lado, é importante analisar que a repercussão de crimes contra a mulher e campanhas de conscientização e o aumento na oferta de serviços também contribuíram para essa tomada de decisão. Sobretudo porque não há um estudo conclusivo, ainda, que indique um aumento da violência em períodos de maior restrição de circulação.

Leia mais:  Rosário: aprenda a rezá-lo da maneira correta para alcançar graças

Outro fenômeno registrado em 2020, que foi uma queda de 65% no número de atendimentos entre os meses de março e abril, quando foram implementadas com maior rigor as medidas de isolamento social que dificultaram o acesso aos serviços, não ocorreu em 2021. Em abril deste ano, apesar de ter sido o pior mês em número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia, com feriados antecipados na cidade para restringir circulação, não foi identificada uma redução substancial de atendimento. Quando fazemos um comparativo entre os mesmos meses de cada ano, os números de atendimentos de abril e maio mais do que dobram de 2020 para 2021, com um aumento de 177,5% e 288% respectivamente.

Esta informação, aliada ao fato de que foi registrado um crescimento de 38,6% de atendimentos de abril para maio de 2021, apontam para um aumento da consciência das mulheres paulistanas sobre a rede de apoio disponibilizada pela SMDHC. Isso é reflexo de um reforço de comunicação realizada pela SMDHC, para aumentar o acesso aos serviços que orientam e também previnem a violência durante a pandemia.

Você viu?

Outra comparação que demonstra o aumento da busca por apoio e na rede proteção à mulher na cidade de São Paulo é que o total de 15.628 registrado nos primeiros cinco meses de 2021 equivale a 65,8% do total registrado em todo o ano de 2020 (24.113).

“Analisar e acompanhar estes dados é de grande importância para se desenhar e estruturar políticas públicas que atendam as demandas e necessidades destas mulheres, para que saibam que não estão sozinhas e contam com uma rede de apoio”, afirma Claudia Carletto, Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. “Mantemos o compromisso de seguir focados na conscientização sobre o machismo estrutural, uma das raízes deste problema, além de buscar oportunidades de ampliação da oferta de serviços”, completa.

A SMDHC reforça o suporte às mulheres vítimas de violência doméstica, com a ampliação dos canais de denúncia pelo Disque 156 e a concessão do auxílio hospedagem. Ao todo são 15 serviços da SMDHC em pleno funcionamento: os quatro Centros de Referência, os cinco Centros de Cidadania da Mulher (das 10h às 16h), a Casa da Mulher Brasileira (24 horas por dia, inclusive sábados e domingos) que possui alojamento provisório, as Casas de Abrigo e de Acolhimento Provisório, que possuem 20 vagas cada, e três Postos Avançados de Apoio à Mulher. A unidade móvel conhecida como Ônibus Lilás, não circulou durante o período de pandemia, mas deve retornar as atividades assim que a cidade deixar a situação de emergência.

A mulher vítima de violência, seja psicológica, física, moral ou que tenha sofrido qualquer outro tipo de agressão, é atendida no local por uma equipe especializada composta por assistente social e psicóloga que faz uma escuta qualificada, a orientação e possível encaminhamento a um dos equipamentos da rede de proteção à violência contra a mulher.

Uma ferramenta importante utilizada pela SMDHC no período pandêmico foi o violentômetro, um infográfico que ajuda a ilustrar a progressão que costuma ocorrer numa relação abusiva, que vai de agressões verbais em tom de brincadeira até a consumação de atos de violência. A informação é uma forma eficaz de proteger a mulher contra a violência, sobretudo a violência doméstica, quando fatores emocionais dificultam, muitas vezes o discernimento do que é ou não um ato abusivo. “O feminicídio, na maioria dos casos, é o trágico ápice de uma longa sequência de abusos, e saber identificar todos os níveis desta escalada pode ajudar as vítimas a tomarem a buscar ajuda, antes que o pior aconteça”. O material VIOLENTÔMETRO pertence originalmente ao Programa Institucional Gestión con Perspectiva de Género del IPN/México.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mais Lidas da Semana