conecte-se conosco

Turismo

Intercâmbio com amor: a história de um casal brasileiro que noivou no exterior

Publicado


source
Casal casa no exterior
Arquivo Pessoal/Reprodução Liberty Mountain Resort)

Casal casa no exterior




Fazer intercâmbio não é somente roteiro de solteiros. O casal, Isaque Bispo e Luna Previatti, são belos exemplos de que não só esse tipo de viagem pode ser feita por casais, como ainda tem espaço belas histórias de amor. O casal trabalhou no exterior por duas temporadas seguidas e, em 2020, Isaque preparou uma surpresa com um pedido de casamento para a companheira na Pensilvânia (Estados Unidos).

“Fomos para Liberty Resort Mountain na Pensilvânia, Tiramos folga juntos e fomos esquiar. Pedi ela em casamento no topo da montanha, foi lindo. Depois a gente ganhou da fotógrafa da Liberty umas fotos profissionais pra lembrar do momento”, conta o noivo.

“Estávamos trabalhando em um resort de ski… Lá no topo da montanha tinha um deck e nós sentamos pra olhar a paisagem. Foi então que ele colocou a minha mão no coração dele e eu senti o anel que estava pendurado num cordão por dentro da roupa dele. Eu fiquei super emocionada e chorei”, relembra Luna.


Constantemente casais sentem uma dificuldade em se mudar para outros países, seja para estudar ou trabalhar, por conta da distância. Por isso, o intercâmbio em casal é uma tendência que vem se desenvolvendo aos poucos e proporciona as mesmas experiências de uma viagem individual, mas com a companhia da pessoa amada.

Você viu?

Para Luna, quando Isaque viajou sozinho, foi horrível passar esse tempo todo longe. Além disso, ela comenta que ele não chegou a passear tanto sozinho como quando viajaram juntos. “Chegamos até a alugar carro para viajar”, relembra. 

Já Isaque, que viajou sozinho entre 2017 e 2018, concorda que a experiência foi melhor ao lado da amada. “Ir com seu parceiro faz com que você aproveite muito mais. Ao invés de só trabalhar eu viajei e curti bem mais”, explica o intercambista.

“Saudade é um sentimento que prejudica vários aspectos da sua saúde mental com efeitos inclusive no modo como você socializa com as pessoas a sua volta. Quando seu parceiro tá do seu lado a viagem é bem mais feliz e colorida”, continua.

Leia mais:  Já dá pra programar um cruzeiro? Veja como está a situação desse tipo de passeio

Ele complementa dizendo que o homesick, nome dado à saudade de casa que aflige muitos intercambistas, não o atrapalhou quando viajou com a Luna. Durante 2020, eles reformaram todo o apartamento e, finalmente, em novembro conseguiram se mudar e começar suas vidas juntos. “Ainda não nos casamos, pois estamos esperando essa pandemia passar e poder convidar nossos amigos com segurança”, esclarece Luna.

Os benefícios de viajar juntos

Além de estar com quem se gosta e driblar a saudade, a mudança para o exterior pode, inclusive, trazer menos insegurança se houver o apoio do parceiro. Para que isso aconteça, é importante que os dois possuam o interesse em viajar e compartilhar essa jornada diferente em outro país. 

A decisão conjunta e a modalidade de viajar a dois facilita a superação de desafios, diminui os custos (já que um pacote para dois poderá ter descontos) e gastos (como aluguel, alimentação e passeios na cidade), além de melhorar a relação do casal.

Neste tipo de viagem o roteiro pode ser personalizado de acordo com as vontades dos viajantes. Claro que o destino é o mesmo, mas se a escolha for aprender um novo idioma e os níveis de conhecimento forem distintos, as turmas também serão diferentes. Basta pesquisar sobre o que não pode faltar na viagem, o melhor custo benefício, os documentos e burocracias necessárias e, claro, procurar uma agência de intercâmbios especializada.

Fonte: IG Turismo

publicidade

Turismo

Viajantes mudam a rotina e compartilham vida a bordo de motorhome na web

Publicado


source
Casais viajam pelo Brasil e pelo mundo e compartilham a vida com seguidores pelas redes sociais
Reprodução/redes sociais

Casais viajam pelo Brasil e pelo mundo e compartilham a vida com seguidores pelas redes sociais

Uma tendência vem despontando entre os brasileiros desde o início da pandemia, principalmente entre os jovens casais: a vida em um motorhome. É a materialização do sonho de trocar uma rotina comum em grandes cidades para viver a experiência de desbravar novos horizontes sobre rodas. Em lugar do home office emerge o termo road office. Mas mesmo com o pé na estrada, os jovens autodenominados “nômades digitais” encontram uma maneira de empreender – e se manter – vendendo produtos e cursos, além de documentar o seu cotidiano de maneira leve e divertida por meio das plataformas digitais. Afinal, o lema dessa geração, que já nasceu conectada, é: “meu destino é onde o wi-fi está”.

E exemplos do crescimento desta tendência podem ser vistos em diversos conteúdos publicados por esses jovens casais no Kwai, app de criação e compartilhamento de vídeos curtos, que tem se destacado por dar voz a esse perfil. Criadores de conteúdo vêm angariando um número crescente de seguidores e fãs na plataforma, que passam os dias curtindo as dicas para se aventurar pelo Brasil e mundo afora, e que buscam entretenimento de qualidade e inspiração para o seu dia a dia.

Conheça a história de três casais que estão bombando

Traveleiros – Laís Sousa e Renan Jereissati

O projeto Traveleiros surgiu por meio do sonho comum de Laís e Renan de compartilhar a vida na estrada e desbravar diferentes destinos
Reprodução/redes sociais

O projeto Traveleiros surgiu por meio do sonho comum de Laís e Renan de compartilhar a vida na estrada e desbravar diferentes destinos

projeto Traveleiros surgiu por meio do sonho comum de Laís e Renan de compartilhar a vida na estrada e desbravar diferentes destinos para prática de esportes outdoor, conhecer 100 países e passar pelos cinco continentes. Para que a ideia se tornasse realidade, o casal economizou e investiu grande parte do salário reunido nos últimos cinco anos buscando garantir a segurança e o conforto durante essa “viagem em tempo integral”, como preferem chamar.

Leia mais:  Viagem segura: 10 dicas de um comissário de bordo sobre higiene e saúde à bordo

A primeira etapa desta road trip começou em meados de 2020, percorrendo todos os estados brasileiros a bordo de um furgão Mercedes Sprinter 1999 que foi adaptado para um motorhome de forma artesanal. O veículo de 6m² abriga sala, quarto, cozinha, banheiro e depósito para guardar os equipamentos dos esportes variados que os dois praticam: mergulho, surfe, stand up paddle, escalada, trekking, ciclismo e acroyoga (combinação de ioga e acrobacias). 

“A finalidade do Traveleiros é levar esse estilo de vida cada vez mais longe e incentivar mais pessoas a viajarem e praticarem esportes outdoor”, revela Renan. Para Laís, a chave do sucesso do projeto é entender o que o público quer saber e assistir: “Produzimos conteúdo para os nossos seguidores – não para nós. Nossa principal rede social hoje é o Kwai, onde conseguimos mais de 1,7 milhão de seguidores em apenas dois meses neste ano, e somos o maior perfil de viagem na plataforma”.

Rotas Recalculadas – Wellington Waltrick e Carina Amâncio

Você viu?

A grande meta da viagem é ir do Ushuaia ao Alaska, quando as fronteiras se abrirem
Reprodução/redes sociais

A grande meta da viagem é ir do Ushuaia ao Alaska, quando as fronteiras se abrirem

Quem também optou pela liberdade de reunir o essencial e cair na estrada dentro de um motorhome foi o casal da serra catarinense, Wellington Waltrick e Carina Amâncio, que decidiu, literalmente, recalcular a rota da vida em comum em busca de novas paisagens. A dupla disse adeus ao cotidiano pacato e se mudou para a “Van Bulância”, como apelidou seu atual veículo de transporte, abraçando um novo estilo de vida com uma residência móvel, sem endereço fixo e sem previsão de volta. 

Leia mais:  Arábia Saudita terá a maior, mais rápida e mais alta montanha-russa do mundo

Sob o  nome “Rotas Recalculadas” o projeto tem crescido a cada dia. O casal já visitou belas paisagens em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, seguindo um roteiro que iniciou pelo litoral do Brasil. O plano é passar pelo centro-oeste e seguir em direção ao nordeste do país. A grande meta da viagem é ir do Ushuaia ao Alaska, quando as fronteiras se abrirem, passando por Uruguai e Chile, por exemplo. 

O casal também tem se destacado recentemente como criadores de conteúdo, e viram crescer sua popularidade no app de vídeos, onde conquistaram mais de 48 mil seguidores em apenas um mês, sendo hoje um dos perfis mais relevantes de viagem na plataforma. “Os vídeos curtos são uma grande tendência que o público vem criando e vão se tornar cada vez mais relevantes entre os usuários brasileiros”, prevê Wellington.

Get Outside BR – Alessandro da Cruz e Duda Cardoso

O casal já contabiliza mais de 54 mil seguidores e é um dos perfis de viagem com mais destaque na plataforma
Reprodução/redes sociais

O casal já contabiliza mais de 54 mil seguidores e é um dos perfis de viagem com mais destaque na plataforma

Alessandro da Cruz e Duda Cardoso formam um casal de advogados de São Paulo que trabalhava em grandes escritórios e resolveu abandonar tudo para ter uma vida sem amarras. Resultado:  desde o início do ano passado eles se deslocam pela América do Sul a bordo de um motorhome de fabricação caseira.

“Não estávamos satisfeitos com o mundo corporativo e, ao mesmo tempo, percebemos o quanto desejávamos dar um sentido diferente para nossas existências”, conta Duda. O casal, então, estruturou o nomadismo digital como um negócio, criando o Get Outside BR. “Abrimos uma empresa e buscamos clientes e parceiros que pudessem se juntar a nós nesse grande projeto e tornar tudo isso viável”, explica Ale.

O casal também viu sua vida se transformar ao virarem criadores de conteúdo. Hoje, já contabiliza mais de 54 mil seguidores e é um dos perfis de viagem com mais destaque na plataforma. “O Kwai oferece um formato descomplicado e dinâmico, além de entregar nosso conteúdo para um número maior de pessoas. Nos vídeos curtos, mostramos nossa vida real, recheada de conquistas, mas também de perrengues, o que tem aproximado as pessoas a se identificarem com nosso estilo de vida”, comemora Duda.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Mais Lidas da Semana