conecte-se conosco

Saúde

Janssen: 60 milhões de doses são perdidas por contmaminação nos EUA, diz jornal

Publicado


source
60 milhões de doses da Janssen são perdidas por contaminação
Reprodução: ACidade ON

60 milhões de doses da Janssen são perdidas por contaminação


A Food and Drug Administration (FDA) analisava, há dois meses, o caso de uma fábrica em Beltimore, nos Estados Unidos, por ter contaminado a produção de doses da Janssen com substâncias da AstraZeneca. Por isso, após semanas de investigação, a agência americana decidiu que cerca de 60 milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson devem ser descartadas.

As informações são do jornal The New York Times, que afirma que a decisão pode prejudicar o  plano do governo de Joe Biden de distribuir vacinas para outros países.

A FDA deve deixar que aproximadamente 10 milhões de doses sejam distribuídas nos EUA ou enviadas a outros países, mas com ressalva: o envio deverá conter um alerta de que os reguladores não podem garantir que a empresa que opera a fábrica, Emergent BioSolutions, siga boas práticas de fabricação.

Você viu?

Contaminação

A Emergent descobriu em março que os funcionários da fábrica contaminaram um lote da vacina da Johnson & Johnson com um ingrediente usada pela da AstraZeneca.

Leia mais:  Butantan entrega mais 5 milhões de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde

Mais de 100 milhões de doses da Johnson e pelo menos 70 milhões de doses de AstraZeneca foram suspensas. Além disso, a agência federal ordenou que a fábrica pausasse a produção, tirando a Emergent do processo de produção da vacina da AstraZeneca e mandando que a Johnson & Johnson exercesse o controle direto sobre a fabricação de sua vacina naquela planta.

Em comunicado, a FDA afirmou que, antes de tomar qualquer decisão, “conduziu uma revisão completa dos registros da instalação e os resultados dos testes de qualidade realizados pelo fabricante.” A agência também considerou a emergência de saúde pública em curso.

Fonte: IG SAÚDE

publicidade

Saúde

Queiroga fala sobre antecipação de vacinas e campanha de imunização

Publicado


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou hoje (21), em entrevista ao programa A Voz do Brasil, sobre o andamento do Plano Nacional de Imunização (PNI) e sobre a articulação do governo federal para adiantar doses de vacinas. O ministro também falará sobre a produção de insumo farmacêutico ativo (IFA) e sobre as transferências de conhecimento e tecnologia envolvidas no processo de produção.

Acompanhe ao vivo:

Leia também:

Marcos Pontes pede integração do continente para vencer a pandemia

 O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, afirmou que é necessário um movimento regional no continente para vencer a covid-19. Pontes participou, na manhã de hoje (21), de fórum organizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

» Leia mais

Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou hoje (21), em Brasília, que um avião com 1,5 milhão de doses da vacina contra covid-19, da farmacêutica Janssen, deve chegar ao Brasil às 6h45 de amanhã (22), no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

Leia mais:  Butantan entrega mais 5 milhões de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde

» Leia mais

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Mais Lidas da Semana