conecte-se conosco

Pet

Labradora e cordeiro que ela cuidou agora compartilham um vínculo incrível

Publicado


source
Ronnie e Lola cultivaram uma amizade de dar inveja
Arquivo pessoal

Ronnie e Lola cultivaram uma amizade de dar inveja

Quando o cordeiro Ronnie nasceu, no dia 29 de março, ele estava fraco e quase morrendo. Sua dona, Ellen McCrone, de 21 anos, temia que ele não fosse sobreviver, mas Richard, seu pai, cuidou dele e o levou para dentro de casa, onde ficaria quente e seria cuidado.

Foi então que Ronnie conheceu Lola, uma labradora de dois anos e ela instantaneamente pegou ele para criar, lambendo e abraçando ele. Depois de uma hora, ele já estava conseguindo ficar em pé e dar alguns passos.

Agora ele têm esse laço incrível e a cachorrinha ajuda Ellen a alimentá-lo e cuidar dele, já que ele está longe de sua mãe.

“Lola foi criado ao redor de cordeiros. Ela é ótima perto de ovelhas. É uma cachorra muito amável e tranquila”, diz Ellen. “Lola gosta de vir aqui fora e ver os cordeiros e nos ajudar a alimentá-los. Ela lambe o leite que cai no chão e até leva as garrafas vazias de volta para dentro da casa”.

Leia mais:  Cães e gatos na mesma casa: como garantir uma boa convivência entre eles

Ronnie é um de dois filhos de uma mesma gestação, mas como ele nasceu fraco e quase morto, sua mãe o rejeitou. Após o pai de Ellen ressucitá-lo, ele ainda estava muito vulnerável, se tremendo e eles continuaram com medo dele não sobreviver.

“Nós trouxemos ele para dentro de casa e o colocamos em uma cesta, nós achávamos que ele iria morrer em algumas horas, mas tentamos de qualquer forma. Lola imediatamente começou a lambê-lo e ficou cutucando ele com o fucinho, ela não deixava ele em paz… Cerca de uma hora depois Ronnie estava andando pela casa como se nada tivesse acontecido”, narrou Ellen. 

Fonte: IG PET

Leia mais:  Calopsita destrói chinelo e dona publica foto do resultado: "artesã"

publicidade

Pet

Mini King Kong: macaco selvagem mantém filhote de cachorro “refém” por três dias

Publicado


source
Filhote de cachorro é mantido
Reprodução

Filhote de cachorro é mantido “refém” de macaco por três dias

Nesta última quinta-feira (16) moradores de Taman Lestari Putra, na Malásia, presenciaram uma cena bastante curiosa ao precisarem resgatar um filhote de cachorro com apenas alguns dias de vida de um macaco.

Segundo informações de moradores do local, que acreditam que o primata tenha capturado o cãozinho de alguma ninhada de rua, o animal parecia cuidar do filhote canino como se fosse seu próprio bebê e não mostrava qualquer interesse em feri-lo.

O macaco percorria por fios de eletricidade e levou o filhote para o alto de um poste telefônico, onde voltava diariamente para se alimentar. Apesar de não por o filhote em perigo, os moradores estavam preocupados pelo fato de o cãozinho estar há tanto tempo sem ser alimentado e tentavam resgatá-lo, com algumas tentativas frustradas.

Apenas após três dias de tentativas, conseguirem resgatar o pequeno filhote, com muita comemoração por parte das testemunhas. O filhote, que foi batizado como Saru, foi adotado e já está vivendo em sua nova casa.

Leia Também

Leia Também

Na Malásia o contato entre macacos e humanos são bastante comuns e, entre 2013 e 2016, cerca de 70 mil animais foram mortos a cada ano em um programa do Departamento de Vida Selvagem do país, segundo informações do Newsflare.

Em algumas regiões, como Bali, na Indonésia, macacos passaram a invadir casas em busca de alimentos, já que a movimentação de turistas – que costumavam dar lanches a esses animais – diminuiu devido a pandemia da covid-19.



Fonte: IG PET

Continue lendo

Mais Lidas da Semana