conecte-se conosco

Cuiabá

Mais de 300 idosos acima de 70 anos são vacinados contra a covid-19 na zona rural de Cuiabá

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Começou nesta quarta-feira (7) a vacinação contra a covid-19 dos idosos acima de 70 anos de idade que vivem na zona rural de Cuiabá. A primeira região atendida foi o Distrito de Aguaçu, onde 125 idosos nessa faixas etária foram cadastrados previamente pela equipe da Unidade de Saúde da Família (USF), onde ocorreu a vacinação de cerca de 20 idosos logo pela manhã. Em seguida, três equipes da Coordenação da Zona Rural pegaram a estrada e se dirigiram para a vacinação nos domicílios daqueles que moram em locais mais distantes. Além da vacinação dos 125 idosos entre 70 e 79 anos no Distrito Aguaçu, a campanha ‘Vacina Cuiabá- Sua vida em Primeiro Lugar’ segue nos próximos dias para as demais comunidades rurais, totalizando 380 idosos.

Um dos primeiros a receber a aplicação do imunizante foi Wilson Vitalino de Siqueira, 72 nos. “Eu acho que foi uma maravilha, é uma benção. Desejo que todos sejam vacinados”, disse, destacando que esperou muito por este momento “Agora estou mais tranquilo, graças a Deus”. 

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, acompanhou o início dessa segunda etapa de vacinação na zona rural e afirmou que o objetivo central da campanha é atingir todas as comunidades cuiabanas, principalmente as mais carentes e as mais afastadas, ressaltando o trabalho que vem sendo desenvolvido também pelas equipes do projeto AMOR – Assistência Médica e Odontológica Rural, Consultório na Rua e Melhor em Casa, que tem feito a vacinação contra a covid-19 na zona rural, em asilos, casas de repouso, residências terapêuticas e também nas residências dos idosos acamados e com dificuldades de locomoção. “Temos feito esse trabalho diuturnamente. É todo um processo de cuidado com a população que nós temos tido. Não é fácil porque são muitas pessoas e poucas doses que chegam. Mas, se Deus quiser, com todos os servidores nossos que estão imbuídos nisso, nós vamos conseguir imunizar todas as pessoas”, afirmou.

Leia mais:  Primeira a tomar vacina de Oxford/Astrazeneca, dentista elogia estrutura da campanha de Cuiabá

A enfermeira responsável pela USF Aguaçu, Pâmella Virgínia dos Santos Carvalho, relata que  a todo momento os idosos estavam buscando informações sobre a chegada da vacina. “até os filhos que moram em Cuiabá ligam pra gente. A ansiedade da comunidade é tremenda para ser imunizada”, conta. A profissional da saúde enfatiza também que “o sentimento é de satisfação tanto da minha parte quanto da equipe. Não tenho nem palavras. A gente olha nos olhos deles a satisfação de conseguir a vacina, que hoje é tão desejada por todo mundo”, comemora. 

Coordenadora a Zona Rural, Marinete de Oliveira Ribeiro, explica que logística de vacinação nessas localidades começa com o levantamento do número de idosos de cada faixa etária atendida na campanha, por parte dos agentes comunitários de saúde e equipes das unidades. Em seguida, é feita a formalização junto à Vigilância Epidemiológica, que distribui as doses específicas para cada dia de vacinação. É Marinete quem vai todos os dias, antes das 7 horas da manhã, buscar as doses e levar para as comunidades rurais e também acompanhar o processo de aplicação. “É emocionante e gratificante fazer toda essa organização, todo esse trabalho. Vejo como uma missão atender aos idosos. A equipe é dez, sempre está pronta”, comenta a servidora.

Leia mais:  Emanuel anuncia novo decreto com toque de recolher e veta funcionamento de casas de shows e boates; Confira medidas

Além da vacinação dos 125 idosos entre 70 e 79 anos no Distrito Aguaçu, a campanha segue nos próximos dias para as demais comunidades rurais. No Barreiro Branco, serão 17 idosos contemplados; 30 idosos no Rio dos Peixes, 32 no Coxipó do Ouro e 176 no Distrito de Nossa Senhora da Guia, totalizando 380 idosos nessa faixa etária.

publicidade

Cuiabá

Pinheiro lamenta morte de familiares de prefeito de Novo Horizonte do Norte

Publicado


Reproducao

Clique para ampliar

Com profundo pesar o prefeito Emanuel Pinheiro recebe neste sábado (10), a notícia de falecimento de Sidnei Antônio Pereira Neves, aos 48 anos, vítima da COVID-19. Ele era irmão do prefeito de Novo Horizonte do Norte, Silvano Pereira Neves (MDB), que também perdeu a mãe e o pai este ano para o vírus.

“Perder uma pessoa que a gente ama já é difícil. Mas perder três é de um sofrimento que só a fé em Deus pode confortar. Que nosso Senhor esteja com o colega Silvano e seus familiares”, disse o prefeito de Cuiabá.

O atual prefeito de Novo Horizonte do Norte perder também os pais, o ex-prefeito do município, Júnior Pereira Neves, com 75 anos de idade no dia 23 de março e a mãe Francisca Marlene de Azevedo Neves, 69 anos, no dia 07 de abril. 

O prefeito Silvano Pereira Neves também contraiu o vírus em 2020 e ficou 74 dias internado. Ele se recuperou da doença.

Leia mais:  Prefeitura realiza obra emergencial em casarão da rua Campo Grande no Centro Histórico

Continue lendo

Mais Lidas da Semana