conecte-se conosco

Nacional

Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo; veja os vídeos

Publicado


source
Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo
Reprodução

Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo

Um navio de carga supostamente desgovernado se chocou com um píer onde ficam ancoradas as balsas que fazem a  travessia  entre Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo, na tarde deste domingo.

De acordo com o Departamento Hidroviário, travessia ficou paralisada por cerca de 1h20 devido ao acidente. Ninguém se feriu.

A Capitânia dos Portos, em Santos, informou que uma equipe de peritos está no local para avaliar os danos feitos na área de embarque de bicicletas, que dá acesso às balsas, e também no navio, que ficou avariado.

Segundo a capitânia, o navio da Hamurg Süd levava contêineres, mas não há detalhes sobre o conteúdo embarcado.

Você viu?

Segundo o portal G1, o acidente ocorreu por volta de 14h, no terminal de travessia de balsas de bicicletas. Um navio de carga colidiu e destruiu o píer de atracação.

Leia mais:  Moro usa dia do amigo para se solidarizar às vítimas da Covid-19; web não perdoa

Ainda não há informações do que provocou o acidente. As causas serão averiguadas pela Capitania dos Portos e Marinha.

Equipes do Departamento Hidroviário trabalharam para retomar o serviço, que voltou a funcionar por volta das 15h.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento em que o barco atinge o píer. Assustadas, algumas pessoas correm.

O navio Cap San Antonio, de bandeira dinamarquesa, havia saído de um dos terminais de Santos e seguiria para o Porto de Paranaguá. Com 8,9 metros de calado, a embarcação foi construída em 2014. Tem 333 metros de comprimento e 48,3 de largura. Sua capacidade é de 10.500 TEU (Twenty feet Equivalent Unit/ ou unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).

Leia mais:  Sol e poucas nuvens nesta quarta em São Paulo

publicidade

Nacional

Eduardo Paes posta foto manipulada para comemorar ouro de Rebeca Andrade; veja

Publicado


source
Eduardo Paes
Reprodução

Eduardo Paes

Assim como muitos brasileiros, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), foi às redes sociais neste domingo comemorar o ouro da ginasta Rebeca Andrade nos Jogos de Tóquio . Mantendo a linha que vem seguindo em seus posts, o político procurou uma foto que lembrasse a modalidade ou ao lado do atleta — e encontrou. Em 2015, a medalhista olímpica participou da inauguração do Centro de Treinamento de Ginástica Artística, na Barra da Tijuca. Mas um detalhe nem tão pequeno assim não escapou aos olhos de internautas atentos.

Ocupando a tribuna, depois de Arthur Nory, Arthur Zanetti e Diego Hypolito, Paes, sorridente, descerra a placa comemorativa. O problema é que, ao lado direito dele, a imagem apresenta uma série de falhas bastante notáveis, incluindo uma esquisita sobreposição da bandeira brasileira ao fundo. Os detetives da internet logo solucionaram o mistério: o “toscoshop” foi feito para apagar da imagem o então presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman.

Leia mais:  Doria chama Bolsonaro de psicopata e diz que errou ao apoiá-lo: "assumo isso"

Você viu?

Nuzman dirigiu o COB durante quase 22 anos, iniciando a jornada em 1995. No entanto, ele perdeu condições políticas de permanecer no cargo depois de ser acusado de subornar jurados e garantir a vitória do Rio de Janeiro como sede dos jogos de 2016, quando a cidade também era comandada por Eduardo Paes. O ex-dirigente chegou a ser preso, alvo da Operação Unfair Play, e foi denunciado por corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

As fotos originais do evento, sem edição, podem ser encontradas no site fotospublicas, e são creditadas a J.P.Engelbrecht, pela Prefeitura do Rio.

Questionada sobre a publicação da imagem manipulada, a assessoria de Eduardo Paes ainda não respondeu à reportagem.

Leia mais:  RJ: Paes pode enviar à Câmara projeto que libera arma para guarda municipal

Continue lendo

Mais Lidas da Semana