conecte-se conosco

Prefeitura Várzea Grande MT

Novo Decreto flexibiliza o funcionamento de eventos sociais, abertura de cinema e capacitações

Publicado


.

26/08/2020    27

A prefeita Lucimar Sacre de Campos, em reunião com o Comitê de enfrentamento ao novo Coronavírus, decidiu após análise epidemiológica da incidência do Covid -19 em Várzea Grande, que aponta queda nos casos de óbitos, flexibilizar ainda mais o Decreto Municipal sobre as regras que a população deve seguir no enfrentamento a doença, autorizando abertura de novos segmentos comerciais.

Pelo novo decreto de n° 57, de 24 de agosto de 2020, ficam liberados a realização de eventos, cinemas, teatro e atividades esportivas profissionais e capacitações por parte do Poder Público.

Conforme Lucimar Campos explica, para que a Administração Pública tome qualquer decisão são analisados primeiramente os impactos da doença e em segundo lugar os econômicos, onde a população precisa de trabalhar, os empresários manterem os empregos, e o Poder Público cuidar da sua gente.

“São momentos difíceis, mas que precisamos gradativamente retornar a rotina, com todos os cuidados legais estabelecidos pelas regras do Poder Público. Nosso Comitê Gestor do Enfrentamento ao novo Coronavírus, tem adota cuidados, medidas, baseados em dados científicos, com o auxílio de médicos, da Universidade Federal de Mato Grosso, e ainda seguimos baseados nos Decretos do Governo do Estado , o que nos dão mais segurança e respaldo para adotarmos nossas medidas. Vários ações estão sendo desencadeadas diariamente pela Saúde Pública do nosso município no enfrentamento a doença, tanto as de prevenção quanto as curativas, o que nos resguarda ainda mais nas tomadas de decisões”, disse a prefeita.

Leia mais:  Várzea Grande realiza Audiência Pública online para discutir LDO e LOA para o exercício de 2021, no dia 28

Conforme o documento estão liberados os jogos e treinamento de futebol profissional, devendo esses serem realizados sem os jogos e treinamento de futebol profissional, devendo esses serem realizados sem a presença do público externo, e com a observação dos devidos protocolos de saúde e de higienização contidos no art. 15 desse Decreto;

Eventos sociais com, no máximo, 100 (cem) pessoas por evento;

Eventos corporativos, empresariais, técnicos e científicos, com, no máximo, 200 (duzentas) pessoas por evento;

Eventos realizados no formato “drive in”, com capacidade máxima de até 250 (duzentos e cinquenta) carros por evento;

Cinemas e teatros, respeitado o limite de público correspondente a 50% (cinquenta por cento) da capacidade máxima do local;

Determinar a retomada das atividades de capacitação, de treinamento ou de eventos coletivos pelos órgãos ou entidades da Administração Pública Municipal,  Direta e Indireta, respeitado o limite de até 100 (cem) pessoas.

Porém fica mantida a suspensão de eventos e festas, de qualquer natureza, público ou privado, que exijam ou não licença do poder público, incluindo atividades esportivas em grupo, sendo responsabilizado o proprietário da residência, bem como o promotor da festa, em caso de descumprimento, nos termos da Lei nº 3.863/2012.

Leia mais:  Lucimar e futura primeira dama também vão atuar em conjunto pelo social

 

 

Por: Da Redação – Secom/VG

publicidade

Prefeitura Várzea Grande MT

Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos

Publicado


Legenda:

O prefeito Kalil Baracat anunciou que a Saúde Municipal, vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos na próxima semana. A decisão foi tomada após conversas com o secretário de Saúde Gonçalo de Barros, nesta sexta–feira (9), durante vacinação da Guarda Municipal ocorrida no Ginásio Poliesportivo ‘Fiotão’. Neste sábado, na parte da tarde serão vacinados os demais servidores públicos das Forças de Segurança Pública como as Polícias, Militar e Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e profissionais do sistema prisional.

Nesta tarde foram vacinados 137 Guardas Municipais, que atendem os critérios do Ministério da Saúde e do Estado. Amanhã dia 10 de março serão vacinados 182 agentes de segurança do Estado, lotados no município de Várzea Grande, no drive thru do Centro Universitário – UNIVAG, para dar celeridade no

O prefeito Kalil Baracat, havia garantido a vacinação à categoria, por entender que estes profissionais estão diretamente envolvidos nas ações de Saúde e de fiscalização, como transporte de vacinas, fiscalização de medidas protetivas, ações em conjunto com a Vigilância em Saúde, blitzes de trânsito e no cumprimento dos Decretos Municipais que estabelecem regras a serem seguidas na pandemia,  e também já havia a autorização do Ministério da Saúde, quando modificou os critérios de priorização, de quem deve ser vacinado, ou por categoria, ou por idade.

“Eles foram imunizados por iniciativa da prefeitura, que têm autonomia para realizar a gestão da Campanha de Vacinação. Porém em conversas com o Governo do Estado, que autorizou a vacinação das Forças de Segurança Estadual, houve a garantia da reposição deste quantitativo utilizado para vacinar a nossa Guarda Municipal e os agentes de segurança do Estado com lotação na cidade. O Ministério da Saúde vai estabelecendo critérios de prioridades e nossas equipes da Saúde vão ajustando conforme as novas normas ditadas. A nossa campanha está dentro do que estabelecem as regras nacionais do Programa Nacional de Imunização – PNI, e em muitos estados, as forças de segurança estão sendo vacinadas, e agora chegou a vez deles. Gostaria de vacinar a todos ao mesmo tempo, mas as doses vêm de forma fracionada, e assim vamos avançando. Uma notícia boa é que na próxima semana já vamos abrir cadastro para os idosos de 60 anos acima. A ordem é não deixar doses paradas e avançar na campanha”, disse o chefe do Executivo Municipal.

Leia mais:  Audiência Pública debate no dia 9 de setembro propostas de alterações da Lei do Plano Diretor

O secretário de Defesa Social, Coronel Alessandro Ferreira da Silva, disse que foram vacinados os profissionais da corporação que estão realmente envolvidos com as ações da Saúde Municipal na contenção da Pandemia do novo coronavirus, são os que realmente trabalham na ponta e atuam em conjunto com os programas e projetos da Saúde na proteção das pessoas, e ainda, os que estão fazendo escolta e vigilância as vacinas e ações de vacinação. Todo esse processo de logística a Guarda Municipal tem acompanhado, desde a proteção do Centro de Distribuição, bem como a condução e a chegada dos imunizantes nas unidades em que ocorre a vacinação, para que não haja desvio e nenhuma ilegalidade, justamente para que o cidadão destinado a ser imunizado, receba a vacina de forma correta”, destacou o secretário Alessandro Ferreira, reafirmando que a Guarda Municipal vacinada melhora a qualidade de vida no trabalho, mais desempenho e dá mais segurança e tranquilidade psicológica, no exercício de funções ordinárias da corporação.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo de Barros, disse que para vacinar a Guarda Municipal, o município se ateve ao que estabelece o Ministério da Saúde por ordem de prioridade. A vacinação foi realizada aos Guardas Municipais envolvidos nas ações de vacinação contra a Covid-19 e nas ações de implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto com o público, independente da categoria.

Leia mais:  Várzea Grande aguarda confirmação de matrículas para oferecer novas vagas na Rede Pública Municipal

 “A vacinação foi exclusiva aos profissionais da ativa, com exceção daqueles que não atendem aos critérios médicos estabelecidos pelas autoridades de saúde, como gestantes, lactantes, ter tido a COVID-19 a 30 dias e os que estão afastados ou cedidos. Reconhecemos o papel da Guarda Municipal, no seu empenho e acompanhamento de todas as nossas ações que visam à contenção da doença em nosso território, eles são fundamentais na segurança das vacinas e no acompanhamento das ações de vigilância. Enquanto nossos profissionais de ponta já estão imunizados, é justo a imunização dos Guardas que trabalham no dia a dia frente a pandemia, junto com os servidores da Saúde”, disse Gonçalo de Barros.

O titular da Saúde lembrou que muito antes do Ministério da Saúde se manifestar quanto a prioridade para as forças de segurança, o prefeito Kalil Baracat já havia solicitado a Procuradoria Municipal uma análise da possibilidade legal de vacinar os mesmos como prioritários.

Continue lendo

Mais Lidas da Semana