conecte-se conosco

Policia Federal

PF e Receita apreendem 9 kg de cocaína ocultos nas estruturas de malas de viagem

Publicado


Guarulhos/SP – A PF, em ação conjunta com a Receita Federal, apreendeu entre os dias 21 e 22/2, no Aeroporto Internacional de São Paulo, mais de 9 kg de cocaína com passageiros de voos internacionais.

Servidores da Receita Federal da equipe do K9, que atuavam na fiscalização de bagagens despachadas, na madrugada do domingo (21), perceberam a indicação do cão farejador para uma mala que iria para a Etiópia. A mala suspeita foi submetida ao aparelho de raio-x, sendo possível verificar substância orgânica em suas estruturas. O passageiro foi localizado pelos servidores no portão de embarque e conduzido para uma sala reservada, onde fez o reconhecimento de sua bagagem. Na presença do passageiro e testemunhas, a mala foi aberta e os servidores encontraram um pó com odor característico da droga cocaína. O suspeito, um nigeriano de 43 anos, que havia solicitado refúgio no país, foi levado à sede policial e preso após os exames periciais confirmarem que os quase 3 kg da substância encontrada era cocaína.

Leia mais:  PF recupera obra furtada da Igreja Matriz Nossa Senhora do Pilar

Na manhã de hoje, policiais federais abordaram um passageiro para entrevista e revista das bagagens. O homem, nacional da Venezuela, que embarcaria para Doha, no Catar, foi preso ao serem encontrados mais de 6 kg de cocaína, distribuídos em dois volumes, ocultos em um fundo falso de sua mala.

Os presos serão apresentados à Justiça Federal, onde responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

publicidade

Policia Federal

PF resgata brasileiras vítimas de tráfico humano na Bolívia

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal, com base em investigações realizadas em Epitaciolândia/AC, logrou localizar e resgatar vítimas do tráfico internacional humano que haviam sido levadas à Bolívia, para fins de exploração sexual.

Em 24/2/2021, na cidade de La Paz, após diversas diligências realizadas, a Força Especial de Luta Contra o Crime da Polícia Boliviana (FELCC) encontrou duas brasileiras, menores de idade, que estavam sendo procuradas por seus familiares desde novembro de 2020.

As vítimas foram alvos de aliciadores que sustentam uma rede de prostituição na Bolívia e atuam na busca de mulheres (maiores e menores) em situação de vulnerabilidade, principalmente de cidades fronteiriças, para trabalharem em boates da capital do país.

Com base nas informações colhidas até o momento pela PF, que motivou um pedido de Cooperação Jurídica Internacional, a Polícia Boliviana também iniciou apuração, com a finalidade de complementar a investigação brasileira e unir esforços para desbaratar a associação criminosa, que conta de a participação de brasileiros e bolivianos.

A Polícia Federal, contando com o apoio da Embaixada do Brasil na Bolívia, da Organização Internacional para as Migrações – OIM/ONU e de autoridades bolivianas, além do apoio material, humanitário e legal, vem tratando do retorno com segurança, ao País, das brasileiras libertadas.

Leia mais:  PF deflagra terceira fase da Operação Farra no Tesouro

Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: 61 2024-8142

[email protected]

Continue lendo

Mais Lidas da Semana